30/05/2022 às 02h39min - Atualizada em 30/05/2022 às 02h05min

RNG supera a T1 e vence o MSI 2022

Mesmo disputando o torneio de forma remota, por conta de problemas com a Covid-19, a equipe chinesa se sagrou campeã consecutiva do torneio

Flávio Lucas - labdicasjornalismo.com
Jogadores vencedores pela RNG. Reprodução / Twitter: Lol Esports

No último domingo (29), a Royal Never Give Up (RNG) se sagrou campeã do Mid-Season Invitational (MSI), pois venceu a T1, na Coréia do Sul, cidade de Busan. Esse duelo foi o responsável por decidir qual a melhor região do cenário competitivo de League of Legends: China (LPL), representada pela RNG ou Coréia do Sul (LCK), representada pela T1. O jogador Wei foi escolhido como o melhor jogador da final.

 

Escalação das equipes

 

O time da RNG manteve a sua escalação padrão para a final, com Bin na rota do topo (top laner), Wei na selva (caçador), Xiaohu na rota do meio (mid laner), Gala como atirador (ad carry) e Ming como suporte, os dois últimos na rota inferior.

 

A equipe da T1 também seguiu igual para a final, com Zeus no topo, Oner na selva, Faker no meio, Gumayusi como atirador e Keria como suporte.

 

Para facilitar o entendimento das escolhas de cada equipe, os campeões serão listados na ordem das posições que irão ocupar: rota do topo, selva, rota do meio, atirador e suporte.

 

1° jogo

 

A RNG montou a sua composição com o intuito de avançar em grupo e encurtar a distância com os campeões: Gwen, Viego, Galio, Tristana e Nautilus. Por outro lado, a T1  escolheu campeões para controlar a pressão durante a fase de rotas, manter a distância durante as lutas e conseguir pick-offs em cima dos adversários para manter uma vantagem constante com: Jayce, Nocturne, Azir, Caitlyn e Morgana. 

 

Logo aos 50 segundos, a RNG invadiu a selva da T1 e conseguiu o first blood (primeiro abate) para o Gala em cima do Gumayusi. Aos 14 minutos as equipes se enfrentaram e ficaram com dois abates para cada lado e a equipe da T1 aproveitou a vantagem para levar a primeira torre do jogo. 

 

Na faixa dos 32 minutos, as equipes se enfrentaram e a RNG conseguiu eliminar todos os jogadores da T1 e se encaminhou para a vitória.

 

RNG 1x0 T1

 

2° jogo

 

No jogo seguinte, as duas equipes vieram com composições focadas em teamfights. Gnar, Viego, Ahri, Xayah e Karma foram as escolhas da RNG, enquanto a T1 preferiu utilizar Gangplank, Wukong, Lissandra, Jinx e Tahm Kench. 

 

O first blood saiu em três minutos com um gank do Wei na rota superior, que levou o abate em cima do Zeus e foi cobrado pelo Oner. Ainda na rota superior, o top laner da T1 conseguiu manter a pressão em cima do Bin e levou a primeira torre da partida.

 

Mais adiante na partida, Zeus e Oner foram abatidos pela equipe da RNG que em seguida resolveu iniciar o Barão. Foi aos 23 minutos que o Faker invadiu o covil do Barão junto de Gumayusi e Keria, e conseguiu abater todos os jogadores da RNG, exceto pelo Wei.

 

Em 25 minutos, mais uma luta entre as equipes foi iniciada, desta vez pelo objetivo do dragão. O combate terminou com um triple kill do Gumayusi e a equipe da T1 foi direto para o Nexus inimigo e garantiu a vitória.

 

RNG 1x1 T1

 

3° jogo

 

Terceira partida para desempatar a série e a RNG veio mais uma vez com uma composição pronta para lutar, mas dessa vez reagindo ao adversário e aproveitando os erros, com: Gwen, Viego, Lissandra, Ezreal e Braum. Já a T1 montou uma composição totalmente focada em ir para cima do adversário e lutar 5x5 aproveitando seu potencial de iniciação, com: Kennen, Wukong, Ahri, Aphelios e Nautilus.

 

O first blood aconteceu aos três minutos com uma jogada do Wei e do Xiaohu invadindo a selva da T1 e abatendo o Oner. Em 8:45 as equipes disputaram o arauto do vale e a RNG se deu melhor, com triple kill para o Wei e posteriormente a conquista do olho do arauto.

 

No fim dos 22 minutos, mais uma batalha entre as equipes por objetivo e mais um triple kill para o Wei. Com quase 10 mil de ouro de vantagem aos 27 minutos, a RNG decidiu invadir a base da T1 e finalizou a partida. Essa partida foi marcada pela grande vantagem criada pela RNG na rota inferior e na selva.

 

RNG 2x1 T1

 

4° jogo

 

A RNG montou uma composição pronta para lutar frente a frente com o adversário, com: Camille, Lee Sin, Ahri, Xayah e Leona. A T1 não hesitou e escolheu lutar com: Gnar, Wukong, LeBlanc, Jinx e Tahm Kench.

 

Um gank aos 4:40 na rota superior garantiu o first blood nas mãos do Wei. A partida seguiu bem controlada por ambas as equipes, que não davam chance para o adversário, até que ao fim dos 26 minutos uma luta se iniciou pelo objetivo do dragão e resultou em um ace para a equipe da T1. Na sequência, a equipe coreana aproveitou e capturou o bônus do Barão.

 

Nos 29 minutos, uma tentativa de iniciação da RNG resultou na eliminação de três jogadores da equipe e assim a T1 aproveitou a vantagem numérica e finalizou a partida.

 

RNG 2x2 T1

 

Jogo 5

 

A RNG montou uma composição com Gwen, Lee Sin, Lissandra, Tristana e Rakan, uma formação repleta de mobilidade e iniciação. A T1 respondeu com Jayce, Wukong, Ahri, Jhin e Yuumi, uma composição para conseguir vantagem e sempre se aproveitar dela.

 

Nos dois minutos saiu o first blood na rota inferior, com a eliminação do Keria nas mãos do Ming. A primeira torre caiu sem contestação da T1 pouco antes dos 14 minutos. 

 

Em 22:40 as duas equipes se enfrentaram para ver quem ficaria com o dragão e a RNG se deu melhor, com um triple kill nas mãos do Gala e um abate para Bin. Na sequência a equipe chinesa conquistou a alma do dragão da montanha e o objetivo do bônus do barão. 

 

Nos 25 minutos a RNG já tinha todos os buffs possíveis no momento em sua posse e usou de toda a sua vantagem para simplesmente invadir a base da T1, finalizar a partida e se sagrar campeã. E o resultado final foi: RNG 3x2 T1


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »