10/05/2022 às 12h43min - Atualizada em 10/05/2022 às 17h34min

Bubble: Sinopse, produção e opiniões

Com equipe de produção renomada, Bubble chama a atenção para a sua animação visualmente espetacular

Flávio Lucas - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: Netflix

Bubble estreou na Netflix no dia 28 de abril e chamou atenção por suas belezas visuais. O destaque trazido para o filme foi a sua equipe de produção que é muito bem avaliada e reconhecida por seus diversos trabalhos já de sucesso.

 

Sobre o que é o filme? (Sem spoilers)

 

Sinopse: A história se passa em Tóquio, depois que bolhas que violam as leis da gravidade choveram sobre o mundo. Tóquio é separada do mundo externo e se torna um playground para um grupo de jovens que perderam suas famílias, funcionando como um campo de batalha de duelos de parkour, nos quais os competidores saltam de prédio em prédio. Hibiki, um dos melhores competidores, conhecido por seu estilo agressivo, faz uma manobra arriscada e vai no mar de gravidade distorcida. Sua vida é salva por Uta, uma garota com poderes misteriosos. Os dois ouvem um som que só eles podem ouvir. 
(Sinopse disponível aqui)

 

Confira o trailer:

 

A produção do filme e sua dublagem

 

A animação produzida pelo Wit Studio (Vinland Saga e Attack on Titan), conta com grandes nomes em sua produção. O filme é dirigido por Tetsuro Araki (responsável pela direção de animes como Attack On Titan e Kabaneri of the Iron Fortress) e conta com Gen Urobuchi (Puella Magi Madoka Magica e Fate / Zero). O design de personagens é feito por Takeshi Obata (Death Note e Platinum End) e possui trilha sonora composta por Hiroyuki Sawano (Attack On Titan e Light and Shadow - Star Guardians Theme | League of Legends). Essa união de profissionais fez com que o filme por si só já fosse bastante falada, pois os nomes reunidos na produção são um verdadeiro dream team dos animes.

 

A versão brasileira do filme foi produzida pelo estúdio Som de Vera Cruz (KonoSuba e Re: ZERO - Starting a life in another World, com direção de Erick Bougleux (dublador do Aang e do Kazuma, diretor de Cobra Kai e Kotaro Vai Morar Sozinho) e tradução de Murillo Maldonado (No Game, No Life e Parasyte - the maxim). Os personagens principais, Hibiki e Uta, são dublados por Filipe Gimenez e Beatriz Messias.

 

O que acharam do filme?

 

Com uma aprovação de 77% no Rotten Tomatoes, o filme de romance agradou boa parte do público com seu romance simples e bonito, reforçado por seus lindos gráficos. Apesar disso, o filme chegou a ser referido no Observer como “Decepcionante ‘Bubble’ consegue trazer tédio ao anime de parkour pós-apocalíptico”.

 

O que eu achei? (Com spoilers)

 

O filme em si é visualmente bem bonito e muito bem animado, tanto nas cenas de destaque em 2D quanto nos momentos de ação em 3D. Para isso que vai o destaque: a animação, design dos personagens e trilha sonora. A história possui uma trama bem interessante na sua ideia geral - se  tratando de um romance pós-apocalíptico -, mas isso não basta. 

 

O final do filme me passou a impressão de que foi uma tentativa de impactar quem assiste, mas que era algo já previsível conforme a história avançava. Apesar de ter achado um bom romance para se assistir e passar o tempo, a falta de explicações no roteiro me incomodou bastante. Terminei de assistir o filme e só pude me questionar sobre o que eram aquelas bolhas e sua origem. Afinal, aquilo era algum ataque alienígena ou algo místico? De qualquer forma, não é um filme ruim, mas poderia ter sido mais.

 

QUINTEIRO, Thaisy. “Bubble | Diretor fala sobre os mistérios dos bastidores da animação”. Nerd Site, 2022. Disponível em: < https://www.nerdsite.com.br/bubble-diretor-fala-sobre-os-misterios-dos-bastidores/ >. Acesso em: 03/05/2022.

 

PÓSS, Karol.Resenha | Bubble (Original Netflix)”. Entreter-se, 2022. Disponível em: < https://entreterse.com.br/resenhas/resenha-bubble-netflix/ >. Acesso em: 03/05/2022.


INOA, Christopher. “Disappointing ‘Bubble’ Manages to Bring Boredom to Post-Apocalyptic Anime Parkour”. Observer, 2022. Disponível em: < https://observer.com/2022/04/disappointing-bubble-manages-to-bring-boredom-to-post-apocalyptic-anime-parkour/ >. Acesso em: 03/05/2022.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »