28/03/2022 às 18h38min - Atualizada em 28/03/2022 às 15h19min

Análise: Base resolve, e São Paulo avança para mais uma final de campeonato

Jovens promessas não sentem à pressão e começam a tomar conta do Tricolor

Brendo Romano - Editado por: Alan Martins
Jogadores da base mostram evolução e ganham mais espaço com Rogério Ceni. Foto: Divulgação/São Paulo FC

No início do ano, o São Paulo passou por uma reformulação e diversos jogadores foram contratados para mudar o rumo da equipe na temporada 2022. No ano anterior, após o título do Campeonato Paulista, a equipe caiu de rendimento e escapou do rebaixamento no Campeonato Brasileiro nas últimas rodadas. Por isso, nesta temporada chegaram nomes como: Alisson, Rafinha, Patrick, Andrés Colorado e Nikão, mas foram os jogadores da base que colocaram o Tricolor em mais uma final de estadual. Aliás, Cotia é o ponto forte de um clube que sofre com a grave crise financeira e as dívidas milionárias.

Na próxima quarta-feira (30), o Tricolor Paulista recebe o Palmeiras, às 21h40 (horário de Brasília), no estádio do Morumbi. Em 14 jogos disputados, foram nove vitórias (64,3% de aproveitamento dos pontos), dois empates (14,2% de aproveitamento dos pontos) e três derrotas (21,4% de pontos desperdiçados). Números que explicam a boa fase e o excelente início de trabalho do técnico Rogério Ceni.

Além disso, o treinador conseguiu dar oportunidades para todos os jogadores e tem feito um rodízio muito interessante no estadual. Não há um titular absoluto e todos devem mostrar que estão aptos para defender as cores do São Paulo. Por outro lado, Rogério encontrou na base a força e o equilíbrio de sua equipe. Nomes como Diego Costa, Welington, Igor Gomes, Pablo Maia, Rodrigo Nestor e Marquinhos estão se destacando neste início de temporada.

Diego Costa estava encostado e em baixa com a torcida do clube, mas a chegada de Rogério Ceni mudou tudo isso. O zagueiro participou de dez jogos, não distribuiu nenhuma assistência e não marcou gols. Entretanto, o jogador melhorou o desempenho e vem se destacando pelo clube do Morumbi. Welington é outro que se tornou um dos xodós da torcida. O lateral-esquerdo tem a difícil missão de substituir Reinaldo e quando acionado tem correspondido. Foram seis jogos disputados, com um gol marcado e um total de 336 minutos em campo.

Igor Gomes é mais um dos jovens que mostram qualidade no time. No entanto o jogador é alvo de diversos ataques por parte da torcida e tenta dar a volta por cima no clube. Em 11 jogos, o meia não marcou gols e não deu assistências. O bom preparo físico e a polivalência em campo são características que agradam a Rogério Ceni. Pablo Maia é a grande revelação do clube e um excelente marcador. O volante tem muito qualidade técnica, sabe sair jogando e tem um ótimo poder de marcação. Além disso, possui boa precisão em chutes de média e longa distância. Atualmente, o atleta é titular absoluto e colocou Luan no banco de reservas. Foram dez jogos disputados, com um gol marcado e uma assistência.

Rodrigo Nestor é acima da média, pois tem muita qualidade técnica, ótimos passes e capacidade de criar jogadas. O atleta se destaca também pelas boas finalizações de média distância. Em 13 jogos, foram dois gols marcados e quatro assistências. Números que colocam o meia como garçom do clube em 2022. Outro que chama a atenção pela rapidez, agilidade, técnica e efetividade no ataque é Marquinhos. O jovem atacante é muito querido entre os torcedores e peça importante para o clube paulista. Em dez jogos disputados, foram dois gols marcados e uma assistência. Além disso, o atleta atuou por um total de 269 minutos na competição estadual.

Aos poucos, o São Paulo vai se reencontrando novamente e o futuro da maioria de seus jovens jogadores é promissor. A verdade é que muitos deles não irão permanecer no clube por muito tempo, pois é inevitável o assédio de times europeus. Assim, Cotia segue como um grande celeiro do futebol e rende bons frutos para a equipe paulista.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »