20/11/2019 às 23h44min - Atualizada em 20/11/2019 às 23h44min

Eventos musicais pagos e seus benefícios

Brunna Feitosa - Editado por Letícia Agata
Público

Um terço da população da brasileira precisa de eventos gratuitos para terem acesso a cultura. A conclusão é de uma pesquisa realizada em parceria pelo Datafolha e pela J-leiva, consultoria especializada em cultura, esporte e investimento social. “É o mínimo que o Estado poderia prover: cultura de graça”, disse Débora Laurentino.

Os shows como os de Ano Novo, no Museu da República, mostram que há eventos grandes com entrada gratuita no Distrito Federal. Entretanto, o dia a dia da capital ainda é carente de lugares que tenham uma programação pensada em entreter o público brasiliense com entrada franca.

Ao perguntar para algumas pessoas de diferentes idades e classes sociais se elas preferem ir a eventos musicais gratuitos ou pagos, alguns responderam os dois, como Milena, 20:

”Em todos, porque posso ouvir uma música legal e diferente sem pagar nada, até mesmo conhecer uma nova banda/músico e isso é super importante para quem está em início de carreira, quanto simplesmente posso pagar para ir a um show de pessoas que hoje já são reconhecidas e amo escutar, até porque essas que são reconhecidas, dependendo, as oportunidades de ir à um show ao vivo são bem mais difíceis. Essas podem levar de 2 a 4 anos para ter a oportunidade novamente”.

Já alguns, principalmente as mulheres, preferem ir a eventos pagos. Ao questionar os motivos, alegaram que levam em conta alguns fatores como segurança, organização, conforto, qualidade do evento, quantidade de pessoas no local e apoio ou a falta do governo.
 

A segurança é um dos critérios vistos pelo público de um evento, seja pago ou não, e ela vai além da questão de furtos e assaltos, pois também podem ocorrer incêndios e mortes. Uma forma de evitar seria revistar as pessoas na entrada do evento e contratar seguranças para ficar dentro e fora do local. Natália Santos,19, também comenta sua preferência:

“Pagos, por normalmente ter mais segurança e estrutura melhor”.

Organização e conforto são tópicos que podem fazer alguém desistir de ir a evento musical. Eles são importantes para não gerar tumulto e lotar um espaço que não comporta os que vão chegando.

“Pagos. Segurança, conforto, qualidade e número limitado de pessoas”, diz Cassiana Cesario, 39, ao falar que prefere eventos musicais pagos.

O apoio ou sua falta da parte do governo pode prejudicar eventos de acontecerem muitas vezes, pois no caso de artistas pouco conhecidos, não há verba suficiente para bancar um show de tamanho médio. Então alguns casos dependem de patrocínio. Já os cantores conhecidos e estáveis, por vezes não precisam da ajuda de patrocinadores e nem do governo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »