14/09/2019 às 09h34min - Atualizada em 14/09/2019 às 09h34min

Amazon Prime chega ao Brasil com muitos serviços e custando pouco

Pacote dá acesso a livros, filmes, músicas e frete grátis por R$ 9,90

Thiago Oliveira - Editado por Manoel Paulo
TechTudo
Correio/Reprodução
A gigante americana Amazon lançou na última terça, 10, o serviço Amazon Prime que engloba todos os produtos da empresa que tem o selo Prime. O pacote inclui desde frete grátis em produtos vendidos e entregues pela empresa, até seu serviço de streaming de vídeo. Tudo por R$ 9,90 por mês ou R$ 89 no plano anual.

O valor cobrado pelo Prime por aqui é realmente tentador, mais barato do que é cobrado nos EUA por exemplo, onde o plano mensal sai por US$ 12,99 e o anual por US$ 119 (cerca de R$ 53 e R$ 487, respectivamente).

O frete grátis, oferecido pelo pacote, vale para mais de 20 seções do site da gigante. Itens que vão de vestuário a dispositivos eletrônicos deixam de ter valor mínimo para frete grátis. A entrega expressa para regiões sudeste, com prazo de até dois dias úteis continua para os assinantes.

(Foto: Reprodução/Marvin Costa)
Prime Reading e Prime Music

A Amazon aproveitou o lançamento do novo pacote, para apresentar dois novos serviços ao publico brasileiro. O Prime Reading, que é focado na leitura de livros e revistas, e o Prime Music, serviço de streaming de músicas da gigante.

Apesar do catálogo do Prime Music ser limitado (cerca de 2 milhões de músicas), o usuário não terá anúncios entre as faixas. Caso queira um streaming de áudio completo, ele pode optar por pagar o plano Music Unlimited que sai por R$ 16,90.

Já o Prime Reading reúne publicações brasileiras de livros e revistas, disponíveis para leitura no aplicativo do Kindle para Android e IOS, além do leitor de livros digitais Kindle, da própria Amazon.

O pacote de serviços está disponível em 18 países com mais de 100 milhões de usuários. Quem optar pelo pacote, tem um período de testes gratuito por 30 dias. Vale ressaltar que o usuário que já é assinante do Prime Video no Brasil, migrará automaticamente para o novo serviço.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »