22/01/2020 às 11h56min - Atualizada em 22/01/2020 às 11h56min

Sex education e os dilemas adolescentes

Maria Cecilia - Editado por Bárbara Miranda
Sex Education é uma série  de origem britânica, original na Netflix e foi lançada sua primeira temporada em janeiro de 2019. Ao longo da trama é possível encontrar temas que não são vistos em uma programação aberta por serem até hoje considerados polêmicos, como sexualidade e depressão. Todavia, justamente por conter esses assuntos, alcançou uma ótima audiência, pois trata se daquilo que os jovens querem ver e se identificar.

FONTE : Sex Education / Reprodução : Netflix.

A produção tem como personagem principal Otis, adolescente, virgem e com ansiedade e para completar filho de uma terapeuta sexual. Diante a esse breve resumo, percebe-se o quanto ele sofre por ser quem é, mas o que ele não esperava é que poderia usar isso ao seu favor, como é visto ao longo dos episódios ele passa a usar o que aprendeu com a sua mãe para ajudar os seus colegas. Isso levanta uma questão bem importante, pois nota-se que os adolescentes querem sim ser ajudados e aconselhados, apenas não encontram essa ajuda em qualquer lugar, e muitas vezes por falta de conhecimento coisas graves acabam acontecendo, como uma DST.
 
Maeve, parceira de negócios de Otis e diferente dele, tinha uma fama não muito boa na escola, é uma das personagens que mais passa por dificuldade, que vão desde aborto a volta de parente não tão agradável. Apesar de passar por o que passou, ela vem para mostrar o poder feminino e reafirmar que a mulher pode ser aquilo que quiser, pode fazer o que quiser, e mesmo sendo taxada como problemática, mostra como todos são bons em algo, no caso dela é na escrita. 

FONTE : Sex Education / Reprodução : Netflix.
 
Eric, melhor amigo de Otis, é gay e diferente da maioria das produções ele não é esteriotipado para virar piada entre os demais, ele consegue passar um carisma enorme que faz com que todos se apaixonem por o personagem. Porém, apesar de trazer ele de forma divertida e inteligente, mostra também muitos preconceitos que ele sofre por ser quem é, desde a não poder assumir o seu amor com um outro personagem por medo do que iriam falar a agressão sofrida por ele. Novamente, a série aborda um assunto sério que a sexualidade com leveza e clareza, mostrando que cada um escolhe de quem vai gostar e que não se deve impedir isso por preconceito.
 
Portanto, percebe-se que é preciso o diálogo, porque só ele resolve, principalmente nessas questões, pois todos já foram adolescente e sabem como a cabeça é confusa e é sempre bom uma certa orientação. Transformar todos esses temas em tabus e mistério gera desinformação já que é um “ indício de atraso, pois, dada a relevância do tema, deveria haver clara discussão entre adultos e adolescentes inexperientes” (SOUSA; FERNANDES; BARROSO, 2006, p. 209). Para que com essa informação não fosse necessário os demais personagens/alunos precisassem recorrer ao um colega de turma para terem suas dúvidas esclarecidas. 


REFERÊNCIAS

VARGAS, Laura. 10 razões pelas quais você precisa assistir sex education: Nova série da Netflix. In: VARGAS, Laura. 10 razões pelas quais você precisa assistir sex education: Nova série da Netflix. Fatos desconhecidos, 29 jan. 2019. Disponível em:< fatosdesconhecidos.ig.com.br/10-razoes-pelas-quais-voce-precisa-assistir-sex-education-nova-serie-danetflix/>. Acesso em: 21 jan. 2020.

SOUSA, Leilane Barbosa de; FERNANDES, Janaína Franscisca Pinto; BARROSO, Maria Grasiela Teixeira. Sexualidade na adolescência: análise da influência de fatores culturais presentes no contexto familiar. Revista Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 19, n. 4, p. 408-413, 2006.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »