06/08/2022 às 23h07min - Atualizada em 06/08/2022 às 22h45min

CRISE NA FÓRMULA MARVEL: Últimos lançamentos levantam alerta

Depois de uma década de salas de cinema lotadas e sucesso absoluto, a Marvel tem enfrentado desafios

Isabella Rifane - Editado por Marcela Câmara
Com o icônico “Vingadores: Ultimato” (2019), a Marvel concluiu a Saga do Infinito de forma brilhante, com direito à sucesso nas bilheterias e aprovação do público. Entretanto, a gigante dos quadrinhos têm enfrentado obstáculos ao tentar emplacar suas novas aventuras. 

Mesmo iniciando a fase quatro do Universo Cinematográfico Marvel com os bem recebidos “WandaVision” (2021) e “Shang-Chi” (2021), o estúdio não conseguiu repetir o feito com outras produções, como era esperado. “Eternos” (2021), “Doutor Estranho - No Multiverso da Loucura” (2022), e “Thor: Amor e Trovão” (2022), foram alguns dos longas que, apesar de conquistarem números significativos nas bilheterias, desagradaram boa parte dos espectadores, e levantaram uma questão: a “fórmula marvel” estaria em crise?
 
A famosa "FÓRMULA MARVEL"
Ao longo dos últimos anos, a Marvel tem investido em uma fórmula certeira, apelidada pelos fãs de “Fórmula Marvel”. O método é baseado em três pilares fundamentais: nostalgia, bom-humor e heroísmo. 

Unindo grande parte dos heróis presentes na infância de seu público, o estúdio utiliza a nostalgia a seu favor. Para entender, é só pensar na cena em que o grupo de super-heróis reúne-se em formação em “Os Vingadores” (2012). A sequência é memorável para qualquer pessoa que tenha crescido lendo seus quadrinhos, ou assistindo seus desenhos. Dessa forma, quem os acompanhou quando criança, continuará assistindo-os ao tornar-se adulto, pela emoção e nostalgia de vê-los em carne e osso, lutando lado a lado.

Junto ao fator emocional, a Marvel cativa a audiência com o bom-humor, facilmente  notado em produções como “Guardiões da Galáxia” e em diversas falas de Thor e do Homem de Ferro. A jogada deixa claro que a produtora não pretende conter-se em sequências de embates e explosões, dando, aos filmes, o toque cômico tradicionalmente presente em suas HQs. 

Para finalizar a fórmula de sucesso, o estúdio investe em seus heróis. Homem de Ferro, Thor, Viúva Negra, e, até mesmo, o responsável Capitão América, possuem motivações e personalidades cativantes. Adicionar esses fatores ao construí-los contribui para que os espectadores simpatizem com os personagens, e passem a realmente torcer por eles. 
 
Possível Crise
Apesar de ter provado ser infalível em diversas ocasiões, a “Fórmula Marvel” pode ter encontrado seus primeiros resultados negativos: após quase quinze anos, críticas severas tomaram conta da internet.

 
Utilizando as redes sociais, os espectadores demonstraram sua frustração com os últimos lançamentos, incluindo as séries feitas exclusivamente para o Disney+, como “Cavaleiro da Lua” (2022) e “Gavião Arqueiro” (2022).
 

A explicação de tamanha decepção pode ser justamente os três pilares que sustentam o MCU. Para exemplificar, é possível citar um sucesso de outro estúdio, lançado na mesma época: “Batman” (2022). Diferentemente dos longas da Marvel, a DC não apostou no fator nostálgico. Ao invés de escalar vilões icônicos de Gotham, como Coringa, Arlequina e Hera Venenosa, a produtora investiu em uma versão mais realista de Charada, fugindo de seu aspecto mais fantasioso, presente nas HQs.

Além disso, o protagonista não é feito para cativar o público. O Batman de Robert Pattinson não é um herói imbatível, ele tem pontos fortes e fracos, que lhe garante profundidade. E nada de bom-humor: a produção da DC tem um tom sombrio, e é carregado de cenas fortes. Essa combinação pode ser justamente o motivo para o filme ter feito tanto sucesso entre público e crítica, diferente dos lançamentos recentes da Marvel.

Apesar disso, é certeza que a Marvel continuará lotando salas de cinema, e arrastando uma legião de fãs, mas é provável que sua equipe precise sentar e discutir uma nova abordagem para sua fórmula, em um futuro bem próximo. 


 
REFERÊNCIAS
 
Queiroz, Beatriz. Crise na Marvel? Entenda os possíveis problemas no universo dos heróis. Metrópoles. 12 de julho de 2022. Disponível em; 
 
Jacobs, Guilherme. Crise na Marvel? O que há de errado com a Fase 4. Chippu. 7 de julho de 2022. Disponível em: https://www.chippu.com.br/noticias/marvel-fase-4-crise-problemas-series-disney-plus-filmes 
 
Moreno, Rafael. A fórmula Marvel. Obvious. Disponível em: http://obviousmag.org/toca_a_fita/2016/a-formula-marvel.html
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »