05/07/2022 às 10h14min - Atualizada em 05/07/2022 às 10h04min

Mick Schumacher pontua pela primeira vez na Fórmula 1 em Silverstone

Depois de 31 corridas, o alemão chegou ao top-10 pela primeira vez na carreira e conquista quatro pontos

Maiara Montalvão Giudice Torres - labdicasjornalismo.com
Mick Schumacher no circuito da Inglaterra, por Clive Rose/Getty Images
O alemão Mick Schumacher somou os primeiros pontos de sua carreira na Fórmula 1. O piloto terminou o GP de Silverstone na oitava colocação, neste domingo (3), e chegou ao Top-10 pela primeira vez e somando quatro pontos.
 
Mick corre, desde o ano passado, pela equipe estadunidense Haas, com seu companheiro de equipe Kevin Magnussem. O dinamarquês já tem 16 pontos na atual temporada.
 
Depois de 31 corridas, até então, a melhor colocação do alemão pela Fórmula 1 era o 11º lugar conquistado no Grand Prix de Bahrein, em março deste ano - uma posição fora da zona de pontuação.
 
A batida envolvendo cinco carros no início da prova, mais drasticamente os pilotos Zhou Guanyu e Alex Albon, fez com que o piloto ganhasse três posições na relargada. A partir daquele momento, o piloto avançou e, em 19 voltas, estava entre os dez primeiros. Ele também duelou com o atual campeão do mundo, Max Verstappen.
 
A corrida de Verstappen foi prejudicada por um problema ocasionado por um pedaço de carenagem presa no assoalho de seu carro. Os dois se encontraram nas últimas nove voltas da corrida e disputaram o sétimo lugar que terminou com o piloto da RBR.
 
Depois da prova, Schumacher sentiu que o resultado mostrou a capacidade da equipe. “Eu disse que tínhamos velocidade para ir adiante, e definitivamente mostramos isso hoje. É ótimo para a equipe ter os dois carros comando pontos, o que é obviamente muito útil para o Mundial. Estou feliz, mas agora vamos nos concentrar no que realmente importante, que é pilotar”, disse ele.
 
Haas Günther Steiner, o chefe da equipe, celebrou o resultado e, principalmente, a forma que os pilotos reagiram às suas posições de largada. “Estou muito contente por todo o time por termos pontuado com ambos os carros. Nós merecemos, não foi por sorte. Largando de décimo sétimo, com Magnussen, e décimo nono, com Schumacher, e acabando em oitavo e décimo – não poderíamos desejar mais. Os carros estavam velozes; os pilotos fizeram um grande trabalho e os pits stops foram bons. Precisamos agora de uma boa classificação e de uma corrida muito boa; então estaremos de volta ao jogo”, comemorou Steiner.
 
Como Kevin Magnussen foi o décimo colocado, a Haas somou cinco pontos no GP da Inglaterra, subiu da nona para a oitava posição no campeonato Mundial, com 20 pontos. A atual liderança está com a equipe holandesa Red Bull Racing, com 328 pontos, que conta com os pilotos Max Verstappen e Sergio Pérez.
 
Magnussen também comemorou o resultado. “Dois carros nos pontos, você tem que estar super feliz com isso, para obter uma quantidade decente de pontos nessa fase do ano, é muito bom. Saímos daqui com um grande sorriso no rosto e com grande motivação para as corridas que temos pela frente”.
 
A família de Schumacher viu sua conquista de perto – sua mãe, Corinna, e a irmã Gina, estavam no Circuito de Silverstone. “Mick, estou super orgulhosa de você, ótimo trabalho, querido”, disse a esposa do heptacampeão Michael Schumacher pelo rádio de Mick.
 
O GP de Silverstone teve como vencedor o espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, com Sérgio Perez, da Red Bull, na segunda colocação, e o heptacampeão mundial, Lewis Hamilton, da Mercedes, em terceiro lugar.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »