10/07/2022 às 03h26min - Atualizada em 10/07/2022 às 03h26min

Brasil goleia Argentina na estreia da Copa América feminina

Vitória teve dois gols da novata Adriana e tentos das experientes Bia Zaneratto e Debinha

Paulo Octávio - labdicasjornalismo.com
Bia Zaneratto celebra com Debinha (de costas), que fechou a goleada. Foto: Mariana Greif/Reuters

O Brasil não poderia ter um melhor começo na busca pelo bi consecutivo e oitavo título da Copa América Feminina. A equipe venceu a Argentina por 4 a 0, em Armenia (Colômbia) na noite desse sábado (09). Os gols foram marcados por Bia Zaneratto, Debinha e Adriana (2x), que tem uma história de superação. A jogadora do Corinthians teve que passar por duas cirurgias de joelho em dois anos e, por isso, ficou de fora das últimas Olímpiadas.

“Nem nos meus melhores sonhos esperava ter uma estreia dessa com a Seleção. Mas, como eu falei, é fruto de muito trabalho, me preparei muito para essa oportunidade e hoje eu pude ser feliz dentro de campo”, afirmou a artilheira da noite para o canal Sportv

Com o resultado, a equipe lidera o grupo B com três pontos, empatado com a Venezuela, mas tem vantagem no saldo de gols. 

O torneio pela primeira vez dará uma premiação financeira. A seleção vencedora vai ganhar US$ 1,5 milhão (R$ 8 milhões). E a Copa também serve como classificatório para torneios internacionais. Dará três vagas na Copa do Mundo feminina de 2023 e quatro nas Olímpiadas de Paris em 2024. A campeã vai também vai disputar a finalíssima contra a vencedora da Eurocopa. 



1º TEMPO 


Como em toda a estreia, a ansiedade pesou bastante. Além disso, a falta de entrosamento foi outro fator que atrapalhou a evolução da seleção, que teve dificuldade na criação das jogadas e no passe final. Mas aos poucos o time foi se soltando. 

Aos 13, Kerolin partiu pela esquerda e deu passe para Gio na entrada da área. A camisa 19 acabou desarmada. Depois, Fê Palermo cruzou para Bia Zaneratto, que cabeceou para fora. E de tanto insistir, saiu o gol em uma bela jogada trabalhada. Aos 28, Tamires recebeu na grande área e  poderia até bater, mas serviu Adriana, que, em liberdade, só teve o trabalho de empurrar para a rede. 

Seleção brasileira criou mais chances. Cinco minutos após abrir o placar, Gio sofreu falta de Cometti, na entrada da área; Bia bateu por cima do gol. Na sequência, a mesma Bia foi calçada pela Bravo dentro da área. Zaneratto foi para cobrança e mandou no canto direito da goleira para ampliar o marcador.  

Em vantagem, Brasil se descuidou aos 37 quando Nuñez teve liberdade e, da entrada da área, acertou o travessão. Foi a última boa chance do primeiro tempo.


2º TEMPO

Com placar na mão, Brasil administrou enquanto as argentinas procuravam ter mais a posse de bola. Mas seleção canarinho continuou melhor. Aos 11, Kerolin lança Bia, que domina perto do fundo e bate para fora. Logo na sequência  saiu o terceiro. Bia tira da marcação e rola para Adriana ficar cara a cara com a Bravo e mandar para as redes. Zaneratto estava inspirada e, aos 22, deu uma outra boa assistência  para Kerolin, que finalizou para fora, mas estava impedida.

Com o terceiro,  a Pia optou por rodar o elenco e colocou Duda Santos, Debinha e Kethellen. O Brasil mesmo após baixar o ritmo conseguiu fazer o quarto. Aos 42, Duda Sampaio serviu Debinha, que recebeu na entrada da área, driblou a Bravo e fechou o placar.


PRÓXIMOS CONFRONTOS

Brasil volta a campo na terça feira (12) para enfrentar o Uruguai, às 18h (Brasília). Já Argentina faz segunda rodada contra a seleção do Peru, também na terça, às 21h  .


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »