26/06/2022 às 21h28min - Atualizada em 26/06/2022 às 21h16min

Brasil vence a Bulgária pela Liga das Nações Masculina de Vôlei

Com a vitória, time brasileiro sobe para o sexto lugar e entra na zona de classificação para a próxima fase

Daniel Godoy - Editado por: Alan Martins
Brasil conquista a terceira vitória consecutiva (Foto: Divulgação/FIVB)
O Brasil venceu a Bulgária pelo placar de 3 sets 0, com parciais de (25/21, 25/19 e 25/22), pela da oitava rodada da Ligas das nações de Vôlei masculino 2021. A partida foi realizada neste domingo (26), na Arena Armeec, em Sofia, Búlgaria. Esta foi a terceira vitória consecutiva do time comandado por Renan Dal Zotto. A seleção já havia vencido o Irã e a Sérvia no decorrer da semana. Com este resultado, a seleção brasileira subiu para a sexta colocação do campeonato, que a deixa em posição de classificação para a próxima fase.

Os maiores pontuadores do duelo foram o ponteiro Leal e o búlgaro Atanasov, com 12 pontos cada. O Brasil teve mais quatro jogadores adotando dois dígitos em quantidade de pontos. O central Isac e o ponta Lucarelli fizeram 11, enquanto o oposto Darlan e o central Flávio colocaram dez vezes a bola na quadra adversária.
Com as ausências do central Lucão e do oposto Alan, que estão lesionados, Renan Dal Zotto iniciou o jogo com Darlan. O substituto estreou no time titular da seleção adulta. O atleta de 20 anos fez uma boa partida e conseguiu substituir o irmão Alan, em alto nível.  Já os búlgaros entraram em quadra sem o principal bloqueador do campeonato, Gotsev, poupado pelo treinador Nikolay Jezliakov.
Após a partida, Alan foi homenageado pelos companheiros de equipe. O atleta sofreu uma grave lesão no tendão, na vitória em cima da seleção do Irã. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou neste domingo que o jogador teve uma ruptura no tendão de aquiles. Com isso, ele foi cortado e não joga mais na Liga das Nações de 2022.


1° set
 
O levantador Bruninho sempre acionava Leal e Lucarelli no ataque. O time brasileiro mostrou intensidade e abriu três pontos de vantagem, 13 a 10. Com o apoio da torcida e boa atuação de Nikolov, que colocava todas as bolas na quadra brasileira, a Bulgária não desistiu e empatou o set. Entretanto, o Brasil voltou a ser superior e venceu o primeiro set pelo placar de 25x21, em um saque realizado por Bruninho que fechou o set.

2° set

 
No segundo set, por causa dos erros cometidos, o Brasil cedeu muitos pontos ao time mandante. Isso fez o set ficar empatado em 10x10. No entanto, a seleção brasileira começou a executar bons ataques e bloqueios, conseguindo construir uma vantagem confortável no placar. Devido as ótimas atuações de Lucarelli e Isac, e dos erros cometidos pelos jogadores búlgaros, os visitantes fecharam o set com tranquilidade, por 25 a 19.

3° set

 
O início do 3° set foi bastante equilibrado. Por conta da boa partida feita por Asparuhov, os búlgaros ficaram a frente pela primeira vez no jogo, fazendo sete a cinco no placar. Todavia, o Brasil voltou a ser melhor no duelo e com uma sequência de quatro pontos seguidos, abriu dois de vantagem.
Bruninho distribuíu muito bem o jogo e fazia a equipe pontuar, aumentando seis de vantagem no final do set. A Bulgária até esboçou uma reação. Chegou a reduzir o revés para três pontos, porém já era tarde demais. O Brasil chegou a perder dois matchs points, mas o central Flávio colocou a bola no chão para fechar o placar.


Próximos jogos
 
A Seleção Brasileira viaja ao Japão para fazer uma sequência de quatro jogos. O primeiro adversário será o Japão, no dia 5 de julho. A equipe precisa terminar entre as oito primeiras colocadas para avançar à fase final, que ocorre em Bologna, na Itália, a partir do dia 20 de julho.
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »