Lab Dicas Jornalismo Publicidade 728x90
15/06/2024 às 13h11min - Atualizada em 15/06/2024 às 11h56min

A evolução dos Seis de Nublar

Taís Wölfert - Editado por Letícia Nunes
Fonte: Netflix / Reprodução: EDNA


A franquia de Jurassic Park World começou na década de 1990 com os livros e os primeiros filmes adaptados. Em 2015, com o filme Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, mais uma vez esses seres já extintos tomaram conta das telas. Mas, foi em 2020, em meio a pandemia da Covid-19, que a Netflix disponibilizou a animação Jurassic World: Acampamento Jurássico, e agora, quatro anos depois, o público ganhou uma sequência direta, Jurassic World: Teoria do Caos, com uma história e personagens mais amadurecidos.

Seria difícil falar de uma continuação sem antes falar da obra principal. Então, vamos lá: a animação lançada em 2020, apresenta a história de seis jovens que estão no parque para um acampamento especial. Eles são bem diferentes entre si e não se dão bem logo de cara, mas o destino guardou algumas surpresas para eles. A primeira temporada se passa durante os acontecimentos de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, mas diferente dos personagens do filme, as crianças ficam presas no parque sem nenhum resgate.

Ao longo de suas cinco temporadas, o desenho amadureceu seus personagens, que ficaram conhecidos como os Seis de Nublar, e a relação entre eles. Todos passaram por muitas provações e laços foram criados. Mas apesar disso, o roteiro ainda batia muito na tecla do infantil, o que não é ruim, afinal eles eram o público principal. Mas a repetição juntamente com algumas temporadas sendo lançadas com pouco espaço de tempo pode conter certo tédio para os mais velhos.

Eis que esse ano, chega à plataforma a continuação direta da animação que já começa com eles mais velhos e um deles morto. Claro que a sequência não tem o mesmo peso de rever os personagens que tem para quem não assistiu, mas o fato de poder ser assistida independente já é ponto positivo.

Apesar de os seis terem se unido de uma maneira única ao longo de todos os acontecimentos, a maturidade chegou para todos. E cada um seguiu seu caminho, uns mais próximos e parecidos que outros. Cada um achou seu próprio jeito de lidar com todos os traumas que passou. Se afastar dos dinossauros ou continuar envolvido em atividades com os jurássicos?

Essa foi apenas uma das decisões que eles precisaram tomar. Outro aspecto que vem bem forte, e natural, são os relacionamentos amorosos. Relacionamentos no geral já não são tão fáceis assim. Pessoas são diferentes entre si, têm qualidades e defeitos. Amigos brigam, parentes brigam e casais também. Jurassic World: Teoria do Caos apresenta tudo isso e traz profundidade nas relações amorosas mostradas. Em meio a tanto caos o amor pode existir, mas como lidar com ele? A sequência mostra isso através de um casal ao longo dessa primeira temporada e é incrível ver como certos aspectos são importantes para o bem estar de uma relação.

Lidar com consequências de decisões próprias, não entender o motivo para certas coisas e ainda perder alguém querido são pautas da temporada. A animação vem com um roteiro mais ousado e voltado para um público mais jovem que deixou de ser infantil. Mesmo que crianças ainda possam assistir, certas temáticas e reflexões não terão o mesmo peso para eles. Assim como na antecessora, os personagens erram e escondem segredos. Mas agora tudo é mais forte e também pesado. Não foram só eles que cresceram, quem assistia também cresceu e a história passou pelo mesmo.

Mesmo com os filmes com bons efeitos e atores igualmente bons, ver uma história com um desenvolvimento interessante, com personagens igualmente bem construídos, acaba que a animação se sobressai aos filmes. Principalmente, os mais recentes. E por serem episódios, cada um tem uma história mais própria e assim podemos ver cenários que os filmes não permitem.

Jurassic World: Teoria do Caos vem depois de dois anos de espaço entre o fim de sua antecessora e sua estreia. E isso contribui para que o público sinta falta dos personagens conhecidos, mas também para que um respiro dentro desse universo seja dado. De qualquer a produção consegue dar um gás nesse universo e abordar as coisas de uma ótica diferente dos filmes.
 

REFERÊNCIAS:
ZANETTI, Laysa. Dinossauro toca o terror em teaser de Jurassic World: A Teoria do Caos. Omelete. Disponível em: < https://www.omelete.com.br/series-tv/jurassic-worldteoria-do-caos > Acesso em: 04 de junho de 2024.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »