29/07/2019 às 11h37min - Atualizada em 29/07/2019 às 11h37min

mídias sociais: grande vitrine online para os microempreendedores

A decisão e as dificuldades existentes para empresários que gerem seus negócios sozinhos nas redes sociais

Iara Melo
Por Willian Iven em Unsplash
Gestores de diversos setores utilizam o Instagram como um grande canal de divulgação para os negócios. A ferramenta possibilita uma aproximação da empresa com os clientes e permitem que atinjam um novo público. Os microempreendedores são responsáveis por todas as áreas dentro do próprio negócio, e o marketing está presente na rotina também.

Empreendedor eu-quipe
Segundo a consultora de marketing digital, especialista em vendas, Márcia Carvalho, é bem comum o tipo de empreendedor no qual ela se refere como “empreendedor eu-quipe”, que trabalha sozinho em todos os âmbitos.

Márcia afirma que é possível gerir as redes sociais sozinho, porém é uma atividade complexa: “Uma grande dificuldade que observo é a falta de visão de gestão. É necessário ter uma visão holística de todas as áreas da empresa, ter domínio dessas áreas”, além de ter um amplo conhecimento, ela aponta também que deve existir um bom planejamento das mídias, tornando o conteúdo relevante e direcionado para um cliente ideal.   
Para isso é necessário seguir alguns passos para conseguir mais produtividade e foco no gerenciamento. O primeiro é definir uma linha editorial: definir o produto/serviço e idealizar o público alvo. Traçar objetivos e organizar essa caminhada é essencial para ter um bom posicionamento nas redes e se tornar especialista naquilo que oferece.

A partir disso ela explica a importância de ter uma presença online consistente. “É um fator primordial que você se posicione dentro do mercado, ter clareza do que é o seu negócio e para quem ele vende, ser o melhor que você puder ser”, acrescenta a especialista.

Comentários negativos
É notório o livre arbítrio que a internet proporciona quando o assunto são comentários. Quando se empreende o individuo está exposto a comentários positivos e negativos e pode se abalar diante de comentários maldosos. Márcia afirma que nesses casos é necessário refletir sobre tais comentários e que não se deve toma-los como parâmetro de todos os outros que utilizam o serviço ou compram os produtos. “Para lidar com isso é preciso ter maturidade e ser uma pessoa altamente pé no chão, não absorver como uma verdade absoluta”, acrescenta.

Case de sucesso
Um bom exemplo disso é a maquiadora profissional e digital influencer Cinthya Braz que atua promovendo cursos de auto maquiagem e atendimentos em ocasiões como casamentos e formaturas. A maquiadora afirma “Por meio do Instagram eu consegui atrair mais público, mais clientela e consegui ajudar as minhas seguidoras. Com criatividade busco sempre inovar meu conteúdo”. Cinthya utiliza as diversas ferramentas que o Instagram disponibiliza para fortalecer a imagem do seu negócio, e também para ajudar aqueles que a seguem.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »