20/11/2022 às 23h27min - Atualizada em 20/11/2022 às 23h22min

Max Verstappen vence o último GP da temporada, o de Abu Dhabi

Charles Leclerc ficou em segundo e garantiu o vice-campeonato da Fórmula 1

Ana Carolina Gomez - labdicasjornalismo.com
Max Verstappen no pódio do GP de Abu Dhabi da F1 2022 — Foto: Karim Sahib / AFP

Max Verstappen venceu o circuito de Yas Marina, que ocorreu neste domingo (20), e marcou a última corrida da temporada. O holandês conseguiu estabelecer um recorde de 15 vitórias na temporada. Seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, ficou na terceira colocação. Charles Leclerc garantiu o segundo lugar e o vice-campeonato.

 

Nesta corrida, aconteceram várias despedidas, Sebastian Vettel (Aston Martin) disputou a sua última etapa da carreira. Nicholas Latifi (Williams), Mick Schumacher (Haas) e Daniel Ricciardo (McLaren) também se despediram. O australiano volta na próxima temporada como piloto reserva da Red Bull.

 

O campeão da temporada é o Max Verstappen com 454 pontos; em seguida vem Charles Leclerc, com 308; Sergio Pérez, 305; George Russell, 275; Carlos Sainz, 246; e Lewis Hamilton, 240.

 

Red Bull ganhou o Mundial dos construstores ao acumular 759 pontos, logo depois vem  Ferrari com 554 e Mercedes, 515.

 

A CORRIDA

 

Na largada Sergio Pérez foi para cima de seu companheiro de equipe, Max Verstappen, porém não obteve sucesso no ataque e continuou na segunda colocação. Charles Leclerc tentou se aproximar, porém não conseguiu. Lewis Hamilton largou em quinto e já ultrapassou Carlos Sainz e ocupou a quarta colocação. Lando Norris também teve um bom início e conseguiu passar George Russell.

 

No início da prova, Sainz tocou em Hamilton, que viu o carro dar um pulo. A direção de prova ficou de olho no acidente e decidiu não punir o piloto da Ferrari, porém depois voltou a revisar o ocorrido; desta vez, por Hamilton sair da pista e ganhar vantagem. Durante a volta cinco, o piloto da Mercedes devolveu a posição ao espanhol, embora tenha sido forçado pelo rival pela área de escape da curva, enquanto naquele momento o resto do pelotão passava no trecho.

 

Leclerc conseguiu se aproximar mais de Pérez entre a 10ª e 15ª volta. O piloto da Red Bull, inaugurou os pit stops na prova, e o monegasco ocupou provisoriamente a vice-liderança. O carro do mexicano escorregou na saída do pit lane e perdeu a quinta colocação para Sebastian Vettel.

 

Pérez retornou para o segundo lugar após os outros rivais pararem e se manteve à frente até a volta 34, quando a Red Bull chamou o piloto para os boxes.

 

Na volta 16, Russell sofreu com a parada ruim da Mercedes com 5s2. Quando estava saindo dos boxes, o piloto quase tocou no Norris no pitlane. Com isso, ele foi punido com cinco segundos.

 

Fernando Alonso largou em décimo e chegou a ultrapassar Valtteri Bottas e Yuki Tsunoda. Porém, o carro do piloto Alpine teve mais um problema e o espanhol abandonou a corrida na volta 28. A suspeita é que ocorreu um vazamento de água.

 

Durante a 39ª volta, Mick Schumacher colidiu na perseguição a Nicholas Latifi, o acidente causou uma bandeira amarela no segundo setor, mas logo a pista foi liberada com os dois de volta. A direção decidiu punir Schumacher com cinco segundos.

 

Faltando dez voltas para o final, Pérez começou a perseguição a Leclerc: o mexicano conseguiu tirar um segundo por volta do rival, porém a diferença ainda era de seis segundos. Na última volta, ele chegou a 1,7 segundo, mas não teve tempo para tentar ultrapassar.

 

Hamilton abandonou a corrida faltando três voltas para o final; o W13 foi perdendo velocidade. Desta forma, foi para os boxes e deixou o GP sem uma única vitória pela primeira vez na F1.

 

A classificação final foi Max Verstappen em 1ª, Charles Leclerc em 2ª, Sergio Pérez em 3ª, Carlos Sainz em 4ª, George Russell em 5ª, Lando Norris em 6ª, Esteban Ocon em 7ª, Lance Stroll em 8ª, Daniel Ricciardo em 9ª, Sebastian Vettel em 10ª, Yuki Tsunoda em 11ª, Guanyu Zhou em 12ª,  Alexander Albon em 13ª, Pierre Gasly em 14ª, Valtteri Bottas em 15ª, Mick Schumacher em 16ª, Kevin Magnussen em 17ª. Lewis Hamilton, Nicholas Latifi e Fernando Alonso não completaram a corrida.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »