12/09/2019 às 12h04min - Atualizada em 12/09/2019 às 12h04min

Athlético Paranense derrota o Internacional e leva vantagem na decisão

Furacão só precisa de um empate para levantar a taça

Luiz Eduardo - Editado por Paulo Octávio
Bruno Guimarães fez o gol da vitória do rubro-negro. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo
O Athletico, em meio aos seus mais de 39 mil torcedores que estiveram presentes na Arena da Baixada, saiu na frente em busca da Copa do Brasil. Com um gol de Bruno Guimarães, o Rubro-Negro paranaense venceu o Internacional por 1 x 0 e avançou em busca do seu  título inédito. Os dois times protagonizaram uma partida de tirar o fôlego. Os donos da casa jogaram bem do início ao fim, e os colorados falharam na busca pelo empate. 
 
1° TEMPO
Logo com seis minutos, o lateral-esquerdo athleticano, Márcio Azevedo, faz o cruzamento para Nikão na grande área, o atacante cabeceia para o meio, e Rony tenta a bicicleta, mas o lance não surte efeito. Aos 12’, D'Alessandro faz  lançamento para Nico López, que por trás da zaga,  domina de esquerda e manda para fora. Com 21’, D'Alessandro de novo aciona Nico López, ele bate bem, mas Santos defende. Aos 26’, Uendel manda uma bomba de fora da área, e o goleiro paranaense espalma. Com 38’, Guerrero é lançado na área de ataque, acaba brigando pela bola com o zagueiro Robson Bambu, porém Santos fica com a bola. Depois dos 42’, Rony arrisca de voleio e a bola passa longe do gol colorado.
 
2° TEMPO
Logo com oito minutos, o volante  Edenílson recebe a bola na direita, chega na grande área e chuta. Houve um desvio e quase que quase engana  goleiro Santos. Dois minutos depois, Nikão bate cruzado, cai na hora do chute, e Marcelo Lomba vê a bola saindo pela linha de fundo. Aos 12’, o argentino Marco Ruben tenta fazer o toque para Bruno Guimarães na entrada da grande área. Moledo afasta nos pés do Ruben, deixa o meia na cara do gol para abrir o placar. Com 27’,  Rony chuta forte de dentro da área, e Lomba faz uma grande defesa. Três minutos depois, Rodrigo Lindoso teve a chance de empatar, entretanto parou nas mãos de Santos. Aos 37’, Paolo Guerrero toca para Nonato, o meia tenta cruzar rasteiro na área, mas o zagueiro Léo Pereira dá um carrinho para travar a jogada. No fim do jogo, o centroavante  Rafael Sóbis teve a última chance: ele chutou com o pé esquerdo na rede por fora. 

PRÓXIMOS CONFRONTOS
Os dois times fazem o jogo da volta na próxima quarta às 21h30, dessa vez em Porto Alegre, no Estádio Beira-Rio. O Inter tem que ganhar por dois gols de diferença ou por um a zero para levar a decisão para os pênaltis. E o Athlético só precisa de um empate para erguer o trófeu
. Antes, eles entram em campo pelo Brasileirão. Rubro-Negro pega o Avaí, na Arena; e os gaúchos encaram o Atlético Mineiro, no Independência. Dois jogos serão no domingo, 15, às 11h.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »