04/02/2020 às 20h38min - Atualizada em 04/02/2020 às 20h38min

Conheça o trabalho de ilustradoras feministas

Maria Cecília - Editado por Bárbara Miranda
Nos dias atuais todo mundo sabe o que é uma ilustração e para que ela serve, como também sabe-se que não se trata só do desenho em si, engloba colagens, pinturas e fotografias. É importante mencionar também que a ilustração é antiga e acompanha toda a história do homem, principalmente através das pinturas rupestres.

Fonte: Palê Zuppani/ Reprodução: Luis Pellegrini.

Fonte: Palê Zuppani/ Reprodução: Luis Pellegrini.


Com isso o mundo das ilustrações faz parte da atualidade e é possível vê-las em todos os ambientes, seja em forma de grafite nas paredes ou em uma postagem no instagram. Porém, mesmo com toda evolução tanto tecnológica quanto humana, muitas mulheres ainda encontram dificuldades para ir além nesse universo, e é fazendo o uso das redes sociais como Instagram e Facebook que elas vêm ganhando força e voz para falar sobre assuntos do universo feminino.

Seja contando a rotina, como faz a ilustradora norte-americana, Sally Nixon, que traz a mulher como ela é, mulheres sendo mulheres, sem usar da sexualidade, nem sorrisos falsos, muito menos sendo aquilo que os homens imaginam. Ou então como faz a brasileira Karina Aguiar, que mostra fatos machistas que as mulheres passam no dia a dia. Dessa forma, essas ilustradoras e muitas outras trazem uma realidade que até então era pouco mostrada por a ilustração antes ser um ambiente quase que totalmente masculino.

Fonte: Sally Nixon/ Reprodução: Instagram.

Fonte: Sally Nixon/ Reprodução: Instagram.


Fonte: Karina Aguiar/ Reprodução: Facebook.

Fonte: Karina Aguiar/ Reprodução: Facebook.


Assim, para que conheçam um pouco mais sobre como funciona essa realidade foi feita uma pequena entrevista com duas ilustradoras brasileiras, a Tais Carmo, seu trabalho pode ser encontrado no Instagram @t.s.carmo, é personagem das suas próprias tirinhas e fala sobre a sua realidade. E com a Lila Cruz, que expõem suas ilustrações também no seu Instagram, @colorlilas, trazendo também assuntos da sua realidade, como o delicado tema sobre saúde mental.

Maria Cecília: Qual foi a sua maior dificuldade quando começou a ilustrar?

Tais Carmo: Acredito que foi tornar desenhar minha rotina e ver que não podia viver só dos dias que tinha inspiração.

Lila Cruz: Na real combater o fato de que eu queria que as coisas andassem mais rápido do que elas realmente andam. Queria já desenhar lindamente e ficar cheia de trabalho. Mas isso leva tempo. E eu tive que não só entender isso como combater a frustração que me gerava.
Fonte: Tais Carmo/ Reprodução: Instagram.

Fonte: Tais Carmo/ Reprodução: Instagram.


Maria Cecília: Você sofre algum tipo de preconceito por ser mulher e trabalhar com ilustrações?

Tais Carmo: Não, meu trabalho é mais autônomo então é bem ok, meu maior público é feminino também, o que acontece às vezes são grandes projetos envolvendo quadrinhos não cotarem mulheres, isso me incomoda, mas são  coisas que estão sendo mudadas todos os dias pouco a pouco.

Lila Cruz: Tem algumas expectativas específicas, que aprendi a driblar. Por exemplo as pessoas sempre esperarem que a gente seja fofa e delicada.
Fonte: Lila Cruz/ Reprodução: Instagram.

Fonte: Lila Cruz/ Reprodução: Instagram.


Maria Cecília: De onde vem sua inspiração?

Tais Carmo: Meu dia a dia, de como me sinto.

Lila Cruz: Do dia a dia mesmo, das minhas vivências.

Fonte: Tais Carmo/ Reprodução: Instagram.

Fonte: Tais Carmo/ Reprodução: Instagram.



Maria Cecília: Qual o papel social e a importância que as suas tirinhas e ilustrações trazem para sociedade atual?

Tais Carmo: Acho que é a identificação, antes de eu fazer tirinhas, eu achava que estava sozinha nas minhas sofrências, não mais.

Lila Cruz: Talvez falar abertamente sobre saúde mental e tentar reduzir os preconceitos sobre o tema.
Referências:
Fonte: Lila Cruz/ Reprodução: Instagram.

Fonte: Lila Cruz/ Reprodução: Instagram.




REFERÊNCIAS 

WARKEN, Júlia. 7 ilustradoras brasileiras: que você precisa conhecer. In: WARKEN, Júlia. 7 ilustradoras brasileiras: que você precisa conhecer. [S. l.], 21 mar. 2018. Disponível em: https://mdemulher.abril.com.br/cultura/7-ilustradoras-brasileiras-que-voce-precisa-conhecer/. Acesso em: 4 fev. 2020.

COSTA, Mariana. Ilustradoras levam debate feminista ao universo da HQ com ajuda da internet. In: COSTA, Mariana. Ilustradoras levam debate feminista ao universo da HQ com ajuda da internet. [S. l.], 8 dez. 2019. Disponível em: https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2019/12/08/ilustradoras-levam-debate-feminista-ao-universo-da-hq-com-ajuda-da-internet.htm. Acesso em: 4 fev. 2020.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »