13/11/2022 às 23h59min - Atualizada em 13/11/2022 às 23h59min

Encerradas das gravações de A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes

Produção chega aos cinemas em novembro de 2022

Tailane Santos - Editado por Letícia Nunes sob supervisão de Fernanda Simplicio
Foto: Murray Close, @Lionsgate // Retirada de @songbirdsandsnakes (Instagram)
Foram encerradas as gravações de A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, derivado de Jogos Vorazes, série de filmes famosa nos anos 2010. A informação foi confirmada em um tuíte de Rachel Zegler, atriz escalada para interpretar Lucy Gray Baird, uma das protagonistas do longa. Acompanhe:
 
A Trilogia


Originalmente, o arco principal das produções era composto por três livros: Jogos VorazesEm Chamas e A Esperança. Quando adaptado para os cinemas, a trilogia teve seu último livro dividido em dois, algo muito comum em adaptações, como em Harry Potter e as Relíquias da Morte e a trilogia Divergente, de Veronica Roth, em que a obra final foi separada em Convergente e Ascendente, esse último nunca chegando a estrear.
 
Os livros se passam em um futuro distópico, no qual a antiga América do Norte, agora conhecida como Panem, foi dividida em 13 distritos, governados pela Capital. Após guerras internas, o último distrito foi dizimado, e, para castigar os demais rebeldes, a Capital implantou uma espécie de “jogo”, que dá nome à série, no qual são coletados, a cada ano, um garoto e uma garota de cada distrito, que disputarão uns contra os outros, até que reste apenas um – os Jogos Vorazes.
 
Porém, o que começa como um castigo, logo vira um espetáculo. As pessoas mais abastadas, e que moram na Capital, começam a apostar nos tributos; alguns moradores dos distritos começam a se oferecer nas chamadas “colheitas” para participar dos jogos. Ao ganhador, é prometida uma vida de paz, fama e riquezas, o que incentiva mais pessoas a acompanharem e quererem fazer parte.
 
Na produção, é clara a ideia de Pão e Circo, explicitada no nome do país (Panem), um conceito vindo do latim e que remete à época dos gladiadores no Império Romano. Ao povo é dado o mínimo para sobreviverem, mas também um “grande show” para os distrair das atrocidades que os rodeiam.
 
ATENÇÃO: A partir desse ponto podem conter spoilers dos livros e filmes.



No primeiro livro, Jogos Vorazes, acompanhamos Katniss Everdeen, uma garota pobre do Distrito 12 que se oferece no lugar da irmã, Prim, depois que essa é sorteada durante a colheita para participar da 74ª edição dos Jogos. Peeta Mellark é sorteado como o tributo masculino para acompanhá-la, o que a desagrada um pouco.
 
Seu feito para com sua irmã é visto pelas pessoas da Capital como um ato de coragem, garra e amor, o que a deixa em leve destaque. Porém, é durante o desfile dos tributos que os olhos de todos recaem sobre ela, pois seu traje, literalmente em chamas, é algo inovador, o que a rende o apelido de “a garota que pega fogo” (a garota em chamas, the girl on fire).
 
Katniss é uma exímia arqueira, habilidade que aprendeu com o pai, o que a ajuda a sobreviver por muito tempo dentro da arena. Ela também conta com a ajuda de uma pequena garotinha, Rue, que acaba morrendo depois por uma lança.
 
Também é revelado uma paixão de Peeta por Katniss, o que é entendido pela garota, a princípio, como uma estratégia, e que a ajuda a sobreviver na arena. No final, Katniss e Peeta conseguem sair juntos da arena, mas isso é apenas a primeira fagulha.



Já no segundo livro, Em Chamas, temos a repercussão dos atos da garota. Suas atitudes de resistência e de não abaixar a cabeça, alcançam as pessoas dos demais distritos, que veem nela uma possibilidade de mudança. Isso desagrada a Capital e o Presidente, que pensa maneiras de conter a onda de levantes que vêm acontecendo.
 
Enquanto isso, no Distrito 12, Katniss e Peeta fingem um relacionamento para a população, sendo acompanhados de perto por todos da Capital e distritos. Até um casamento eles precisariam forçar para sua farsa não ser descoberta.
 
Porém, na 75ª edição dos jogos, os tributos escolhidos para participar serão retirados dos vencedores dos anos anteriores, e logo ela e Peeta estão novamente na arena. Ela desistiu de tentar sobreviver, e agora fará de tudo para que o seu parceiro sobreviva e saia vitorioso. Já ele quer a mesma coisa, mas para ela.
 
Na arena eles conseguem alguns aliados e perdem outros no processo, mas, com alguns truques, eles conseguem explodir o lugar e serem tirados de lá, uns pelo Distrito 13, que todos pensavam estar extinto, outros pela Capital.
 


No terceiro e último livro, A Esperança, temos a conclusão de todo o arco de Katniss. Ela é treinada no Distrito 13, é usada como “garota propaganda” para a Revolução, invade cenas de guerra e no caminho perde muitas pessoas.
 
Desde o começo desse livro, todos os esforços dela foram para salvar Peeta da Capital, mas ele teve seu cérebro tão “estragado” pela equipe do presidente Snow, que agora o garoto repudia Katniss a todo custo. É de cortar o coração quando ele avança na garota, cena essa muito bem reproduzida no final do terceiro filme.



Esse livro é repleto de jogos políticos de poder, a vista de um presidente declaradamente autoritário, que não tenta usar mais de falsa bondade nem populismo para se manter governante. Acompanhamos a transição para uma governante que tem o apoio do povo, mas que pode ser tão sádica quanto; até um futuro governante que será escolhido por votação. Katniss manteve suas crenças e noções de justiça até o final.
 
Apesar de uma história extensa de conteúdos e detalhes, os filmes foram muito bem feitos, sendo considerados por muitos críticos uma das melhores adaptações literárias já feitas. A escolha do elenco não desagradou, apesar da clara diferença de idade pela aparência, visto que Katniss deveria ter 16 anos, e a atriz, Jennifer Lawrence aparentava mais de 21 (de fato, ela tinha 22 durante o primeiro filme).
 
O que não pode faltar nessa nova adaptação?
Para A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, esperamos apenas o melhor. Tendo em vista o sucesso e a qualidade da série original, contamos com uma adaptação digna, que nos prenda e encante assim como as anteriores.
 


 
Esse prelúdio se passa 64 anos antes dos primeiros jogos de Katniss, durante a 10ª edição dos Jogos Vorazes. Nele, o homem que viria a ser presidente Snow ainda era um moleque, um adolescente de em média 17/18 anos, chamado Coriolanus Snow. Ele iria participar como mentor dos jogos, acompanhando um tributo, o que nunca havia acontecido antes.

O que ele não esperava é que nutriria sentimentos de admiração, e outros mais fortes posteriormente, pela garota do Distrito 12 (olha só), que amava música e usava dela para sobreviver.
 
Nesse livro compreendemos um pouco sobre o poder e o que ele faz com a mente das pessoas. Podemos entender também a famosa frase de Jean-Jacques Rousseau, “o ser humano nasce bom, a sociedade o corrompe”, ao percebermos as pessoas que o rodeiam e as situações em que Coriolanus se insere.
 
Contamos, então, com que os produtores saibam trabalhar essa noção, e que o longa não se perca em uma história água com açúcar de amor. O foco do livro é a política e a natureza humana, dessa forma, a adaptação deve seguir na mesma linha.

 

A personalidade de cada integrante da história é um marco para entender o futuro de cada um. Espera-se que isso seja mantido neles, como uma Lucy alegre, mas que tenha jogo de cintura e que saiba dialogar, além de extremamente esperta; um Coriolanus frio, calculista, mas extremamente político e que sabe usar das oportunidades ao seu favor, além de ter muita lábia. Por fim, personagens secundários que façam jus ao seu papel.

Também não podem faltar as músicas que fizeram sucesso em Jogos Vorazes, e as originais desse livro. Em seu canal do YouTube, a cantora e compositora estadunidense Maiah Wynne realizou covers das músicas de A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes; então, enquanto não saem as originais podemos acompanhar algumas versões.
 


 
Por fim, uma coisa que não pode faltar são as teorias que esse livro traz e as referências aos livros cronologicamente posteriores. A adaptação precisa deixar os espectadores curiosos e com as mesmas “dúvidas” que os leitores, pois é isso que nos instiga a sempre querer saber mais sobre a obra. É um ponto que admiro muito nos livros e que gostaria de ver no longa.

O filme tem previsão para chegar aos cinemas em novembro de 2023, um ano a partir desse post, e muitas pessoas já estão ansiosas para o que está por vir.

REFERÊNCIAS
LIONSGATE MOVIES. "The Hunger Games: The Ballad of Songbirds and Snakes". YouTube, 05/06/2022. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=GfGcH2T53XY&ab_channel=LionsgateMovies >. Acesso em 12/11/2022.
 
SABBAGA, Julia. “Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes encerra filmagens”. Omelete, 2022. Disponível em: < https://www.omelete.com.br/jogos-vorazes-hunger-games/jogos-vorazes-derivado-filmagens >. Acesso em 06/11/2022.
 
WYNNE, Maiah. "Playlist: Lucy Gray Covers." YouTube, 2020. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=6x71_kIS890&list=PLFYSf4txXQ2d14zD45Fpp5hKBghXXA-tr >. Acesso em 11/11/2022.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »