01/11/2019 às 20h48min - Atualizada em 01/11/2019 às 20h48min

Nostalgia dos anos 90

Núbia Umbelino
Pinterest/ Recherche Google
 Quando pensamos em anos 90, nos vem á cabeça algo muito distante, nossa infância, nossas fotos de família, aquela roupa que você indagava sua mãe por ter usado no seu aniversário de 5 anos. Em verdade é uma década que está bem presente na vida de todos e nem faz tanto tempo, só nos parece extremamente nostálgica.

Atualmente, a moda tem sido pensada cada vez mais de forma plural, na individualidade na possibilidade de se expressar da melhor forma possível e os anos 90 entraram com tudo nesta pegada. Alguns dos motivos são o conforto a liberdade de sobreposições e a valorização do corpo, lembrando que em meio a tudo isso tinhamos duas vertentes, a exposição do corpo como por exemplo, as calças extremamente baixas (a marca "Gang" foi uma grande precursora neste quesito). Contudo, vamos ao que voltou com força nos dias de hoje, sendo elas: as sobreposições, os vestidos de veludo, as camisetas  (que destacam a mescla de gênero), macacão jeans e jardineiras, jaquetas jeans, patches, mom jeans (calças com a cintura alta), meia calça arrastão e os famosos tops cropped's.


A valorização do corpo, levou em consideração as modelagens, que principalmente nas calças de Cós alto evidenciam a cintura e o arredondado dos quadris além de alongarem a silhueta. Os cortes curtos em camadas para o cabelo também brincam com a estética andrógina, quem não amava o cabelo da Rachel da serie Friends? Camadas soltas, cabelo curto, que remetem a liberdade e ao mesmo tempo certo luxo.

Além disso, há algumas marcas que tem trabalham a estética dos anos 90. "Helo Rocha" em parceria com "Le Lis Blanc" tem produzido muitas calças de cintura alta, vestidos com muito babado que remetem principalmente ao ápice da lambada. As estéticas extravagantes do nascimento dos vídeos clipes que traziam empoderamento, algo mega discutido nos dias de hoje. "Arrezzo" e "Schutz" nos trouxeram os flatforms, a mescla de cores primárias em seus sapatos. "Dolce & Gabbana" nos reavivou o streewear, camisetas longas, bandanas,  pochetes. O "maloqueiro" da época voltou cheio de estilo e com pitadas de glamour, atingiu a high society.

Enfim, nesse momento da história (sim! A moda conta muito da nossa história, das conquistas buscadas na época e das divisões de classe) onde todos buscamos igualdade, com individualidade, no qual cada um pode e deve se expressar como bem entender. No mais, a regra é: seja livre, misture e sobreponha, use seus pacths com jargões e referências de tudo que gosta, se mostre e empodere-se.

https://br.pinterest.com/pin/542754192568382091/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »