02/07/2019 às 02h03min - Atualizada em 02/07/2019 às 02h03min

Cosplayer comete grave penalidade e é desclassificado na última etapa do WCS Brasil

Atitude cometida pelo participante revoltou à comunidade cosplayer nas redes sociais

Pedro Dias - Editado por Igor Cartiê
Arte/site:CNET
O reconhecimento de cada pessoa vem através do esforço. A vitória precisa ser comemorada, mas não precisa ser jogada na cara das outras pessoas não vitoriosas. Como forma de menosprazer o esforço do outro.
 
O caso aconteceu no dia 30 de junho durante uma premiação do WCS Brasil, realizada pela Yamato, no evento “Abraçolandia” localizado no bairro Vila Mariana – SP. O ganhador do WCS Brasil ofendeu uma outra participante do concurso por desavenças pessoais.
 
O World Cosplay Summit é uma competição mundial de cosplay com o objetivo de reunir duplas cosplayers vencedoras de cada país. Cada dupla cosplayer vencedora viaja até o Japão para o duelo “Lipsync for your lives”.
 
Hoje em dia, as etapas brasileiras são realizadas pela organização Yamato. Anteriormente, essas etapas eram realizadas pela Editora JBC – editora nipo-brasileira com atuação no mercado editorial em língua portuguesa tanto no Brasil como no Japão.
 
Recentemente, a edição final do WCS aconteceu no domingo (30) no evento “Abraçolandia” na cidade de São Paulo. Durante o evento foram realizadas diversas atrações para os palcos destacados pela organização do evento.

 

O evento traz como convidado no palco principal o M.C. Marcos Aguena & Ale Palley e atrações como: “Patati Patatá”, “Trem da Alegria”, e também, “Polegar Tributo” e outras atividades e convidados no palco principal do evento.
 
Já na parte do Palco Infantil, o público conta com a presença da M.C. Kika & Isabela, DJ Mirim – Juliana Dospir, Grupo Ballet, e também, Vinny Moraes. Além de outras participações no palco infantil.
 
O foco maior está no palco cosplay. Já que o assunto que repercutiu nas redes sociais é o tema principal nos grupos e fóruns da internet. Atividades como: “Mundo Kpop – Patrícia e Carol”, “Dublagem com os atores Paulo Porto e Bruno Porto”, “Concurso – Cos Desfile” e “WCS – Concurso”.

 
Fonte: Site Oficial do Evento

Logo após a participação dos cosplayers no WCS Brasil, promovido pela Yamato, o apresentador Daniel Verna anunciou os vencedores da etapa final do WCS Brasil. Os ganhadores Allan Mathias e Mariana Queiroz fizeram uma apresentação de Ganondorf e Zelda. Em seguida, o cosplayer Allan Mathias teria cometido uma penalidade grave que revoltou à comunidade cosplayer.
 
Allan Mathias teria dito “Ch*pa” para uma das participantes do concurso e avançado para à frente do palco com o propósito de ser ovacionado como vencedor.



O objetivo dessa agressão verbal teria sido por conta de uma desavença pessoal com uma cosplayer. Como consequência da euforia de ter recebido prêmio, a reação de Allan foi considerada inadequada. Conforme mostra no vídeo, os cosplayers que estão no fundo do palco ficam chocados com a cena seguinte: um homem vestido de camisa preta que saiu de trás do palco foi questionar essa atitude feita pelo vencedor. Além disso, no momento da discussão na frente do palco, a parceira de Allan quase caiu do palco principal para a parte debaixo dela.  
 
Rapidamente, o apresentador Daniel Verna correu para à frente de Allan e desse homem que estava discutindo com o cosplayer no intuito de evitar uma possível briga maior na frente de todos. Depois da situação ocorrida no palco cosplay, Allan e Mariana posaram com o troféu e o cheque.

 

Em nota, a Yamato postou nas redes sociais uma resposta sobre os acontecimentos ocorridos: “A Yamato Cosplay, organizadora do WCS Brasil, informa que devido aos acontecimentos ocorridos na premiação do WCS 2019 sediado no evento Abraçolândia, a dupla vencedora Allan Mathias e Mari Luna foi desclassificada com base nas normas de Fair Play, que faz parte das regras oficiais no capítulo de penalidades”.
 
No mesmo comunicado: “A Organização informa que não concorda e não compactua com a atitude ocorrida e, portanto, imediatamente efetuou uma reunião de emergência com seu corpo de jurados a fim de tomar a decisão supracitada e vir conforme indicação de seu jurídico manifestar-se mediante ao público por meio desta nota”.
 
Portanto, houve uma nova classificação oficial do concurso WCS Brasil 2019. O novo resultado ficou como:

1º Lugar - Jessy e Patri Popes


Fonte: Facebook da Yamato Cosplay

2º Lugar - Jayke e Samui


Fonte: Facebook da Yamato Cosplay

3º Lugar - Kassan e Nanashi

 
Fonte: Facebook da Yamato Cosplay

A Yamato reforça no conceito que não concorda, sob nenhuma circunstância, qualquer tipo de agressão. Seja uma agressão física ou moral. A Organização Yamato e a Comissão Julgadora do WCS Brasil fizeram diversas análises, tanto nos vídeos, do próprio participante e do Staff pessoal da dupla Kassan e Nanashi. A dupla Allan Mathis e Mariana Queiroz infringiram a regra 3.4 do contrato de participantes, e por tanto, a decisão de desclassificar a dupla é enquadrada nestes termos previstos no contrato.
 
O intuito é reunir os participantes, trocar experiências, e principalmente, fazer amizades. Isso é o motivo da realização destes concursos. Transformando este ambiente em um lugar melhor.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »