11/09/2019 às 21h57min - Atualizada em 11/09/2019 às 21h57min

Festa de Nossa Senhora dos Prazeres atrai milhares de fiéis à Maceió

Jéssica Viturino - Editado por Letícia Agata
No mês de agosto de 2019 foi comemorado 200 anos da festa da padroeira de Maceió, Nossa Senhora dos Prazeres, que teve como tema “Sob o olhar de Maria com o Espírito Santo comprometidos com a missão”.  A festa começou no dia 17 e encerrou no dia 27 com a procissão.


Missa na Paróquia Nossa Senhora dos Prazeres (Foto: Pascom Arquidiocesana)


Esse momento religioso tem grande significado para os fiéis, que durante o ano participam das missas e dos eventos que ocorrem nas paróquias, e, no período da festa, eles aproveitam para demonstrar a devoção à Nossa Senhora como grande intercessora dos pedidos que cada cristão faz. Isso é percebido durante a procissão, com as imagens nos andores que saem junto com o cortejo. Muitas pessoas se preparam para a chegada desta data para comemorar uma festa que já é tradição na região.

Durante os dias de festas aconteceram celebrações em três horários: a primeira às 6h, com o café da manhã para os pobres, a segunda às 15h e a terceira às 19h, contando com a presença de várias paróquias dos setores e áreas pastorais da Arquidiocese.

No decorrer da festa, imagens peregrinas da padroeira ficaram fixas no Aeroporto Zumbi dos Palmares, Feira de Artesanato, na Praia da Pajuçara, no Terminal Rodoviário João Paulo II, no Feitosa, no Porto de Maceió, no bairro do Jaraguá, na Estação Ferroviária, no Centro da capital e outras percorreram órgãos públicos.

A festa atrai pessoas de vários municípios e estados vizinhos. Muitas delas não são praticante da religião católica, mas se sentem convidados a participar deste belo momento que já é tradição na capital alagoana. Todos são convidados a participarem das nove noites em louvor à virgem Maria.  “Me sinto honrado em fazer parte dos 200 anos da padroeira de Maceió, e durante este tempo a paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres levou muita alegria para as comunidades vizinhas e para as paróquias do estado. Foram vários bispos, padres e seminaristas que passaram por essa arquidiocese e fizeram parte deste 200 anos", enfatizou o ministro da sagrada comunhão, José Roberto.

No dia 27 de agosto é feriado em Maceió, por ser o dia da padroeira da capital. Durante a manhã, muitos fiéis se reuniram na Catedral Metropolitana para acompanhar a programação prevista para o dia. No começo do dia foi realizada uma missa em ação de graças pela vestição do hábito dos consagrados da casa de Ranquine, presidida pelo bispo de Maceió, Dom Antônio Muniz. Houve a missa Solene, com o bispo da Diocese de Penedo, Dom Valério Brêda, e durante a tarde, a celebração foi presidida pelo padre Valdo Omena, da paróquia de São Sebastião, em Ibateguara.

A procissão teve início na Catedral, percorrendo as ruas da capital alagoana, finalizando com a missa no Santuário da Misericórdia, no Dique Estrada. Milhares de fiéis participaram deste momento em louvor à padroeira da cidade de Maceió. “É um sentimento inexplicável ver nossa cidade cheia de gente para comemorar a festa de nossa padroeira. Me sinto feliz por fazer parte deste lindo momento de fé",  relatou a devota de Nossa Senhora dos Prazeres, Maria Cicera.


Imagem de Nossa Senhora dos Prazeres chegando ao Santuário Homens, recebendo a benção do Arcebispo (  Foto: Pascom Arquidiocesana)

 Missa no Santuário da Misericórdia  ( Foto: Pascom Arquidiocesana)

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »