18/06/2022 às 17h26min - Atualizada em 09/06/2022 às 20h00min

Heranças Culturais Indígenas

Bruna Pereira - Revisado por Vanessa Kelly
A dança é uma característica indígena presente em todas as tribos. Foto (Reprodução/ Andeps).


De primeiros habitantes do Brasil reduzidos há uma pequena população, estes são os indígenas. De acordo com o último Censo do IBGE (realizado em 2010), existe cerca de 900 mil pessoas declaradas indígenas em solo brasileiro. 

É de conhecimento de boa parte dos brasileiros que com o descobrimento do Brasil, que já não é mas tratado como tal, pois hoje é muito discutida a questão de que o Brasil não foi descoberto, mas sim invadido pelos portugueses.

E as crianças ainda nos seus primeiros anos na escola aprendem que quando estes chegaram aqui, quiseram impor a cultura deles aos índios. No entanto, não será discutido isso neste momento, mas sim como apesar da colonização dos europeus, até hoje traços herdados da tão rica cultura indigena ainda é cultivado.

 

.

 


















No quesito, higiene corporal, os brasileiros são considerados um “povo limpo”, por parte de muitos estrangeiros, apesar de poder haver discordância por parte de alguns com este fato. Porém, o hábito de se banhar todos os dias e lavar as mãos com regularidade vieram dos nativos brasileiros que se banhavam frequentemente nos rios. Em seus relatos, Pedro Vaz de Caminha escreve que os índios eram “tão limpos e tão formosos, que deixavam qualquer europeu admirado”.

É costume dos brasileiros descansar após o expediente do trabalho, em um fim de tarde de verão, em uma varanda, em uma rede confortável, para obter o merecido descanso. Apesar de serem costumes mas da região Norte e Nordeste, o “gosto” por redes também são uma herança cultural indígena que assim como os banhos foram copiadas pelas portugueses que se renderam ao relaxante cochilo nas redes.


Hoje, há estudos que discutem se dormir na rede é prejudicial a saúde ou não. As opiniões são diversas! Há quem defenda o uso para dormir durante toda a noite, e aqueles que preferem o tradicional colchão. Mas, para um momento relaxante de quinze minutos seu uso está liberado.



Leia também: Museus com exposições sobre culturas indígenas e favelas serão inaugurados em São Paulo

Origem dos Alimentos e lendas 

Em relação a alimentação, tendo como exemplo, o açaí, que teve origem através de uma lenda indigena, que conta a história de uma tribo que estava com escassez de alimentos. A lenda conta que o chefe da tribo na tentativa de controlar a crise, ordenou que todos os recém nascidos fossem sacrificados dali por diante. O que não era esperado era que sua filha Iaçã desse à luz a uma linda menina.

E para cumprir a lei a criança é sacrificada. Sofrendo com o luto, a jovem clama ao deus Tupã para que seu pai consiga outra maneira de alimentar o povo, para que dessa forma as crianças não fossem mais mortas. Então em uma noite, Iaçã ouve o choro de uma criança e encontra sua filha próxima a uma árvore, e corre ao encontro da menina que logo desaparece.

Com muita tristeza, Iaçã morre de tanto chorar abraçada a árvore, e quando seu pai a encontra percebe que seus olhos estão na direção de um fruto no topo da árvore. E esse fruto, passa a alimentar a aldeia, e o sacrifícios dos bebes é extinto. O nome do fruto é dado para homenagear Iaçã, que ao contrário se transforma em açaí. 

 


























Formas de Consumo do Açaí

Há várias maneiras de
consumir o açaí. Na região Norte e Nordeste, ele pode ser preparado com farinha de mandioca ou tapioca e também para acompanhar pratos salgados como peixe, por exemplo. Já nas outras regiões do Brasil, o açaí é consumido com xarope de guaraná e uma variedade de doces, como leite condensado e amendoim.

O açaí é famoso e encanta vários estrangeiros, que visitam o Brasil. Outro alimento típico brasileiro é a Mandioca, Aipim e Macaxeira, que são de origem indígena. Estes alimentos ganharam o mundo através dos colonizadores. 
Percebe-se que a herança indigena é cultivada até hoje, mesmo que muitas vezes de maneira involuntária.

Entretanto, não só a cultura e costumes precisam ser preservados, mas eles mesmos.
Há tempos que os indígenas sofrem com a violência em suas terras. Com o avanço do garimpo junto com o desmatamento, por exemplo. Por isso, é de extrema importancia que a população não indígena apoiem os nativos brasileiros, buscando entender seus direitos politicos na sociedade. 
























Índio ou Indígena?
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »