01/05/2022 às 04h33min - Atualizada em 01/05/2022 às 04h33min

Merengues celebram título do Real com grito de "sim, nós podemos”

Após conquistar a 35ª La Liga, torcedores lotam praça e incentivam time para o confronto decisivo da próxima quarta-feira, que vale vaga na final da Champions

Paulo Octávio - Editado por: Alan Martins
Com camisa especial, jogadores celebram a conquista La Liga em casa. Foto: Víctor Carretero / Real Madrid
Enganou-se quem esperava uma festa protocolar dos madrilhenos para o 35º título espanhol do Real Madrid em La Liga. Após a vitória por 4 a 0 sobre o Espanyol, neste sábado (30) - com gols de Rodrygo (2x),  Asensio e Benzema -,  a praça de Cibeles foi tomada por milhares torcedores. Em meio a celebração, surgiu o grito de “si, se puede”  um mantra para apoiar o time no jogo da próxima  quarta (4) em que o Madrid precisa ganhar do Manchester City por dois gols de diferença para chegar a final da Liga dos Campeões.
 
O título consagrou o técnico Carlo Ancelotti e o volante Marcelo. O italiano fez a “quina” e conquistou a última grande liga europeia que faltava em seu currículo. Antes já tinha ganho campeonato italiano, francês, alemão e inglês. Já o brasileiro estabeleceu-se como o maior vencedor de taças (24) com a camisa dos Merengues.
 
Com 81 pontos, além do título, o clube carimbou vaga na próxima Champions de 2022/2023.  Já o Espanyol ficou com 39 pontos, a  uma distância de nove pontos do Granada, o primeiro dentro da zona de rebaixamento. Faltam quatro rodadas para o fim do torneio.
 
1º TEMPO
 
Com uma equipe mista, o Real quis resolver a partida o mais rápido possível. Logo aos dois minutos, Modric aproveitou falha na saída de bola dos rivais e serviu Mariano Dias, que foi interceptado. Os visitantes tiveram uma boa chance na sequência. Após escanteio, Puado dividiu e bateu para defesa segura de Courtois. Depois só deu Madrid. Aos 12, Casemiro serviu Mariano, que tocou de cabeça na trave. E ainda Modric cruzou de novo para o dominicano, mas não era dia para ele marcar.
 
Aos 32, depois de tanto tentar, o Real fez o primeiro gol. Rodrygo tomou da marcação e serviu Marcelo, que devolveu e deixou o brasileiro na cara do gol. O jogador bateu no cantinho de López.  Aos 42 saiu o segundo em um lance parecido. Díaz  tomou da zaga e acionou Rodrygo. O jovem driblou o marcador e bateu para o fundo da rede.
 
2º TEMPO
 
Espanyol quase diminuiu o placar em um lance fortuito. No cruzamento, Mariano desviou para trás e por pouco não fez contra. Porém aos nove, Mariano começou a jogada pela direita e deu para Asensio, que avançou, bateu na saída do goleiro e carimbou o terceiro.
 
Aos 16, Vital fez Courtois trabalhar pela última vez. Nove minutos depois, Isco tabelou com Vasques, que recebeu de Isco e quase fez o quarto. Logo depois, Benzema foi para o fundo e cruzou para Isco, mas Rodrygo, impedido, atrapalhou a visão do López e o gol foi anulado.
 
Não fez falta. Aos 35, Vinicius Júnior fez a jogada de linha de  fundo e cruzou para Benzema fazer o gol do título e fechar o goleada.  
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Real Madrid faz o jogo da volta da semifinal da Liga dos Campeões contra o Manchester CIty na quarta-feira, às 16h (Brasília), no Santiago Bernabeu. Já o Espanyol, em casa,  pega o Osasuna no domingo (8); às 13h30 (Brasília).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »