28/03/2022 às 23h19min - Atualizada em 28/03/2022 às 23h08min

Chile precisa vencer e secar para chegar na repescagem da Copa

Time comandado por Martín Lasarte precisa ganhar do Uruguai e torcer contra os peruanos para conseguir uma última oportunidade de se classificar para o Mundial de seleções

Daniel Godoy - labdicasjornalismo.com
Chile corre risco de ficar fora da Copa. Foto: Divulgação/Fifa
Chile e Uruguai se enfrentam nesta terça-feira (29), às 20h30 (horário de Brasília), no estádio San Carlos de Alpoquindo, em jogo válido pela última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar. Os mandantes ocupam a 7ª posição, com 19 pontos e tenta uma vaga na repescagem, que neste momento está com a seleção peruana, atual 5ª colocada com 21 pontos.

Ou seja, Chile precisa ganhar e torcer por uma derrota dos peruanos. Quem avançar em quinto vai esperar pelo confronto entre Emirados Árabes x Austrália, que definirá o classificado da repescagem asiática, em data a ser confirmada; desse embate sairá o rival da seleção sul-americana.  A decisão será em junho, no Catar.

A tendência é que a partida desta terça seja equilibrada e que ambos os times proponham o jogo, principalmente os chilenos, pois para eles é o jogo da vida. Além disso, La Roja contará com o apoio da torcida, que é um grande reforço fora das quatro linhas.

Esta pode ser a segunda vez vez seguida que o Chile fique fora da Copa do Mundo. Em 2018, a equipe foi eliminada depois de perder para o Brasil por 3 x 0 na última rodada das Eliminatórias em 2017. Naquela época, terminou em 6° lugar, com 26 pontos. Teve a mesma pontuação do Peru, mas ficou fora da repescagem porque teve um saldo de gols menor.


CHILE

O time dirigido pelo técnico Martín Lasarte não tem desfalques para esta partida e deve ir à campo com força máxima.

Para conseguir a vaga na repescagem, a La Roja precisa vencer a equipe celeste, torcer para que a Colômbia não vença a Venezuela e o Peru precisar perder para a Seleção Paraguaia.

Lasarte acredita que o time chileno precisa cumprir o dever de casa antes de pensar em outros resultados. “Aqui há uma realidade e é a de que devemos fazer o nosso trabalho amanhã. Os outros resultados podem acontecer, mas seria triste se nesse cenário não conseguíssemos o nosso”, disse o treinador.

Os chilenos perderam a última partida que disputaram contra a Seleção Brasileira pelo placar de 4x0, na quinta-feira (24) no Maracanã.

Escalação do Chile: Bravo; Diaz, Medel e Roco; Isla, Vidal, Aranguiz, Baeza e Suazo; Sánchez e Vargas. Técnico: Martín Lasarte

URUGUAI


Assim como os chilenos, os uruguaios também entrarão em campo com todos os atletas à disposição, mas pode não usar a força total, pois jogará apenas para cumprir tabela.

Depois da chegada do técnico Diego Alonso, que substitui Óscar Tabárez, o Uruguai venceu os três jogos que disputou sob o comando do novo treinador. A equipe celeste conseguiu a classificação com uma rodada de antecedência porque está há quatro pontos de vantagem em relação a Seleção Peruana e não pode mais ser alcançada. Com isso, entrará em campo menos pressionada. Entretanto, ainda quer ultrapassar o Equador, que está com 25 pontos, em 3° lugar. Para conseguir o objetivo, sem muitas dificuldades, basta vencer o Chile e torcer para que os equatorianos não vençam a Argentina.

O Uruguai venceu o Peru por 1x0 na quinta-feira (24) no estádio Centenário. Foi uma partida polêmica pois os peruanos reclamam que, no cruzamento de Trauco, o goleiro Rochet pegou  a bola dentro do gol, mas como VAR não conseguiu uma imagem definitiva, não validou.

Escalação do Uruguai: Rochet, D Suarez, Gimenez, Araújo e Oliveira; Pellistri, Bentancur, Valverde, Arrascaeta; Nuñez e Luis Suárez. Técnico: Diego Alonso

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

O retrospecto entre as duas equipes favorece os uruguaios. No total, foram 82 confrontos, 45 vitórias do Uruguai, 18 do Chile e 19 empates.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »