10/07/2019 às 21h56min - Atualizada em 10/07/2019 às 21h56min

O sucesso da primeira edição do Anime Friends no Rio de Janeiro

O Anime Friends agita a cidade do Rio de Janeiro

Pedro Dias - Editado por Igor Cartiê
Arte/site: Trecobox
Anteriormente, o maior evento de cultura japonesa chamado “Anime Friends” era exclusivo da cidade de São Paulo. Neste ano, pela primeira vez, o Anime Friends Tour - RJ foi realizado na cidade do Rio de Janeiro, no RioCentro (Barra da Tijuca), nos dias 5 a 7 de julho. Contando com diversas atrações e convidados nacionais e internacionais.
 
Para a alegria dos cariocas e fãs da cultura japonesa, pela primeira vez na história dos eventos de anime realizados na cidade do Rio de Janeiro, o Anime Friends Tour – RJ trouxe uma chance para àqueles que sempre desejaram ir no maior evento de anime da América Latina. Por muito anos seguidos, sempre foi realizado na cidade de São Paulo, mas, este ano, o ciclo foi quebrado e os cariocas puderam contemplar esse momento inesquecível.

Créditos: Pedro Dias Fotografia
 
Devemos compreender que todos precisam ter uma chance de conhece o Anime Friends. Mesmo que seja sediado em apenas um único lugar, este evento, tem um diferencial em relação aos outros eventos realizados pelo país. Veja, é um dos eventos em que pessoas do Brasil todo, e de outros países, veem para o nosso país aproveitar e ter a chance de realizar um sonho.
 
Como de costume, as primeiras edições dos eventos sempre são inesquecíveis. Ainda mais, quando uma pessoa tem a chance de ir pela primeira vez. Em uma das minhas viagens para o Anime Friends, especificamente, no Anime Friends de 2012, foi um momento de muita alegria. E tenha certeza, esses momentos a gente nunca esquece.
 
A primeira edição do Anime Friends no Rio de Janeiro contou com a participação de convidados internacionais e que ganharam muito destaque. A apresentação especial de Ultraman ganhou destaque durante os três dias de evento. Na apresentação, tivemos os heróis de Ultraman, Ultraman Zero e Ultraman Geed lutando para salvar a cidade contra a invasão dos alienígenas.

Créditos: Pedro Dias Fotografia
 
Durante os três dias de evento, diversas palestras foram feitas no decorrer do evento. E como bom frequentador e admirador destes eventos de anime, nós sempre fazemos de tudo para acompanhar um pouquinho de cada palestra. A palestra de Eduardo Miranda, “o pai dos animes no Brasil”, rebobinou uma das melhores épocas da história da TV Brasileira. Eduardo Miranda contou para o público como que foi o seu trabalho na Rede Manchete. E claro, falou sobre os altos e baixos dos animes televisionados na época.

 
A palestra do JBOX: Pokémon contou como o anime Pokémon fez sucesso nos primeiros anos exibidos no Brasil. Celebrando os 20 anos da estreia de Pokémon no Brasil, Leonardo Gonçalo (Larc), Rafael Brito (Jiback) e Luis Afonso fizeram um bate papo sobre o anime, relembrando momentos inesquecíveis de Pokémon. Passando por uma linha do tempo, os altos e baixos de Pokémon, como alguns produtos comercializados no Brasil, como a guaraná pokebola, e filmes, foram assuntos destacados por eles.

Créditos: Pedro Dias Fotografia

Créditos: Pedro Dias Fotografia


Além disso, tiveram um stand com diversos itens expostos para o público. Seja uma revista, uma “pokebola”, cartazes dos filmes, e também, miniaturas dos pokemons.

Créditos: Pedro Dias Fotografia

Créditos: Pedro Dias Fotografia

 
Conforme o evento acontecia, o visitante podia participar de algumas das atividades na feira. Entre elas, destacamos duas atividades que mais chamaram a atenção do público: Arena Medieval, Beat Saber, Just Dance e o Xadrez “Gigante”. Ambas às atividades, reuniram um número, consideravelmente, grande.
 
Na Arena Medieval, cada dia tinha mais e mais pessoas para participaram da atividade. Desde crianças com protetores até adultos que queriam lutar contra todos. Digamos, um contra todos. Sim, isso aconteceu.

Créditos: Pedro Dias Fotografia 

Já no stand da Zion, o público podia contemplar com os óculos de realidade virtual para jogar o Beat Saber. Com os controles do Playstation 4, o público precisava desviar dos objetos durante a jogatina de Beat Saber. Em cima do palco e perante ao evento.

Créditos: Pedro Dias Fotografia 

Just Dance também levou o público à loucura. Conforme cada grupo escolhia uma música para dançar, outras pessoas também dançavam. Mesmo que fosse para agitar o “quadril”. Cada dia, aumentava o número de pessoas para dançar os ritmos e cantar às músicas.
Créditos: Pedro Dias Fotografia 

Em um dos stands, tínhamos a parte de Harry Potter. E claro, o que não faltava naquele stand, além de uma cabeça de dragão, livros e roupas do universo de Harry Potter, um enorme tabuleiro de Xadrez. Os visitantes que iam neste stand ficavam surpresos com o tamanho do tabuleiro de xadrez.

Créditos: Pedro Dias Fotografia 


O que é essencial para todo evento de anime? Cosplays!
 
No primeiro de evento poucas pessoas foram no Anime Friends. Até mesmo, os cosplayers. A partir do segundo dia, houve uma mudança boa em relação às pessoas que estavam presentes no evento. Já no terceiro dia, dobrou o número de pessoas em relação ao segundo dia. Pelo menos, na parte de cosplays.
 
A Cosplayer Ana Cristina Monteiro dos Santos, 27 anos, a primeira edição do Anime Friends no Rio de Janeiro é recomendável. Segundo a Cosplayer, esperava que fosse maior o evento, mas, por ter sido a primeira vez do evento no Rio de Janeiro, é recomendado para todos os fãs de anime e da cultura japonesa. Há maioria dos grandes eventos são realizados na cidade de São Paulo, no caso do Anime Friends RJ, pôde dar uma visibilidade maior para a cidade do Rio de Janeiro e mostrar que existem pessoas que gostem desses eventos relacionados aos animes.
 
No sábado, usou o cosplay de Historia do anime “Shingeki no Kyojin”, e o segundo cosplay de Uraraka do anime “Boku no Hero”. Segundo Ana, foi a primeira vez a usar o cosplay de Historia e que seria uma ótima oportunidade por conta da terceira temporada que acabou uma semana antes do Anime Friends, e como é um cosplay desconfortável, optou por trocar por um outro personagem mais leve que é o caso de Uraraka durante o evento.

 
(Na foto, Ana Cristina Monteiro dos Santos com o Cosplay de Historia de Shingeki no Kyojin) 
Créditos: Pedro Dias Fotografia


(Na foto, a esquerda, a Cosplayer Maggie com Bakugou. A direita, a Cosplayer Ana Cristina Monteiro dos Santos com Uraraka de Boku no Hero) Créditos: Pedro Dias Fotografia  
 
Já no domingo, também foi a primeira vez que usou o cosplay de Chopper do anime "One Piece", por conta disso, durante o evento tinha outras pessoas com cosplays do mesmo anime.


(Na foto, a Cosplayer Ana Cristina com o Chopper de One Piece)
Créditos: Ana Cristina Monteiro dos Santos


Considerações finais:
 
Particularmente, estou ansioso para a próxima edição do Anime Friends no Rio de Janeiro. E como de costume, também usei cosplay no evento. Fomos parados por todos. Foram feitas diversas fotos no Anime Friends. O grupo que estava presente era de Kuroshitsuji. E tenha certeza de uma coisa: Foi incrível reunir como todas às pessoas presentes no evento.

Créditos: Instagram oficial do Anime Friends

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »