22/01/2020 às 14h10min - Atualizada em 22/01/2020 às 14h10min

Corinthians profissionaliza contrato das "minas" do elenco

Time foi campeão da Libertadores e do campeonato paulista do ano passado

Tamires Zinetti - Editado por Paulo Octávio
(Foto: Bruno Teixeira/Agência Corinthians)
O Corinthians anunciou a profissionalização de todo o elenco do futebol feminino, na última quinta-feira (16).  Agora as “minas” passam a ter registro na carteira de trabalho, semelhante ao que acontece nas equipes masculinas. Com a profissionalização, o investimento no elenco terá um aumento e os contratos seguem no mesmo modelo do masculino, com direitos de imagens a multas rescisórias.  Em nota oficial divulgada, o clube diz que esse é um dos passos fundamentais para a consolidação da modalidade feminina no país.
 
"Em um dos mais fundamentais passos na consolidação do futebol feminino no clube, o Corinthians profissionalizou todo seu elenco para a temporada de 2020. A partir de agora, todas as atletas da equipe adulta terão registro em carteira. Idealizada desde a retomada do projeto, em 2016, a profissionalização do futebol feminino corinthiano foi realizada em 2020, quando as jogadoras passarão a receber parte de seus vencimentos na carteira de trabalho, o que lhes reserva diversas garantias e benefícios assegurados ao trabalhador contratado no regime CLT. Todas as atletas foram incluídas no processo”, afirma Andrés Sanchez.

Ainda na nota, Sanchez destacou a luta do clube pela causa e a tradição na modalidade: “O Corinthians sempre esteve na vanguarda no futebol feminino e este é um passo importante na conquista dos direitos trabalhistas, mostrando que o respeito às minas por aqui é prática e não conversa fiada”, afirmou o presidente.

A profissionalização também foi comemorada pela diretora da modalidade, Cristiane Gambaré.  Para ela essa atitude mostra a evolução do futebol feminino do Alvinegro: “O futebol feminino é realidade agora. Não dá para recuar. Nesse sentido, a profissionalização de nosso elenco é de importância e um avanço de peso dentro do Corinthians e da modalidade”, conclui a diretora. Decisão também foi celebrada pelo técnico 
Arthur Elias: “A profissionalização do elenco, é um passo muito importante no desenvolvimento do futebol feminino”. Elias também ressaltou que essa medida dará mais reconhecimento e oportunidades para as atletas. 

A atitude da diretoria vem depois de uma temporada vitoriosa da equipe que chegou a três finais e conquistou dois títulos. O Corinthians foi campeão paulista com 100% de aproveitamento. A decisão teve público de 28 mil torcedores na Arena Corinthians. Timão também também venceu à Libertadores e foi vice-campeão brasileiro em uma campanha histórica de 45 jogos seguidos sem derrota.  A agremiação manteve e renovou seu elenco. O clube do Parque São Jorge anunciou quatro reforços para esta temporada: Gabi Portilho, Andressinha, Pâmela e Poliana.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »