13/11/2022 às 14h19min - Atualizada em 13/11/2022 às 14h05min

Xbox Series S é um “atraso” para a nova geração de games?

Console vem recebendo críticas de desenvolvedores por limitar os possíveis avanços do Xbox Series X e PS5

Felipe Grande - Editado por Ana Terra
O Xbox Series S foi lançado em novembro de 2020 pela Microsoft como a opção mais barata para ingressar na nova geração de consoles, uma vez que possui menos recursos que o Xbox Series X, seu irmão mais velho e o mais poderoso da geração, em questão de especificações técnicas.

Essa “falta” de recursos e sua configuração bem mais modesta vem fazendo com que muitos desenvolvedores apontem o Xbox Series S como um peso e um limitante no lançamento de novos jogos. O caso mais notório disso veio do anúncio de Gotham Knights a 30 FPS na nova geração.


A Rocksteady, desenvolvedora do game e criadora da série Batman: Arkham, aponta como causa para isso o Series S, clamando que o aparelho não possui avanços significativos quando comparado com a geração anterior de consoles. Lee Devonald, artista técnico da desenvolvedora culpou a placa gráfica do console para as baixas taxas de quadros: “uma geração inteira de jogos amarrada por essa batata”. As postagens foram apagadas pouco tempo depois.
 
Series S: “albatroz” ou acerto?

É fato que o Xbox Series S possui uma queda considerável de desempenho, se comparado ao Series X e ao rival PS5, sua placa gráfica, por exemplo, alcança 4 TFLOPS de poder computacional, enquanto a encontrada no Series X alcança os 12 TFLOPS. Isso faz com que as desenvolvedoras tentem derrubar a obrigatoriedade de lançamento dos novos títulos para o console.

Ian Maclure, artista gráfico que trabalhou em I Am Fish, aponta o Series S como um verdadeiro “albatroz” na indústria e conta que essa discussão chegou até reuniões de desenvolvedores com a própria Microsoft. “Estúdios passaram por um ciclo de desenvolvimento no qual o Series S se mostrou um ‘albatroz’ na garganta da produção, e agora que os games estão sendo desenvolvidos com os novos consoles em mente, os times (de produção) não querem repetir o mesmo processo”, conta Maclure.

No entanto, é válido trocar toda a potência do Xbox Series X e do PS5 por uma maneira de incluir mais pessoas na nova geração? Essa é a proposta do Series S, ser um meio mais barato para incluir gamers do mundo todo em uma geração completamente nova de consoles.

Levando em consideração especialmente o cenário nacional, onde um Xbox Series X e um PS5 custam em torno dos 4 mil reais, enquanto o Series S chega aos 2 mil reais, não é preciso muito para entender qual deles faria maior sucesso. Ainda mais quando a economia do país está ruindo e o dólar aumentando, o Series S por aqui e em vários outros países segue sendo o mais procurado, e o que atende o maior número de pessoas.


REFERÊNCIAS:

DORES, Renan da Silva. “Desenvolvedor culpa Xbox Series S por trava de 30 FPS em Gotham Knights”. Canaltech, 2022. Disponível em: https://canaltech.com.br/consoles/desenvolvedor-culpa-xbox-series-s-por-trava-de-30-fps-em-gotham-knights-227595/. Acesso em: 22/10/2022.

KUHNKE, Oisin. “Studios Asking Xbox To Drop Xbox Series S Requirement, Dev Says; System Has Become ‘Albatross’”. Gamespot, 2022. Disponível em: https://www.gamespot.com/articles/studios-asking-xbox-to-drop-xbox-series-s-requirement-dev-says-system-has-become-albatross/1100-6508459/. Acesso em: 22/10/2022.

MONTEIRO, Rafael. “Fim do Xbox Series S? Estúdios estariam tentando 'abandonar' console”. TechTudo, 2022. Disponível em: https://www.techtudo.com.br/noticias/2022/10/fim-do-xbox-series-s-estudios-estariam-tentando-abandonar-console.ghtml. Acesso em: 22/10/2022.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »