12/11/2022 às 22h09min - Atualizada em 12/11/2022 às 21h55min

Jogo de terror "Poppy Playtime" viraliza entre crianças no Brasil

Brinquedos dos personagens já são vendidos nas ruas e pais e responsáveis se perguntam o motivo do sucesso entre os pequenos.

Lívia Batista - Editado por Marcela Câmara
Pais e responsáveis de crianças brasileiras se vêem surpresos pelo sucesso do jogo de terror "Poppy Playtime" entre os pequenos. Alguns inclusive já registraram a venda de brinquedos de personagens da história em comércios populares, como no tweet abaixo. 
 
 
 
Ana Gabriela* é mãe de uma criança de cinco anos e ele tem um boneco do personagem Huggy Wuggy. A mãe conta que o filho conheceu o jogo através de vídeos no YouTube e colegas da escola. 
 
Ana acredita que “as cores dos personagens, a ideia do jogo acaba por amortecer o impacto do terror e.cativa as crianças, mas confesso que fico tentando entender [o motivo da atração]”.  Apesar de achar bizarro, Ana Gabriela preferiu não proibir o filho de assistir aos vídeos, mas acompanha o conteúdo e corta as partes que podem ser mais bizarras.
 
Recentemente o canal SBT associou o jogo a um desafio “Baleia Azul”, mesmo que Poppy Playtime não tenha nenhuma relação com ele. Outros personagens de obras direcionadas para adultos também já viralizaram entre as crianças, como o caso recente da boneca da série Round 6 junto à brincadeira “batatinha frita, 1, 2 ,3” .
 
Afinal de contas, o que é Poppy Playtime?
 
“Poppy Playtime” é um jogo de terror sobrevivencialista e de quebra-cabeça lançado em 12 de outubro de 2021 desenvolvido pela MOB Games. A trama se desenrola quando um antigo funcionário da empresa fictícia Playtime Company recebe uma carta de antigos colegas de trabalho da fábrica que estavam supostamente desaparecidos. A partir daí, o personagem principal volta para a empresa abandonada e começa a fugir do principal brinquedo e mascote da marca, Huggy Wuggy. 
 
O jogo tem classificação indicativa para maiores de 12 anos, está disponível para PC e dispositivos móveis e atualmente tem dois capítulos. Além do Huggy Wuggy, personagens como Mommy Long Legs e Kissy Missy também já são conhecidos das crianças.
 
Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, Raphael Cardoso, pesquisador do papel da tecnologia na cognição humana e professor na Universidade de Brasília, reforçou a importância do acompanhamento dos pais nas atividades digitais das crianças e sugeriu que a exposição a conteúdos assustadores e violentos seja evitada. 
 
De acordo com uma pesquisa publicada em 2020 na revista Royal Society Open Science, não existe relação direta entre violência em jogos e violência na juventude. O estudo é uma meta-análise de 28 pesquisas realizadas com 21 mil crianças e adolescentes, analisando os efeitos a longo e curto prazo. Ainda assim, os responsáveis pelos resultados indicam atenção de pais e responsáveis e cumprimento da classificação indicativa dos produtos. 
 
*Nome fictício 

REFERÊNCIAS
@ brunapenilhas. 7 set 2022. Disponível em:<https://twitter.com/brunapenilhas/status/1567598562321522691>. Acesso em 25 out 2022
 
ISCAI. SBT massacrou jogo "Poppy Playtime" o comparando a corrente do suicídio. Nerd Maldito. 3 out 2022. Disponível em:<https://www.nerdmaldito.com/2022/10/sbt-massacrou-jogo-poppy-playtime-o.html>. Acesso em 25 out 2022
 
 
MONTEIRO, Rafael. Tudo sobre Poppy Playtime: download, gameplay, requisitos e mais. TechTudo. 20 out 2022. Disponível em:<https://www.techtudo.com.br/noticias/2021/10/tudo-sobre-poppy-playtime-download-gameplay-requisitos-e-mais.ghtml>. Acesso em 25 out 2022
 
ELEUTÉRIO, Júlia. Pais devem ficar atentos ao risco de jogos on-line para as crianças. Correio Braziliense. 14 ago 2021. DIsponível em: <https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2022/08/5028826-pais-devem-ficar-atentos-ao-risco-de-jogos-on-line-para-as-cirancas.html>. Acesso em 12 nov 2022
 
SCONAMIGLIO, Heloisa. Videogames violentos não fazem com que crianças fiquem agressivas, diz estudo. Canguru News, 24 jul 2020. Disponível em:< https://cangurunews.com.br/videogame-violencia-criancas/>. Acesso em 12 nov 2022.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »