21/01/2020 às 12h43min - Atualizada em 21/01/2020 às 12h43min

Análise: Chiefs e 49ers vencem e definem duelo do Super Bowl

Com as vitórias sobre Titans e Packers, Chiefs e 49ers se enfrentam na decisão em Miami

Matheus Aquino - Editado por Paulo Octávio
Divulgação / SNF on NBC / Twitter
Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers garantiram vaga no Super Bowl LIV, que acontecerá no dia 2 de fevereiro em Miami. Os times derrotaram Tennessee Titans e Green Bay Packers, respectivamente, nas finais de conferência da AFC e NFC da NFL. No primeiro jogo do domingo (19), os Chiefs jogaram em casa e conquistaram o título da AFC ao vencerem o Tennessee Titans por 35 a 24. Com a vitória, o time chega ao Super Bowl pela terceira vez, a última foi em 1970.

O jogo tinha um duelo em particular, Derrick Henry contra Patrick Mahomes. Enquanto o QB de Kansas tentava levar a equipe ao SB -- depois de ser eliminado pelo New England Patriots na temporada passada -- o RB foi para a partida como o jogador mais dominante dos playoffs até então. O desafio seria para a defesa do time da casa parar o camisa 22. O melhor DL da equipe, Chris Jones, retornava de lesão e não estava 100%, isso seria um fator relevante para o jogador dos Titans. Porém, a defesa foi extremamente dominante. Henry correu apenas 69 jardas em 19 tentativas, uma média de 3.6 por carregada e 1 Touchdown. Desempenho muito abaixo em relação as partidas contra o Baltimore Ravens e os Patriots.

Os Chiefs começaram o jogo perdendo. O coordenador ofensivo dos Titans fez boas jogadas, e Dennis Kelly, o OL, fez TD para Tennessee. Assim como contra o Texans, Mahomes esteve atrás do placar. Isso não foi problema para ele. Com uma atuação magistral, o camisa 15 teve 294 jardas áereas e 3 TD, além de 53 jardas corridas e 1 TD espetacular. Além dele, Damien Williams, Tyreek Hill e Sammy Watkins tiveram grandes atuações, contribuindo com 4 TD.


Patrick Mahomes anotando Touchdown terrestre contra os Titans. Foto: 
David Eulitt/Getty Images

Com Henry apagado, Tannehill precisou trabalhar e teve 2 TD lançados, mas, a defesa dos Chiefs fez grande partida, junto com a secundária liderada por Tyrann Mathieu, que foi impecável nos momentos cruciais.  A vitória coroa os últimos dois anos dos Chiefs com Andy Reid, que "bateu várias vezes na trave" e não tinha conseguido chegar ao Super Bowl. Agora, eles terão a grande chance do sonhado título.

O adversário de Kansas será o San Francisco 49rs, que venceu o Green Bay Packers no Levi’s Stadium por 37 a 20 e garantiu, além do título de conferência da NFC, a vaga no Super Bowl.  A última vez tinha sido em 2012, quando foram derrotados para o Baltimore Ravens.

O jogo em si teve dois nomes, Raheem Mostert e Kyle Shanahan. O RB correu 29 vezes para 220 jardas terrestres e 4 TD. Com uma atuação impecável, dominou as trincheiras de Green Bay com uma ótima partida da OL de San Francisco. Kyle soube administrar o relógio e a vantagem que tinha e impôs o jogo terrestre. Já Garoppolo lançou a bola apenas oito vezes e, Mostert e Deebo Samuel controlaram as ações ofensivas. 
 O treinador da equipe tinha a presença do seu pai no estádio, Mike Shanahan, que conquistou o título em 1994 com os 49ers


Raheem Mostert anotou 3 Touchdowns na vitória sobre os Packers. Foto: 
Ezra Shaw, Getty Images

Os Packers por sua vez, tiveram um primeiro tempo extremamente apagado e vexaminoso; time não saiu do zero no placar e viu a equipe da casa massacrar. Aaron Rodgers não conseguiu utilizar o forte de Green Bay, o jogo terrestre com Aaron Jones, que, mesmo com 2 TD, teve noite apagada. O jogo áereo foi acionado, e Davante Adams e Jimmy Graham acumulavam jardas. Porém, a defesa de San Francisco foi mais uma vez dominante. A secundária teve duas interceptações com Moseley e Richard Sherman, que garantiram a vitória da equipe da Califórnia. O triunfo de Shanahan, Saleh, Bosa e companhia foi o reflexo da grande temporada que fizeram. Depois de terem vencido apenas quatro jogos na temporada passada, trocaram o fracasso da época por Nick Bosa. Resultado? A vaga no Super Bowl.

O duelo será interessante. Kansas City Chiefs com um ataque extremamente intenso com Patrick Mahomes, Damien Willians, Tyreek Hill e Travis Kelce, contra uma defesa dominante com Nick Bosa, Dee Ford, Fred Warner e Richard Sherman. O embate será nas trincheiras, OL X DL. A secundária de Kansas City perdeu Juan Thornhill. Já a defesa dos 49ers não teve nenhuma perda; a única ausência pode ser do RB Tevin Coleman, que saiu lesionado do jogo contra Green Bay. Fato é que à final será um grande jogo em Miami.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »