10/03/2022 às 22h16min - Atualizada em 10/03/2022 às 22h13min

Sevilla sai na frente contra West Ham pelas oitavas da Liga Europa

Com gol de Munir, espanhóis abrem vantagem na competição continental

Felipe Sousa - labdicasjornalismo.com
Munir celebra gol marcado contra West Ham (Cristina Quicler/AFP)
O Sevilla, maior campeão da história da Liga Europa da UEFA, demonstrou mais uma vez a sua força no torneio ao derrotar o West Ham no jogo de ida das oitavas de final disputado nesta quinta-feira (10) no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán. O único gol da partida foi marcado por Munir, em jogada ensaiada.

Com o resultado, os rojiblancos jogam pelo empate no jogo de volta, que será disputado na próxima quinta-feira (17) no London Stadium. Os donos da casa tomaram um susto antes mesmo do pontapé inicial, quando Rakitic lesionou-se no aquecimento e foi cortado de última hora. A equipe manteve um bom volume de jogo e criou chances, mas teve dificuldades na articulação das jogadas. Na etapa final, contudo, o Sevilla conseguiu pressionar o adversário e marcou o gol com Munir, que substituiu o croata na escalação inicial.

O West Ham também teve suas chances, especialmente no primeiro tempo, mas jogou abaixo do esperado e limitou-se a defender na maior parte do jogo. De consolo, restou apenas o confronto ainda em aberto para a volta em Londres.

PRIMEIRO TEMPO

Com vários desfalques, entre eles a repentina baixa de Rakitic, o Sevilla não se intimidou e pressionou desde o primeiro momento. Aos três minutos, Navas acionou Tecatito em velocidade pela direita; ele cruzou para dentro da área e Munir cabeceou com perigo. A resposta dos ingleses veio no minuto seguinte, quando Antonio girou contra a marcação, arrancou em direção ao gol e chutou na rede pelo lado de fora.

Aos dez minutos, o West Ham perdeu uma grande chance com Vlasic, que recebeu passe de cabeça de Rice e, livre na área, cabeceou em cima do goleiro Bono; no rebote, Antonio furou. O Sevilla tinha mais posse de bola e acumulou finalizações: Munir recebeu na meia lua e chutou para fora aos 26 e Areola foi obrigado a defender um cabeceio de En-Nesyri dois minutos depois. O West Ham ainda levou perigo com Vlasic, em chute que passou perto da trave esquerda. Ainda que tivesse o controle do jogo, o Sevilla pecava em articular melhor as suas jogadas de ataque e o cenário se seguiu até o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

O West Ham obrigou o goleiro Bono a trabalhar em um chute de fora da área de Soucek, após bom pivô de Antonio. Mas o Sevilla continuou na pressão e empurrou os Hammers para o seu próprio campo. Aerola fez algumas intervenções, em especial aos 11 minutos após cabeceio de En-Nesyri.

O gol finalmente saiu aos 14 minutos: em cobrança de falta perto da área, Acuña encontrou Munir sem qualquer marcação; o marroquino finalizou de primeira no canto esquerdo e abriu o placar para o Sevilla. Tecatito quase ampliou minutos depois após aproveitar cruzamento de Oliver Torres; o atacante driblou Zouma e finalizou para fora em chute com desvio.

Torres quase marcou aos 20 minutos, quando recebeu passe de Munir na linha de fundo e chutou para defesa de Areola. Ocampos também teve sua chance de aumentar a vantagem depois de aproveitar uma falha da defesa do West Ham, mas finalizou para fora.

A única chance de perigo do West Ham no segundo tempo aconteceu somente aos 25 minutos, quando Lanzini aproveitou bom cruzamento e foi travado por Navas no momento da finalização. Por fim, Ocampos levou perigo aos 38 minutos em chute que passou muito perto da meta de Aerola. Com o adversário sem forças para reagir, o Sevilla apenas administrou o resultado e aguardou o fim do jogo para celebrar a vitória.

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

As duas equipes voltam suas atenções para as ligas nacionais: enquanto o Sevilla visita o Rayo Vallecano no domingo (13) pelo Campeonato Espanhol (às 10h de Brasília), o West Ham terá compromisso no mesmo dia contra o Aston Villa em casa pelo Campeonato Inglês (às 11h de Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »