22/11/2019 às 13h00min - Atualizada em 22/11/2019 às 12h39min

Resenha: The End of the F****ing World

Dividindo opiniões, série ganhou segunda temporada

Luhê Ramos - Editado por Mário Cypriano
Cena dos protagonistas da série / Foto: Divulgação
The End Of The F***ing World é uma série disponível na Netflix. A produção de sua segunda temporada foi confirmada ainda este ano e lançada em 5 de novembro de 2019. Apesar de não ser originalmente da plataforma, a primeira temporada da série de comédia e drama teve sua estreia em 2018 no streaming. Recém-lançada, ainda sofria com opiniões negativas do público, por conta do humor politicamente incorreto. Mesmo assim, a série fez sucesso, principalmente entre os jovens e novos adultos.

James é um aluno confuso, incompreendido e taxado de estranho. Quando Alyssa começa a estudar em seu colégio, ele vê nela uma oportunidade de ter novas experiências. Assim como nosso protagonista, Alyssa também não sabe o que está fazendo da vida ou o que busca para o futuro. Também não tem facilidade em se relacionar com as pessoas ao redor. Eles encontram um no outro alguém que pode entendê-los. 

O personagem James é habilidosamente interpretado por Alex Lawther, que consegue incorporar o papel de um adolescente que não entende a si próprio e que não entende bem seus desejos incomuns. Sua parceira romântica na série é vivida por Jessica Barden. Ela desempenha um ótimo trabalho ao retratar a personalidade confusa de Alyssa, conseguindo atingir os dois humores contrastantes da personalidade com aparente facilidade.

Na primeira temporada os personagens são apresentados e a história começa a se desenvolver em tom macabro, romântico e surreal. A mistura torna a série interessante e, às vezes, assustadora. Os jovens saem em viagem e acabam por sofrer e praticar ações que geram momentos bons e ruins à aventura do casal. 

Ao iniciar a segunda temporada, o espectador vê o impacto dos atos cometidos pelos personagens e seus efeitos depois de dois anos dos acontecimentos da temporada anterior. A história começa com a apresentação e narrativa de uma personagem nova que conta seu lado da história. Quando mostra seu ponto de vista, vemos que Bonnie (interpretada pelo admirável talento que é Naomi Ackie), mesmo não aparecendo na temporada anterior, também sofreu com consequências dos atos do casal. E ela quer vingança. 

A trama trata de assuntos sempre atuais como amor, psicopatia, rebeldia, a confusão e o desespero da adolescência e, também, da percepção de quando “de repente” se torna um adulto – de acordo com a idade – e como lidar com isso. A série divide opiniões e ainda não há confirmação para a terceira temporada. 

https://www.youtube.com/watch?v=JAEdogs2Rxg
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »