05/07/2019 às 21h56min - Atualizada em 05/07/2019 às 21h56min

Holanda elimina a Suécia e chega a primeira decisão de sua história

Groenen decreta a classificação na prorrogação após o zero a zero no tempo normal

Murillo Ciotti - Editado por Paulo Octávio
Reuters e Franck Fife/AFP

A Suécia quase chegou ao gol após cobrança de escanteio no primeiro tempo

No primeiro confronto entre Holanda e a  Suécia na história da Copa do Mundo Feminina, já na semifinal, a Laranja se saiu melhor. Durante os noventa minutos, o Parc Olympique Lyonnais foi palco de um jogo equilibrado, apesar de muitas faltas. O empate sem gols persistiu, e o placar foi decidido somente na prorrogação. Jackie Groenen foi a responsável pelo triunfo holandês na vitória mínima de 1 x 0, o suficiente para levar sua equipe à final da competição.
 
1° TEMPO
 
As suecas chegaram pela primeira vez em um contra-ataque. Aos 13’, Jakobsson carregou a bola e encontrou Blackstenius para deixá-la na cara do gol. A centroavante parou na goleira Van Veenendaal, que defendeu em dois tempos. A Seleção Holandesa tentava surpreender a defesa adversária nas bolas paradas de Spitse, mas trouxe pouco perigo para a sueca Lindahl. A arqueira holandesa voltou a trabalhar aos 36’. Em cobrança de escanteio de Asllani, a meio-campista Rubensson finalizou na entrada da área. A bola rebateu na defesa, e Hurtig chutou como pôde, o que obrigou Veenendaal a salvar com o pé esquerdo e evitar o primeiro gol da partida.
 
2° TEMPO
 
Aos dez minutos, a Suécia voltou ao ataque e trouxe perigo. Em nova cobrança de escanteio, Ericsson cruza fechado e a goleira afasta parcialmente. A bola sobra nos pés de Asllani, que desperdiça com chute em cima das holandesas. Elas tentam afastar, mas Fischer finaliza cruzado, e a goleira holandesa desvia com a mão esquerda. A bola ainda bate  na trave, e a zaga finalmente afasta a jogada. Próximo dos 20’, a Holanda responde também em um tiro de canto. Spitse cruza e acha Miedema sem marcação, que cabeceou e acertou o travessão após Lindahl espalmar com as pontas dos dedos. No rebote, a atacante Beerensteyn tenta concluir, mas a bandeira já era levantada assinalando o impedimento da jogadora. Aos 37’, Van Veenendaal afasta a bola da área após escanteio. Asllani aparece e arrisca de primeira, mas a tentativa passou por cima da meta. As goleiras eram as protagonistas nos minutos finais dessa semifinal. Agora pelo lado sueco, Lindahl mandava para escanteio o chute cruzado de Van de Sanden. Já não havia mais tempo para decidir nos 90 minutos, o embate segue para a prorrogação.
 
PRORROGAÇÃO
 

Jackie Groenen comemora já na prorrogação o gol que levaria a Holanda à sua primeira final

Com 10 minutos no tempo complementar, as holandesas chegam bem ao ataque para abrir o placar. Van de Donk recebe a bola e toca para Miedema, que fez bem o pivô, e para rolou curto para Groenen. A número 14 se aproximou e deu tempo de ajeitar e finalizar no canto direito do gol adversário, para enfim, soltar o grito e comemorar com sua torcida. Depois do intervalo da prorrogação, as holandesas continuaram com a pressão ofensiva. Em falta pela direita, Spitse cruza no meio da área, Miedema sobe para cabecear, e a bola passa à direita da goleira. Perto do fim, Van de Sanden desperdiça uma chance clara de ampliar o marcador. A jogadora passou pela marcação dentro da área, mas pecou com uma finalização fraca e sem direção.
 
PRÓXIMOS CONFRONTOS
 
Pela primeira vez na história, a Seleção da Holanda está na final da Copa Feminina. Para erguer o troféu inédito, as holandesas terão que passar pelas fortes americanas. A decisão está marcada para às 12h (horário de Brasília) do próximo domingo (07), Holanda e Estados Unidos. Local da partida será 
Parc Olympique Lyonnais (FRA). A Seleção Sueca, já eliminada, encara a Inglaterra no sábado (06), às 12h, no estádio Alliaz Riviera (FRA) para a disputa do 3° lugar da competição.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »