10/03/2022 às 23h07min - Atualizada em 10/03/2022 às 15h00min

Do K-Pop ao J-Pop: Seis grupos femininos para você ouvir

Conheça as estrelas da Ásia que ganharam o mundo

Vinicius Lima Vieira - Revisado por Flavia Sousa
Grupos como TWICE e Red Velvet fazem sucesso entre o público. Fotos: JYP Entertainment e SM Entertainment

A música asiática nunca esteve em evidência como nos últimos anos. Se tornou comum ver alguns atos se apresentando em festivais musicais, como o Coachella, e em programas de auditório norte-americanos, como o de Ellen DeGeneres. Mais e mais artistas investem no mercado ocidental com foco nos EUA, como o septeto BTS.

 

Pensando nisso, trazemos para você um guia com alguns grupos femininos bastante conhecidos em seus países e fora deles. Desde Blackpink à AKB48, fique por dentro de alguns deles.

 

AKB48

 

O 'kami 7', como são conhecidas as sete mais populares. Da esquerda para a direita: Mayuyu, Yuko, Tomochin, Kojiharu, Mariko, Takamina e Acchan. Foto: Twitter

O 'kami 7', como são conhecidas as sete mais populares. Da esquerda para a direita: Mayuyu, Yuko, Tomochin, Kojiharu, Mariko, Takamina e Acchan. Foto: Twitter


Um projeto do produtor japonês Yasushi Akimoto, o grupo propõe a ideia de “idols que você pode conhecer”. Aki-P, como é popularmente conhecido, queria formar um grupo acessível, que os fãs pudessem ver pessoalmente, não apenas na TV ou em capas de revista.

 

É meio difícil falar de todas as integrantes, pois o grupo é rotativo, o que significa que integrantes deixam o projeto enquanto novas assumem seus lugares por meio do sistema de graduação. Os fãs também podem escolher a formação para um single anualmente por meio das Eleições Gerais, e apertar a mão de sua integrante favorita por meio dos “Handshake Events” (Eventos de Aperto de Mão, em tradução livre).

 

Apesar das integrantes não serem "fixas", o grupo teve algumas bem notáveis, como Atsuko Maeda, Yuko Oshima, Mayu Watanabe (que se aposentou da indústria do entretenimento em 2020) e Sashihara Rino. Maeda e Oshima, que nutriam uma rivalidade saudável, agora se dedicam à atuação. Sasshi, como é conhecida Sashihara, virou produtora musical.

 

Algumas das músicas mais conhecidas do coletivo pop mais conhecido do Japão incluem “Heavy Rotation”, lançada em 2010, “Flying Get”, lançado no ano seguinte e “Koisuru Fortune Cookie”, lançada em 2013.

 

O single 'Iiwake Maybe' foi lançado em 26 de agosto de 2009 e marca o primeiro do AKB48 com uma formação escolhida pelos fãs por meio da primeira Eleição Geral do grupo. (Reprodução: AKS - Youtube).


'Heavy Rotation' foi lançada quase um ano após 'Iiwake Maybe'. Yuko Oshima, uma das integrantes na época, foi escolhida como center e a partir daí surgiu a "rivalidade" entre ela e Atsuko Maeda. A canção popularizou o AKB48 no Japão (Reprodução: AKS - Youtube).



Sashihara Rino foi escolhida pelos fãs para ser a center de 'Koisuru Fortune Cookie'. O que chocou a muitos na ascensão de Sasshi ao posto de center foi isso ter acontecido após um escândalo que custou sua posição no AKB48 e causou seu rebaixamento ao novato HKT48. (Reprodução: AKS - Youtube).


 

TWICE

 

O grupo é considerado um dos mais populares da ásia e conquistou o público com seu 'color pop'. Da esquerda para a direita: Momo, Jeongyeon, Jihyo, Nayeon, Mina, Dahyun, Tzuyu, Chaeyoung e Sana. Foto: JYP Entertainment

O grupo é considerado um dos mais populares da ásia e conquistou o público com seu 'color pop'. Da esquerda para a direita: Momo, Jeongyeon, Jihyo, Nayeon, Mina, Dahyun, Tzuyu, Chaeyoung e Sana. Foto: JYP Entertainment


Formado pela JYP Entertainment, uma das três maiores e mais influentes companhias musicais da Coreia do Sul, através do reality show Sixteen, o grupo consiste de nove integrantes, sendo cinco sul-coreanas, três japonesas e uma taiwanesa. São elas: Nayeon, Jeongyeon, Sana, Momo, Jihyo, Mina, Dahyun, Chaeyoung e Tzuyu.

 

O grupo estreou oficialmente em outubro de 2015 com o lançamento do single “Like OOH-AHH” de seu primeiro EP, “The Story Begins”. Porém só alcançaram o estrelato no ano seguinte com o sucesso das canções “Cheer Up” e “TT”, que se tornaram a marca do grupo no mercado.

 

Em 2017, o grupo começou sua primeira turnê mundial, a “TWICELAND - The Opening”. No mesmo ano, oficializaram sua estreia no japão com o lançamento da versão japonesa de “TT”, e do EP “#TWICE”. Também ganharam o prêmio de “Canção do Ano” no MAMA (Mnet Asian Music Awards) pela música “Signal”.

 

Atualmente, o grupo está em sua quarta turnê mundial, intitulada “III”. É a segunda turnê do grupo a chegar em solo norte-americano.

 

'Scientist' é o lançamento mais recente do grupo e marcou uma volta do Twice ao "color pop" que elas haviam deixado em 'Yes or Yes', lançada em 2018. (Reprodução: JYP Entertainment - Youtube).


'What is Love?' é uma das canções mais populares do grupo e o clipe contém referências a diversos filmes, desde O Diário da Princesa a O Profissional. (Reprodução: JYP Entertainment - Youtube).



Lançada em 2016, 'TT' alcançou a primeira posição de todas as tabelas musicais da Coreia do Sul. A música é considerada uma das canções de assinatura do grupo. (Reprodução: JYP Entertainment - Youtube).


 

Red Velvet

 

Da esquerda para a direita: Seulgi, Yeri, Wendy, Joy e Irene. Grupo é reconhecido por sua versatilidade. Foto: SM Entertainment/Twitter

Da esquerda para a direita: Seulgi, Yeri, Wendy, Joy e Irene. Grupo é reconhecido por sua versatilidade. Foto: SM Entertainment/Twitter


O quinteto formado pela SM Entertainment, também uma das três maiores empresas de música da Coreia do Sul, estreou em setembro de 2014 com o single “Happiness”. O nome do grupo, inspirado na receita de bolo, remete aos dois lados que elas mostram ao público: o lado “red” é mais vibrante e colorido, enquanto o lado “velvet” é mais sensual e maduro.

 

O grupo consiste de cinco integrantes: Irene é a mais velha e também é a líder, Seulgi, Wendy, Joy e a mais nova, Yeri, que se juntou ao conjunto em 2015.

 

O grupo passou por um longo hiato após o acidente da integrante Wendy em dezembro de 2019, enquanto elas ensaiavam para o festival musical de fim de ano da emissora SBS, o “Gayo Daejun”. Nesse tempo, as integrantes Irene e Seulgi estrearam em um sub-unidade, enquanto Joy estreou solo. Wendy também começou uma carreira solo após, felizmente, ter se recuperado.


Dentre as músicas de maior sucesso do grupo estão “Red Flavor”, lançada em 2017, “Bad Boy” lançada no começo do ano seguinte e “Psycho”, lançada ao final de 2019. O grupo está com retorno marcado para este mês, com o lançamento de “Feel My Rhythm”.

 

'Queendom' marca o retorno do quinteto após mais de um ano de hiato. A canção é uma celebração aos sete anos do grupo. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube). 



Lançada em 2017 durante o verão coreano, 'Red Flavor' fez um enorme sucesso no país e é lembrada até hoje pelo público. A música é considerada o maior sucesso do Red Velvet. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube).



É comum que artistas lancem singles natalinos durante dezembro, mas 'Psycho' viralizou mesmo combinando mais com o Dia das Bruxas. As harmonizações entre as integrantes são o ponto alto da faixa, contida no EP 'The ReVe Festival: Finale'. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube).


 

BLACKPINK

 

O quarteto foi um dos primeiros atos asiáticos a se apresentar no Coachella. Da esquerda para a direita: Lisa, Jisoo, Jennie e Rosé. Foto: YG Enterianment/Twitter

O quarteto foi um dos primeiros atos asiáticos a se apresentar no Coachella. Da esquerda para a direita: Lisa, Jisoo, Jennie e Rosé. Foto: YG Enterianment/Twitter


Atualmente um dos maiores grupos femininos da geração, não só na Coreia, mas em nível internacional, o quarteto da YG, que também é uma das maiores empresas do ramo musical no país, estreou oficialmente em 2016 com os singles “Boombayah” e “Whistle”.

 

O grupo consiste de quatro integrantes: Jisoo, Jennie, Rosé e Lisa, que é tailandesa.

 

As quatro são um fenômeno nas redes sociais e embaixadoras de marcas de grife, como Chanel, Saint Laurent, Dior e Celine. O grupo marcou presença em 2020 com a música “How You Like That”, e foi o primeiro a conseguir atingir 1 bilhão de visualizações no YouTube.

 

O grupo também foi o primeiro do K-Pop a se apresentar no festival Coachella, um dos mais celebrados e populares de música do mundo.

'Ddu-Du Ddu-Du' foi o primeiro clipe de um grupo de K-Pop a alcançar 1 bilhão de visualizações, sendo o segundo vídeo musical coreano a atingir tal feito - o primeiro foi 'Gangnam Style' de Psy, que fazia parte da mesma agência que o quarteto à época. (Reprodução: YG Entertainment - Youtube).


'As If It's Your Last' foi o único lançamento do Blackpink em 2017. Com uma vibe mais "fresh", a canção foi lançada no verão e também fez bastante sucesso. (Reprodução: YG Entertainment - Youtube).


O terceiro e último single do primeiro álbum de estúdio do grupo, 'The Album', 'Lovesick Girls' causou polêmica e gerou protestos por parte de profissionais da saúde que pediram a remoção da cena da integrante Jennie vestida de enfermeira. (Reprodução: YG Entertainment - Youtube).

 

Girls’ Generation

 

A formação original com as nove integrantes. Da esquerda para a direita: Sunny, Tiffany, Sooyoung, Seohyun, Yuri, Yoona, Jessica, Hyoyeon e Taeyeon. Foto: SM Entertainment

A formação original com as nove integrantes. Da esquerda para a direita: Sunny, Tiffany, Sooyoung, Seohyun, Yuri, Yoona, Jessica, Hyoyeon e Taeyeon. Foto: SM Entertainment


Até hoje um dos mais influentes e conhecidos grupos da música coreana, o SNSD, como também é conhecido por sua sigla derivada do nome do grupo em coreano, teve um começo difícil. Logo no começo da carreira, foram boicotadas em um festival musical: enquanto se apresentavam, uma grande parte do público desligou seus “lightsticks”.

 

Lightsticks nada mais são do que pequenos cetros iluminados personalizados e que os fãs usam para mostrar apoio ao seu grupo favorito durante um show. É como um bastão de luz, porém mais elaborado.

 

Porém o noneto deu a volta por cima, e conquistou a Coreia do Sul com os sucessos “Gee” e “Genie”. A música de estreia, “Into the New World”, se tornou basicamente um hino para o povo sul-coreano, e é muito utilizado durante passeatas.

 

Originalmente o grupo consistia de nove integrantes, sendo elas: Taeyeon, Jessica, Sunny, Tiffany, Hyoyeon, Yuri, Sooyoung, Yoona e Seohyun. Jessica deixou o grupo em setembro de 2014, após conflitos internos com os demais membros e com a empresa que gerencia o grupo, a SM Entertainment. Tiffany, Sooyoung e Seohyun deixaram a companhia em 2017, durante o aniversário de 10 anos do grupo.

 

Atualmente, Taeyeon e Tiffany são cantoras solo enquanto Jessica se dedica a sua marca de grife, a Blanc & Eclare, fundada em 2014, mesmo ano em que deixou o Girls’ Generation. Sooyoung, Yuri, Yoona e Seohyun são atrizes, Hyoyeon é DJ e Sunny aparece ocasionalmente em programas de variedade.

 

Lançada em 22 de junho de 2009, 'Genie' foi a primeira parceria do Girls' Generation com produtores ocidentais. A canção fala sobre realizar os desejos de seu parceiro. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube).


Um dos maiores sucessos do grupo e uma das canções mais reproduzidas da Coreia do Sul, 'Gee' fez o público se apaixonar pelo SNSD após o boicote que as integrantes sofreram no Dream Concert de 2008. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube).



'Into the New World' é o single de estreia do grupo. A música virou um hino na Coreia, sendo muito usado em protestos e passeatas. (Reprodução: SM Entertainment - Youtube).



Perfume

 

O trio se tornou um fenômeno no Japão. Da esquerda para a direita: Yuka Kashino, Ayano Ōmoto (meio) e Ayaka Nishiwaki. Foto: Twitter

O trio se tornou um fenômeno no Japão. Da esquerda para a direita: Yuka Kashino, Ayano Ōmoto (meio) e Ayaka Nishiwaki. Foto: Twitter


O trio japonês de música eletrônica surgiu em Hiroshima, em 2003, e consiste desde então de Ayano Omoto, Yuka Kashino e Ayaka Nishiwaki. Porém sua estreia oficial foi em 2005 com o single “Linear Motor Girl”, lançado em nível nacional.

 

O grupo ascendeu ao estrelato em 2007 com a música “Polyrhythm”, que foi escolhida como a canção-tema para uma campanha de reciclagem promovida pelo canal NHK. O trio já lançou seis álbuns de estúdio, sendo o disco "Future Pop", lançado em 2018, o mais recente. Em setembro do ano passado lançaram o EP "Polygon Wave".

 

O trio também se tornou o primeiro grupo da história da música japonesa a se apresentar no Coachella, também em 2019 como o quarteto Blackpink.


O mais recente single do Perfume, intitulado 'Flow', foi lançado na última quarta (09) e será a música-tema do novo drama da TBS, 'Fight Song'. (Reprodução: Universal Music - Youtube).
'Spending All My Time' foi lançada agosto de 2012 e marca a primeira tentativa do grupo em um single completamente em inglês. (Reprodução: Universal Music - Youtube).

Terceiro single do álbum 'Cosmic Explorer', 'Pick Me Up' conta com a participação especial da banda de rock norte-americana OK Go no clipe oficial. (Reprodução: Universal Music - Youtube).
Além desses grupos, há outros que também valem a pena conhecer. O Oh My Girl estreou em 2015 com a música "Cupid", mas só estorou em 2020 com duas músicas, "Nonstop" e "Dolphin", ambas do mesmo EP. O GFriend, que também fez sua estreia no mesmo ano, infelizmente se separou no ano passado, mas deixou alguns lançamentos bem marcantes, como "Navillera", "Me Gustas Tu" e "Rough", as três canções de maior sucesso do grupo. Além disso, três das seis ex-integrantes formaram um trio chamado Viviz, vale a pena conferir.

Já no J-Pop vale a pena conhecer o Keyakizaka46, que passou por um "rebranding" em 2020 e passou a se chamar Sakurakaza46. O Keyaki é grupo-irmão do Nogizaka46 e ambos pertencem à franquia "46 Group", que foi criada pelo mesmo produtor do AKB48 com a intenção de rivalizar a franquia "48 Group", a qual pertencem o AKB e seus grupos-irmãos, como o HKT48 e o SKE48. Algumas músicas bem notórias do Keyakizaka são "Silent Majority" e "Fukyouwaon".

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »