12/09/2019 às 12h47min - Atualizada em 12/09/2019 às 12h47min

Rogério Ceni desafia retrospecto no Allianz e crise do Cruzeiro

Já Mano Menezes está invicto no estádio do Palmeiras

Beatriz Torres - Editado por Paulo Octávio
Pelo Fortaleza, Rogerio Ceni estreou no brasileirão com derrota de 4 a 0, no Allianz. Foto: Marcos Riboli
Rogério Ceni nunca comemorou um gol no novo estádio do Palmeiras. Em todos os jogos que disputou, como goleiro e treinador, ele sempre saiu derrotado e sem um tento a favor. Foram quatro derrotas, três pelo São Paulo -- a última como técnico -- e uma com o Fortaleza, na abertura do Brasileirão. Neste sabado, às 19h, agora no comando do Cruzeiro, Ceni tem a oportunidade de quebrar esse jejum na última rodada do primeiro turno. Mas o ex-jogador desafia uma série de crises no clube mineiro. Tanto na admistraçao como no vestiario, o clima é péssimo, o que deixa a Raposa com sério risco de sofrer um inédito rebaixamento para série B. Por outro lado, o verdão, que flertou com a crise após eliminação da Libertadores, vive novos ares com a chegada de Mano Menezes e série de duas vitórias seguidas. E curiosamente, o gaúcho nunca perdeu no Allianz.


CRUZEIRO

Após a goleada do Grêmio em cima do Cruzeiro por 4 x 1, a torcida mineira declarou apoio ao treinador e se manifestou e pediu a saída de Thiago NevesEdilson, EgídioRobinho, Henrique, Pedro RochaCabral e Jadson. Com toda essa pressão de cinco dias de protestos, a Raposa irá enfrentar os Palmeiras pela 19ª rodada do Brasileirão.  Orejuela volta a equipe após servir a seleção colombiana. Ele entra no lugar de Edilson, que não viajou com a delegação para São Paulo. Dedé, com entorse no tornozelo, não entra em campo. Já Rodriguinho, que se recupera de cirurgia, também não deve jogar. Clube tem 18 pontos e está a três da zona da degola. Equipe ainda tem o pior rendimento como visitante no  campeonato, com 14,81% de aproveitamento. Após a eliminação na Copa do Brasil, Ceni dará uma cara nova ao time, com uma formação mais compacta na marcação, diferente do normal, onde o Cruzeiro mostra em campo um time mais ofensivo. 

Os treinos foram fechados para imprensa. Ceni escondeu escalação e as prováveis mudanças, com isso o provável Cruzeiro deve ser: Fábio; Orejuela, Fabrício, Bruno, Léo e Dodô; Henrique, Jadson (Ariel Cabral); Robinho, (Marquinhos Gabriel) e Thiago Neves; Pedro Rocha e Fred (David)

PALMEIRAS
Após uma ameaça de crise com a eliminação na Libertadores e goleada sofrida diante o Flamengo, o verdão vive novo clima. Equipe vem de uma sequência de duas vitórias seguidas e conseguiu uma virada em cima do Goiás, o que não acontecia em 15 meses. Por isso, os paulistas estão confiantes para enfrentar o Cruzeiro em casa. Haverá duas mudanças em relação a equipe que encarou o Fluminense: Weverton retorna após participar de amistosos com a seleção brasileira; e Gustavo Gomez pode voltar a zaga. O técnico Mano Menezes vem com um time mais ofensivo, com os meias se aproximando para finalizar, com triangulação entre alas e pontas. Palmeiras é o terceiro colocado com 36 pontos e precisa da vitória para se aproximar dos líderes; Flamengo e Santos se enfrentam às 17h  e o derrotado pode ser ultrapassado pelo alviverde.

Provável Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez (Luan), Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Willian, Dudu e Luiz Adriano

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

Cruzeiro leva a melhor no clássico palestrino. Em 95 jogos foram 35 vitórias dos mineiros, contra 32 dos paulistas e 28 empates. Levando em conta apenas o Brasileirão, a raposa tem 24 triunfos, ante 18 do alviverde e 19 empates. Palmeiras venceu o último confronto por 3 a 1, no Brasilleirão do ano passado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »