18/03/2022 às 23h32min - Atualizada em 18/03/2022 às 23h04min

A história da categoria de Melhor Animação no Oscar

Com surgimento recente, a premiação é dominada pela Disney

Júlia Victória - Editado por Ana Terra

O Oscar é conhecido por premiar as melhores produções do cinema mundial. Entre as principais categorias está a de Melhor Animação. Contudo, apesar da relevância, a sua origem é bem recente. A primeira estatueta entregue para uma produção animada ocorreu somente em 2002.

Antes da criação de uma categoria exclusiva, a Academia contemplou as animações através de outros meios, como por um Oscar honorário ou encaixando este estilo de filme em grupos diferentes. Foi assim em 1939 com Branca de Neve e em 1996 com Toy Story. Mas até então eram premiados com critérios de “uma significativa inovação” para o cinema.
 

Raros eram os títulos que conseguiam chegar ao patamar de Melhor Filme, Bela e a Fera (1992) é um exemplo das poucas animações que foram indicadas ao reconhecimento mais importante da cerimônia. A justificativa para a escassez era que a produção das obras do gênero eram fracas. O desinteresse dos membros também era um obstáculo para a presença. Com o surgimento e fortalecimento de outros estúdios, como a Warner, DreamWorks, Pixar, os organizadores do Oscar se viram obrigados a dar atenção ao nicho e começaram discussões sobre um prêmio exclusivo das animações. 
 

As ideias tiveram início em 2001 e no ano seguinte o Oscar finalmente apresentou a categoria de Melhor Animação. O vencedor foi Shrek, que competiu com Monstros S.A e Jimmy Neutron.

Fonte: DreamWorks

Fonte: DreamWorks

Em 2003, o público conheceu uma obra produzida por um estúdio inovador. O Studio Ghibli foi o responsável por levar a estatueta para fora do cenário de Hollywood. A animação japonesa A Viagem de Chihiro conquistou os jurados e é uma das únicas produções internacionais a sair vencedora.

Fonte: Studio Ghibli

Fonte: Studio Ghibli

Mas o que poderia ser um aceno aos produtores independentes, foi apenas uma falsa esperança. Uma das grandes críticas a essa categoria é a falta de oportunidades e a supervalorização de filmes de estúdios grandes. Desde 2004, a maioria das vitórias fica com a Disney. 
 

As exceções foram as vitórias de Wallace & Gromit: A Batalha dos Vegetais, em 2006, produzido pela Aardman Animations, Rango em 2012, da Nickelodeon Movies, e Happy Feet, da Warner Bros., em 2007. Nas outras 15 disputas, todas ficaram com a Disney, dividindo-se entre produções da Pixar e da Marvel (que levou o Oscar em 2019 por Homem Aranha no Aranhaverso).

Filmes de estúdios relativamente desconhecidos têm a chance de disputar. O ponto interessante é que estes ganham destaque em outras premiações como Globo de Ouro, Prêmio do Sindicato dos Atores e no BAFTA, a Academia Britânica de Cinema. Mas ao chegar ao Oscar, deparam-se com um comodismo dos jurados que têm a preferência e a predisposição de escolher sempre os mesmos.

 
Um exemplo disso foram as animações Klaus e Missing Link que se destacaram na temporada pré-Oscar em 2020. Mas ao chegarem na grande noite, perderam para Toy Story 4.     
Klaus venceu como Melhor filme de animação no BAFTA e no Annie Awards

Klaus venceu como Melhor filme de animação no BAFTA e no Annie Awards

fonte: Netflix Animation
Dez anos depois do surgimento da categoria, a situação para 2022 não é muito diferente. Dos cinco indicados, três são da Disney: Encanto, Raya e o Último Dragão e Luca. Os outros dois que correm por fora são Flee, um documentário animado de origem dinamarquesa, e A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas.
Fonte: Disney/Divulgação

Fonte: Disney/Divulgação

O vencedor será conhecido no dia 27 de março e, por enquanto, as apostas tornam Encanto como o favorito para conquistar a estatueta deste ano.
 
Referências
REININGER, Daniel. Todos os vencedores do Oscar de Melhor Animação. Cine Click, 2022. Disponível em: https://cineclick.uol.com.br/listas/galerias/vencedores-oscar-melhor-animacao. Acesso em: 18 mar. 2022. 
VIANA, Thamires. Onde assistir as animações indicadas ao Oscar 2022. Cine Click, 2022. Disponível em: https://cineclick.uol.com.br/noticias/onde-assistir-as-animacoes-indicadas-ao-oscar-2022. Acesso em: 18 mar. 2022. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »