23/03/2022 às 15h36min - Atualizada em 21/03/2022 às 17h20min

Brasil em alta na indústria musical

Os números da indústria fonográfica brasileira apontam crescimento e o país está em destaque no mercado

Beatriz Costa Rodriguez - editado por Larissa Nunes
Anitta, Luísa Sonza e Pabllo Vittar. (Foto: Reprodução / Site Purepeople)

Nos últimos anos, a indústria musical nacional vem apresentando projeções de crescimento e de pouco em pouco, o Brasil está conseguindo se consolidar como uma das principais potências do mercado mundial de música. Segundo dados do IFPI, de 2018 para 2019, a indústria fonográfica cresceu 13%, já no período de 2020 apresentou um crescimento de 30% em relação ao ano anterior com  perspectiva de aumentos constantes pelo menos até 2025.
 

Podemos ver essa tendência de crescimento, quando no final de 2021 no Spotify, pela primeira vez o português superou o espanhol como principal idioma Latina entre as músicas mais escutadas. Outra prova disso, foi quando no Carnaval de 2022, todas as 11 primeiras músicas do Top 50 da plataforma no Brasil tiveram mais de 1 milhão de streams.


O crescimento expressivo da indústria musical no Brasil, fez com que a Billboard estreasse uma nova tabela para monitorar semanalmente  as 25 músicas mais populares no país.


Anitta
 

A cantora é um dos maiores nomes da música no Brasil e desde de 2016 com as músicas “Ginza” com feat do J Balvine, "Sim ou Não" com o Maluma e em 2019 realizou até um feat com a Madonna, a carioca está no processo de expandir a sua carreira musical e se internacionalizar.
 

Com toda a trajétoria que Anitta vem percorrendo nos últimos cinco anos, a artista conseguiu consolidar sua música fora do país em especial no mercado latino, e recentemente, aproveita seu sucesso de colaborações nos Estados Unidos e na Europa. A Revista Forbes divulgou um artigo sobre Brandon Silverstein, empresário de Anitta, onde a cantora é citada como um dos maiores nomes da indústria fonográfica atualmente. Sempre se destacando pelas suas estratégias de marketing mirabolantes, a cantora sabe como fazer o seu nome acontecer.
 

A música "Envolver" se tornou um hit por conta do sucesso que teve no aplicativo TikTok; Envolver chegou ao #21 no Top 50 Global. A música viralizou no TikTok como “el passo de Anitta” e se tornou a melhor estreia da cantora depois de ultrapssar mais de 2 milhões de streams no Spotify.
 

 

A cantora sempre defendeu sua vontade de expandir o funk para outros países e para isso ser concretizado, ela está tentando conquistar novos públicos explorando diferentes gêneros e ritmos em seus novos lançamentos, como por exemplo o hit "Boys Dont´t Cry" que fez muito sucesso mundialmente e tem uma pegada pop-punk.
 

Focada em sua carreira internacional, Anitta vai se apresentar nos festivais Coachella, Lollapalooza Paris, Rock in Rio Lisboa, e para futuros projetos, a cantora planeja lançar nos próximos meses um disco internacional com grandes produtores estrangeiros, o ‘’Girl From Rio’’.
 

Segundo dados da Associação Brasileira de Música Independente (ABMI), o Brasil tem 60 milhões de usuários em plataformas de streaming. E adicione aí os dados do YouTube: são 105 milhões de internautas ativos entre 18 e 65 anos na plataforma de vídeos. Logo, a força da música brasileira está muito ligada a internet, o TikTok e as plataformas digitais que ajudam no crescimento da indústria musical nacional.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »