08/07/2019 às 08h07min - Atualizada em 08/07/2019 às 08h07min

Brasil vence Peru e fatura sua nona Copa América, a quinta em casa

Triunfo brasileiro, primeiro de Tite no comando da seleção, foi conquistado com gols de Everton Cebolinha, Gabriel Jesus e Richarlison

Izabela Avelar - Editado por Paulo Octávio
Reuters

Festa verde e amarela! Diante de sua torcida, o Brasil faturou o seu nono título da Copa América e manteve a escrita de sempre vencer a competição em casa. Na história, o país já tinha sediado e conquistado as edições de 1919, 1922, 1949 e 1989. O duelo final foi contra a seleção do Peru e foi realizado neste domingo (7),  no Maracanã. A seleção brasileira conquistou a vitória pelo placar de 3 x 1, com direito a dois pênaltis marcados, sendo um para a seleção peruana. E teve que superar a expulsão de Gabriel Jesus, aos 25’ do segundo tempo. Com o resultado, a canarinho diminui a desvantagem no ranking de ganhadores; o Uruguai ainda é recordista com 15 títulos, seguido da Argentina, que possui 14 taças.

 

1° TEMPO

A decisão começou disputada com ambos os times fechando os espaços. O Peru iniciou bem e finalizou mais que o Brasil nos primeiros minutos. Apesar disso quem saiu na frente do placar foram os brasileiros, logo em sua primeira finalização. Aos 14’, Daniel Alves fez lançamento pela direita para Gabriel Jesus. O camisa 9 dominou, fez boa jogada e cruzou para a pequena área na medida para Everton Cebolinha, que chutou livre de marcação e fez o 1 x 0. Com a vantagem no placar, a Canarinho passou a administrar a partida. Os peruanos acordaram quando a primeira etapa já estava próxima do fim. Com 40 minutos de bola rolando, Flores e Cueva tabelaram pelo lado direito, o camisa 20 tentou passe rasteiro para o meio e bola tocou no braço de apoio do Thiago Silva, que estava caindo. Após análise do VAR, o árbitro Roberto Vargas marcou a penalidade. Com muita categoria, Guerrero bateu e empatou o embate em 1 x 1. Com esse gol, Paolo Guerrero marcou seu terceiro tento na Copa América. O centroavante empatou na artilharia com Everton Cebolinha, mas não levou o prêmio de artilheiro da competição por ter feito menos assistências que Cebolinha. Os brasileiros encontraram tempo para ampliar ainda no 1° tempo. Já nos acréscimos, Firmino roubou a bola no campo de ataque e acionou Arthur. O meia carregou pelo meio e tocou para Gabriel Jesus, que chutou de fora da área e anotou o 2 x 1.

 

2° TEMPO

Em desvantagem, a Blanquirroja voltou para o complemento buscando o empate, em contrapartida deixou espaços na defesa. O atacante Coutinho chegou em várias oportunidades ao ataque adversário, porém foi travado pela zaga peruana. Na metade do segundo tempo o embate ficou acirrado e o volume de faltas aumentou, o que causou várias paradas. Aos 25’, Gabriel Jesus fez falta de forma imprudente em Advíncula, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com um jogador a menos, o técnico Tite recuou a equipe, mas os peruanos não souberam aproveitar a vantagem e desperdiçaram as tentativas de investidas. O Brasil fechou a contagem do placar em 3 x 1 aos 45’. Everton Cebolinha foi derrubado na área e sofreu pênalti. Richarlison, recuperado da caxumba, cobrou firme no canto direito do goleiro Gallese e arrancou o grito de campeão da torcida brasileira presente no Maracanã. Não sobrou tempo e forças para o Peru correr atrás do prejuízo. Sendo assim, o juiz apitou o fim da partida e decretou o Brasil como o grande campeão da Copa América.

 

PREMIAÇÃO

Além de se consagrar campeão, o Brasil monopolizou a premiação. Com a vitória sobre o Peru, os jogadores brasileiros levaram a taça e conquistaram vários prêmios individuais: Daniel Alves foi premiado com o troféu de melhor jogador da Copa América; Alisson foi eleito o melhor goleiro (levou só um gol em todo o torneio), e Everton Cebolinha levou o de artilheiro da competição. A seleção ainda terminou o torneio com o Prêmio Fair Play, escolhido pela Conmebol após a avaliação de quesitos, como comissão técnica, comportamento dos jogadores, expulsões e atrasos.

PRÓXIMOS CONFRONTOS 

Agora, Brasil voltará a enfrentar o Peru, dessa vez em amistoso e diante da torcida americana. A partida será no dia 10 de setembro, em Los Angeles. Quatro dias antes, a seleção pegará a Colômbia, em Miami.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »