02/07/2019 às 17h54min - Atualizada em 02/07/2019 às 17h54min

Após divulgação das peças de modeladores, Kim Kardashian enfrenta polêmica devido a escolha do nome da sua nova marca de roupa íntima

Aposta de peças com diversos tamanhos e tons de pele faz sucesso após divulgação e por abranger diferentes tipos de corpos.

Bianca Dias - Editado por Larissa Barros
Foto: Vanessa Beecroft. Coreografia: Fatima Robinson

Na última terça-feira do mês de junho (25), Kim Kardashian divulgou o lançamento da sua mais nova marca de produtos, a então chamada Kimono. Modeladores como roupas íntimas utilizados constantemente pela socialite e por suas irmãs agora serão vendidos, em diferentes modelos e tamanhos.

Ao fazer o post anunciando a novidade, Kim afirma que sempre cortava seus modeladores em variados estilos e dificilmente encontrava algum da tonalidade da sua pele. Depois de 15 anos sendo idealizada, a marca, então, vem como inovação para ao mercado ao oferecer 9 tons e tamanhos do XXP ao 4XG.

Foto divulgação.

 

Essa iniciativa faz parte de um crescente movimento atual do mundo fashion. As marcas e seus idealizadores deixam de lado a padronização de um ideal de corpo e passam a promover a diversidade. Vimos isso, por exemplo, com Rihanna, ao lançar 40 tons de base da sua linha de maquiagem Fenty e agora com Kim Kardashian. Pelas palavras dela “É um produto feito para a mulher que trabalha”.

Atualização: Como dito anteriormente, Kim lançou a marca com a nomenclatura “Kimono”. Logo depois do anúncio, a socialite foi bastante criticada pela escolha do nome, uma vez que Kimono é uma roupa de tamanha representatividade cultural no Japão. 

 

Com a hasthag #KimOh, milhares de perfis nas redes sociais se manifestaram sobre o acontecido e até o prefeito da cidade japonesa de Quioto, Daisaku Kadokawa, publicou uma carta aberta à socialite. Ele confirma o simbolismo do Kimono à sua nação e pede para ela considerar a mudança de nomenclatura. Depois de tudo, na última segunda (1), Kim Kardashian voltou a falar do assunto em uma publicação na sua conta do Instagram. Ela disse que teve as melhores das intenções  durante a escolha da nomenclatura e, em sua essência, a marca promoveu inclusão e diversidade. Por isso, decidiu lançar sua linha com outro nome que posteriormente será divulgado. Esperemos por mais notícias!

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »