03/04/2020 às 21h40min - Atualizada em 03/04/2020 às 21h40min

Covid-19: saiba como cuidar da saúde bucal em meio à pandemia do novo Coronavírus

Conselho Regional de Odontologia (CRO-MG) suspendeu temporariamente os atendimentos em virtude da pandemia do coronavírus

Ronerson Pinheiro - Edição: Giovane Mangueira
Foto/Reprodução: A Gazeta - Grande Vitória

Declarada a pandemia do novo coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS), autoridades entraram em alerta vermelho nas mais diversas partes do mundo, o que tem chamando a atenção de profissionais da saúde para a prevenção do sistema imunológico.

A boca, principal porta de entrada para a doença, tem preocupado principalmente profissionais da odontologia. O cirurgião-dentista Diego Siqueira, explica que durante o período de isolamento social, é importante redobrar a atenção. “A correta e frequente higiene bucal é fundamental para a nossa saúde e bem estar, de modo geral. Antes de escovar seus dentes ou levar a mão ao rosto ou a boca, deve-se fazer uma higienização vigorosa das mãos, por no mínimo 20 segundos com sabonete líquido ou em barra. A escovação deve ser feita sempre após as refeições, utilizando uma escova dental macia ou extra macia e seu creme dental de escolha, com força leve a moderada e movimentos contínuos”. Ele ainda alerta sobre o não compartilhamento de itens como a escova de dente. “Vale ressaltar que sua escova de dentes e toalha deve ser individual, não devendo ser compartilhada entre membros da família”, completa.

Doenças crônicas podem agravar o quadro do paciente contaminado com a covid-19. Problemas oriundos de uma má saúde bucal, também podem influenciar nesse agravamento. “Já é conhecido que bactérias da microbiota oral interferem diretamente na saúde do indivíduo, levando a problemas sistêmicos. Um exemplo: a pneumonia nasocomial, adquirida geralmente em hospitais por pacientes em uso de ventilação mecânica, tem direta relação com as bactérias bucais. No caso do novo coronavírus, o cuidado redobrado com a saúde bucal favorecerá o combate a proliferação de microorganismos indesejados que podem alojar-se em outras partes do corpo levando a problemas sistêmicos”, explica Diego.

E se por acaso você esteja com algum familiar contaminado com a covid-19, mantenha a calma e siga as recomendações. “Caso haja algum membro do seu convívio diário com suspeita ou contaminação confirmada, primeiramente, mantenha a calma. É necessário aumentar um pouco as precauções a fim de que todos estejam seguros. A pessoa suspeita deve ser mantida em um quarto isolado, preferencialmente com banheiro. Todos os utensílios a que tiver acesso, deverão ser de uso próprio, ou seja, separe copos, talheres, pratos e toalhas para que outros moradores da casa não precisem compartilhar estes itens. Mantenha a porta do quarto fechada e as janelas abertas. Sempre que for necessário contato com o indivíduo contaminado, faça uso de máscara de proteção e ao final, lave bem suas mãos e antebraços e mude de roupa, separando tudo que teve contato para evitar espalhar o vírus”, ressalta.

É importante lembrar que o Conselho Regional de Odontologia (CRO-MG) suspendeu temporariamente os atendimentos em virtude da pandemia do coronavírus, e apenas casos de urgência estão sendo recomendados ao serviço.


Editora-chefe: Lavínia Carvalho 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »