04/03/2022 às 21h58min - Atualizada em 04/03/2022 às 20h50min

Copa Davis: Brasil e Alemanha vencem nas simples e série fica empatada

Thiago Monteiro se consagra no saibro com apoio da torcida, enquanto Alexander Zverev cumpre o protocolo

Matheus Maia - labdicasjornalismo.com
Thiago Monteiro comemorando vitória na Copa Davis. Foto: Reprodução/Folha/Sergio Moraes/Reuters

Seis anos após a última partida oficial, a quadra Maria Esther Bueno estendeu o saibro para os primeiros confrontos entre Brasil e Alemanha pela Copa Davis, nessa sexta-feira, 4 de março. A arena carioca foi palco de vitórias de Thiago Monteiro, que mantém série positiva no piso vermelho, e de Alexander Zverev, que venceu sem maiores dificuldades.


Na primeira partida do dia, Thiago Wild não teve chances ao enfrentar Alexander Zverev. O jogo foi dominado pelo alemão, e o paranaense não ousou jogadas arriscadas, sofreu pelo forte jogo do adversário e perdeu em sets diretos.
 

A partida do cearense Thiago Monteiro contra o alemão Jan-Lennard Struff foi recheada de emoção, o jogo de três sets foi de altos e baixos com ambos tenistas jogando o seu melhor em fases da partida, mas o apoio vibrante da torcida brasileira fez a diferença e impulsionou Monteiro para marcar 2-1 no alemão e deixar tudo igual para sábado.

 

Wild x Zverev

 

A primeira partida do confronto começou com uma série de erros não forçados de Wild, deixando o alemão abrir vantagem com a quebra inicial, essa que foi determinante para o resultado final do set. Os dois tenistas equilibraram a partida com bons games e trocas longas, pontos por erros foram maioria. Apesar do contraste com o quarto game com vitória rápida do brasileiro.

 

Com um backhand forte, Zverev abre vantagem até uma boa segurada de Wild, que ensaiou empate no set. A experiência do alemão foi chave para fechar o set, usando bem o fundo de quadra e os erros seguidos de Thiago, fechou 6-4 o set inicial em 51 minutos de disputa.

 

Apesar de uma aparente melhora no segundo set, Wild sofreu quebras seguidas em seus saques e deixou o alemão abrir larga vantagem. O brasileiro aproveitou uma vitória direta no quinto game, mas não foi além dos dois pontos.

 

Zverev foi dominante com bolas fundas, usou de sua altura para disputar bolas altas e pontuar com maior velocidade. Conquistou quatro games seguidos e a Alemanha saiu com o primeiro ponto do fim de semana.

 

Perguntado sobre seu atendimento e a partida superior do adversário, Wild disse: “Eu acho que, pro meu braço, a bola ficou meio no fundo da quadra, acabei tocando mal nela, senti um choque no braço, nada muito grave, era mais uma coisa do momento mesmo,” comentou ao Sportv.
 

“O jogo era duro desde o começo, eu não consegui jogar o meu melhor tênis obviamente, ele se impôs bem na partida, mas ao mesmo tempo eu não consegui me encontrar bem em quadra,  mas com certeza foi uma experiência muito boa, vou levar pra frente e buscar melhorar nos próximos torneios”, concluiu Thiago Wild.


Monteiro x Struff
 

Thiago Monteiro e Jan-Lennard Struff abrem o jogo mais equilibrado do dia. Pelo lado dos brasileiros havia reais chances de pontuação na série e busca pelo empate, enquanto os europeus desejavam abrir vantagem confortável.

 

Começo foi equilibrado entre os tenistas com quatro dos cinco primeiros games chegando à altos pontos. Com saques fortes e habituação com o tipo de piso após longa campanha na América do Sul, o brasileiro fez 3-2 sobre o alemão.

 

Abusando do fundo de bola, o cearense aplica contra ataque e quebra serviço do alemão. O final do primeiro set foi sem maiores dificuldades com contra-ataque e game a favor de Struff, Thiago aplicou 40-0 no nono game e confirmou o primeiro set para a equipe sul-americana na série.

 

O alemão apresenta um tênis mais sólido e aproveita uma fase sonolenta do brasileiro. Aproveitando erros não forçados, Jan-Lennard abre 4-1 no segundo set. Sem mudanças no ritmo de jogo, o alemão foi protocolar e aplicou 6-1, levando o jogo ao set decisivo.

 

De volta pro jogo, o nordestino não toma conhecimento da pressão e abre 3-0 no terceiro set. Após quebra no segundo game, a equipe brasileira na quadra pediu para a torcida brasileira apoiar e fazer barulho.

 

Com aces seguidos, Struff consegue se aproximar, mas o ritmo do brasileiro estava imparável. Após vencer um rally longo no sétimo game, abriu 5-2. Uma tentativa de recuperação do alemão foi sentida, mas Thiago chamou a torcida e fez 40-0 para empatar a série no Rio de Janeiro.

https://www.instagram.com/p/Cas29C4D4sl/
Ponto vencedor de Thiago Monteiro. Vídeo: Reprodução/Copa Davis.

 

“Sem dúvidas, é uma loucura, uma emoção indescritível, eu tinha sentido alguma coisa parecida no Rio Open mas hoje aqui foi fora de série, acho que Copa Davis, jogar pelo país é algo único, incrível o apoio de todo mundo, gritando meu nome, gritando Brasil, eu tendo que ali desempenhar bem em quadra, representando meu país, muito feliz de ter conquistado a vitória” comentou Thiago Monteiro em entrevista ao Sportv.

 

Monteiro completou: “Eu comecei muito bem, o Struff é um cara que é muito agressivo, vem pra cima o tempo todo, no primeiro set eu consegui neutralizar bem ele com bolas profundas, foi muito sólido no segundo, eu tive uma quebra ali de bobeira, então ele ganhou muita confiança.”

“No terceiro eu tirei um tempinho pra dar uma tranquilizada, pensar bem no que eu tinha que fazer, (...)chamando a torcida desde o início do terceiro set, aumentando minha intensidade, sacando muito bem de novo, consegui um break logo no início e me ajudou a manter uma boa postura até o final do jogo.” finalizou.

 

Amanhã as partidas vão começar às 14h com o jogo de duplas. Pode ter até dois jogos de simples, caso persista o empate. A vitória habilita vaga no grupo final e a derrota força confronto nos playoffs mundiais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »