05/04/2020 às 01h42min - Atualizada em 05/04/2020 às 01h42min

Os Maiores Diretores do Cinema de Todos os Tempos - Parte 2

Parte 2 de 2

Jonathan Rosa - Editado por Fernanda Simplicio
Imagem: InfoEscola
Esta é a parte dois do artigo sobre os melhores diretores de todos os tempos. Que traz as biografias dos nomes mais renomados do cinema. Vários cineastas começaram a produzir seus filmes ainda muito jovens, enquanto outros chegaram na área por sorte ou acaso, outros eram tão "estranhos" que foram rejeitados por muito tempo até serem quem são hoje.
 
O cinema é uma das mais completas e complexas expressões do mundo da arte, abrangendo os pilares artísticos que mais despertam os sentimentos das pessoas. Mas, sem um diretor, nada disso seria possível de acontecer, pois eles são sinônimos de sentimento, criação e organização. São os melhores diretores de cinema que, mesmo estando por detrás das câmeras, orientam, organizam, analisam, interpretam, ajustam, criam, improvisam e extraem o melhor de cada profissional que lhes acompanham em suas obras.
 
São diferentes profissionais com identidades marcantes e que produziram excelentes filmes ao longo da história. Aqueles que todos os cinéfilos admiramos um ou mais trabalhos e que recomendamos para qualquer pessoa que goste de um bom filme. E nesta sequência direta, exploraremos a trajetória do início da carreira de alguns dos maiores diretores de cinema de todos os tempos.
 
Leia também a parte um clicando aqui!

Steven Spielberg

 
Imagem: Le Point

Imagem: Le Point

Imagem: Le Point
Steven Allan Spielberg nasceu e cresceu na cidade de Cincinanti, Ohio, nos EUA. Na data de 18 de setembro de 1946 esse grande diretor veio ao mundo. Ainda criança, Steven Spielberg fazia pequenos filmes caseiros com sua câmera Super-8, usando suas três irmãs mais novas como atrizes.

Com 13 anos venceu o concurso de curta-metragem com “Fuga do Inferno”, um filme de 40 minutos que falava sobre guerra. Aos 16 fez seu primeiro filme em super-8, intitulado “Firelight”, que foi exibido em uma sala de teatro alugada por seu pai. Em 1963 fez sua estreia profissional com o curta-metragem “Amblin”, exibido no Festival de Filmes de Atlanta. E em seguida foi premiado no Festival de Veneza.
 
Mas apesar deste talento, Spielberg não era bom aluno e não conseguiu vaga no curso de cinema da Universidade da Califórnia. Em seguida se inscreveu na California State University, Long Beach, onde foi admitido. Ainda estudante, estagiou na Universal Studios no departamento de edição. Nessa época, fez cinco filmes, entre eles, “Amblin” (1968), que lhe abriu as portas para um contrato com a Universal. Se tornando o diretor mais jovem a assinar contrato de direção com um grande estúdio de Hollywood.
 
Em 1972, lançou seu primeiro longa-metragem, “Encurralado” produzido para a Televisão, mas devido ao imenso sucesso foi levado para os cinemas. Para se dedicar inteiramente a nova função, abandonou a faculdade, só voltando para completar a graduação em Cinema no ano de 2002. A partir de 1975, vieram seus grandes sucessos de ficção científica e aventura, começando quando inovou ao fazer uso de efeitos especiais inovadores para a época: “Tubarão”.
 
Em 1994, Steven Spielberg se unicou com David Geffen e Jeffrey Katzenberg para fundarem a DreamWorks Studios, que se tornou uma das maiores empresas cinematográficas dos Estados Unidos. E produziu diversos filmes de imenso sucesso.
 
Hoje Spielberg é um nome indispensável em qualquer lista de cinema, vencedor de quatro Oscar e diretor de filmes que já arrecadaram cerca de dez bilhões de dólares! 
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • Tubarão (1975) 
  • Contatos Imediatos de Terceiro Grau (1977)
  • Jurassic Park: Parque dos Dinossauros (1993)
  • Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida (1981)
  • E.T. - O Extraterrestre (1982)
  • A Lista de Schindler (1993)

James Cameron

Imagem: Slash Film

Imagem: Slash Film

Imagem: Slash Film

 
James Francis Cameron nasceu em Ontári, Canadá, no dia 16 de agosto de 1954. Sendo o primogênito de cinco irmãos, a vida de Cameron deu uma reviravolta quando a sua família se mudou para a Califórnia, EUA. O cineasta então tinha dezesseis anos e se aproximou do mundo cinematográfico que já era uma tradição na região.
 
Apesar de ser muito interessado em cinema e ter visitado inúmeras vezes os arquivos de filme da Universidade do Sul da Califórnia, para ler sobre roteiros de filmes, James decidiu cursar filosofia. Curso que acabou abandonando para escrever roteiros e se dedicar totalmente à carreira cinematográfica.
No começo, escrevia roteiros durante a noite e trabalhou como caminhoneiro e condutor de transporte escolar. Em 1978, casou-se com Sharon Williams. Nesse mesmo ano, escreveu e dirigiu, seu primeiro curta de 12 minutos, “Xenogenesis”, com Randall Frakes, onde introduziu muita animação e efeitos especiais. Isso lhe rendeu em 1980, um emprego na empresa do famoso diretor e cineasta Roger Corman, onde supervisionou a parte visual de seus filmes.
 
Cameron começou a ficar cada vez melhor em produções que exigiam efeitos visuais dedicas, e ficou conhecido por isso. E o diretor usou todo esse conhecimento em 1984 quando dirigiu “O exterminador do futuro”, que foi um sucesso de público e crítica e recebeu diversos prêmios.
 
Ainda na esteira do o sucesso desse longa Cameron escreveu e dirigiu, dois anos depois, “Aliens – O Resgate”, que teve sete indicações ao Oscar, e levou o Prêmio de “Melhores Efeitos Especiais” e de “Melhor Direção de Som”. Em 1991, voltou a alcançar o sucesso com Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, que recebeu diversos prêmios, entre eles, o Oscar de “Melhores Efeitos Visuais”, “Melhor Edição de Som”, “Melhor Maquiagem e Penteado” e “Melhor Mixagem de Som”.
 
Mas o melhor ainda estava por vir, apreciado como um gênio da ficção e dos efeitos especiais, James surpreendeu o mundo com o lançamento de “Titanic”, uma explosão de grandiosidade e romantismo. O filme recebeu 14 indicações ao Oscar, tendo vencido onze categorias. Além de arrecadar 2,187 bilhões em bilheteria e se tornar o filme mais lucrativo da história do cinema até então.
 
Porém em 2009 essa marca foi quebrada pelo próprio diretor, com o grande trabalho visual que fez em “Avatar”, que faturou 2,789 bilhões de dólares e ficou na posição de maior bilheteria até 2019. Com uma grande inovação tecnológica no formato 3D, o diretor usou isso como um recurso de maior imersão no mundo de Pandora.
 
Cameron cercou-se de especialistas em áreas tão diversas quanto a linguística, a botânica e a astrofísica para que o mundo de Pandora, ainda que fantasioso, fosse hipoteticamente possível. O filme recebeu 9 indicações ao Oscar, e levou três estatuetas, além de dois Globos de Ouro.
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • O Exterminador do Futuro Vol. I e II (1984 e 1991) 
  • Aliens, O resgate (1986)
  • O Segredo do Abismo (1989)
  • True Lies (1994)
  • Titanic (1997)
  • Avatar (2009)
 
Tim Burton

Imagem: Pixel Creation

Imagem: Pixel Creation

Imagem: Pixel Creation
Timothy Walter Burton nasceu em Burbank, no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, no dia 25 de agosto de 1958. Em sua juventude, trancava-se em seu quarto, para assistir filmes de terror. Ocupava-se ainda, desenhando os monstros de sua imaginação.
 
Com apenas treze anos, Tim produziu um curta-metragem usando a técnica de stopmotion chamado “A Ilha do Dr. Agnor”
 
Assim que acabou o ensino médio, Tim ganhou uma bolsa da Disney para cursar animação por três anos no Instituto das Artes da Califórnia. Depois foi contrato pela Walt Disney Studios como aprendiz de animador. Nesse período, Burton trabalhou no desenho “The Fox and the Hound” e na produção de três curtas metragens: a animação em stopmotion “Vincent” e dois live actions, “João e Maria” e “Frankenweenie”, esse considerado macabro demais para as crianças, o que causou sua demissão. Na produção, livremente inspirada em sua infância, um garoto ressuscitava seu cãozinho morto tal como Frankenstein animava seu monstro.
 
Alguns anos depois e já trabalhando na Warner Bros, Tim dirigiu seus primeiros longas: “As Grandes Aventuras de Pee-Wee” (1985), “Os Fantasmas se Divertem” (1988) e “Batman” (1989), todos com grande destaque. Em 1990 dirigiu “Edward Mãos de Tesoura”, onde imprimiu sua marca pessoal imediatamente reconhecível, que se tornou um grande sucesso de público e de crítica. O filme foi estrelado por Johnny Depp, ator que trabalhou mais sete vezes com o mesmo diretor.
 
Em seus longas, Tim Burton explorou os mais diversos gêneros, entre eles, biografia, ficção científica, horror, fantasia, animação em stopmotion, infantil e musical. E além do cinema, Burton fez trabalhos para a TV, na área musical dirigindo um videoclipe e publicou o livro ilustrado “O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias”, publicado em 1997. Burton tem um estilo único e inovador, e isso o fez ser reconhecido como grande diretor que é.
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • Os Fantasmas se Divertem (1988)
  • Edward Mãos de Tesoura (1990)
  • O Estranho Mundo de Jack (1993)
  • A Noiva Cadáver (2005)
  • A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)
  • Alice no País das Maravilhas (2010)
 
David Fincher

Imagem: TVO vermind

Imagem: TVO vermind

Imagem: TVO vermind
 
O diretor David Andrew Leo Fincher nasceu em Denver, EUA, em 28 de agosto de 1962, mas foi criado na Califórnia. Filho de um escritor e de uma enfermeira, à exemplo de outros diretores o contato de Fincher com cinema começou quando ele ganhou uma câmera Super-8 do seu pai, no seu aniversário de oito anos. 
 
Ele morava há poucas quadras da casa do diretor George Lucas, que no final da década de setenta revolucionou o cinema com o primeiro filme da série Star Wars. Fincher disse que foi assistindo O Império Contra-Ataca (1980), que soube que queria trabalhar com cinema. 
 
Assim que terminou o ensino médio começou a trabalhar na Korty Films, e logo depois foi parar na Industrial Light and Magic, empresa de efeitos especiais de George Lucas. Deixou a empresa para se dedicar a comerciais de TV e vídeos musicais de forma direta. Os trabalhos que se seguiram foram para empresas mundialmente famosas, como Coca-Cola e Nike. Dirigiu também vários videoclipes para artistas consagrados no mundo pop, entre eles Madonna, Michael Jackson e Rolling Stones.
 
Após fazer seu nome no mercado da propaganda e dos clipes, foi chamado para substituir Vincent Ward na direção do terceiro filme da franquia Alien. Porém, sua primeira experiência no mundo cinematográfico foi decepcionante pessoalmente, devido ao grande número de desentendimentos ocorridos com a 20th Century Fox durante a produção do filme e posteriormente no lançamento. O filme não foi bem recebido pela crítica e pelo público, fazendo com que Fincher retornasse à direção de clipes e comerciais.
 
Pouco depois recebeu o convite para dirigir um bom roteiro policial entitulado "Seven - Os Sete Crimes Capitais" (1995). O filme foi muito elogiado pela crítica especializada e um enorme sucesso de bilheteria, tendo arrecadado mais de 100 milhões de dólares e catapultou Fincher para o estrelato.
 
Já em "Clube da Luta" (1999) provou a maturidade de seu estilo, mas o longa causou controvérsia devido ao conteúdo violento e aos personagens antipáticos e agressivos, o que fez com que o filme fosse exibido durante um curto período de tempo nos cinemas do mundo todo, não conseguindo pagar o seu orçamento, o que somente ocorreu quando foi lançado em VHS e DVD, onde teve um enorme estouro de venda

Alguns anos depois Fincher, juntamente com o produtor de cinema Art Linson, em associação com a New Line Cinema, fundou sua própria produtora, a Indelible Cinema, que teve como primeiro filme “Quarto do Pânico”.
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • Seven: Os Sete Pecados Capitais (1995)
  • Clube da Luta (1999)
  • Zodíaco (2007)
  • O Curioso Caso de Benjamin Button (2008)
  • A Rede Social (2010)
  • Garota Exemplar (2014)

Quentin Tarantino

Imagem: Indie Wire

Imagem: Indie Wire

Imagem: Indie Wire
Tarantino nasceu no dia 27 de março de 1963, no Tennessee, EUA, e criado pela mãe e o pai adotivo na Califórnia, Desde jovem frequentava as exibições de filmes e logo tornou-se um cinéfilo e admirador de filmes alternativos, chegando a abandonar o ensino médio porque preferia ver filmes e ler quadrinhos. 
 
Frequentou algumas aulas de teatro no final da adolescência, mas foi com o emprego como balconista na Video Archives, uma famosa locadora de filmes em Manhattan Beach, que Quentin ficou ainda mais viciado em filmes e usava parte do seu tempo escrevendo roteiros. Um desses roteiros foi justamente o de Cães de Aluguel, comprado por um produtor e gravado em 1992. Mas notabilizou-se como roteirista dos filmes “Amor à Queima-Roupa” e “Assassinos por Natureza”, lançados em 1993.
 
Com o estilo violento e sádico, Tarantino recebeu vários convites para trabalhar em Hollywood, mas preferiu isolar-se em Amsterdã a fim de conceber outro filme: “Pulp Fiction - Tempo de Violência”, roteirizado e dirigido por ele. O filme foi sucesso de público em 1994, quando o diretor tinha 31 anos. E alcançou a Palma de Ouro no Festival de Cannes. Também recebeu o Oscar de Melhor Roteiro Original e foi indicado na categoria melhor Filme.
 
Depois disso foram um filme melhor que o outro no cartel do diretor. Com um estilo muito único o diretor gosta de ousar nos diálogos e nos roteiros não lineares, além de abusar da violência em seus filmes. Além disso o Quentin tem o abito de fazer uma ponta em todos os seus filmes. Gosta muito ainda de criar suas marcas nos longas ao invés de usar as reais.
 
O diretor já disse mais de uma vez em entrevistas que pretende fazer somente dez filmes e depois se aposentar, bom, já se foram nove. E os cinéfilos torcem para que isso não se confirme.
 
Tudo isso, aliado às inúmeras referências que Tarantino trouce de seu vício em cinema o fez um diretor de extremo sucesso. Hoje uentin é um dos nomes mais famosos da indústria hollywoodiana e qualquer película assinada por ele é sucesso garantido de bilheteria. 
 
Quentin Tarantino admitiu sua influência do cinema inglês, filmes de faroeste, de artes marciais e a Nouvelle Vague francesa. Sua estética cinematográfica é considerada inovadora e ousada, com traços de violência e humor. E hoje é considerado um dos grandes inovadores do cinema contemporâneo.
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • Cães de aluguel (1992)
  • Pulp Fiction, Tempos de Violência (1994)
  • Kill Bill Vol. I e II (2003 - 2004)
  • Bastardos Inglórios (2009)
  • Django Livre (2012)
  • Os Oito Odiados (2015)

Christopher Nolan

Imagem: Filmo Filia

Imagem: Filmo Filia

Imagem: Filmo Filia
Christopher Edward Nolan nasceu em 30 de julho de 1970, em Londres. Quando criança, vivia em trânsito entre os EUA e a Inglaterra, possuindo então dupla nacionalidade. Também começou o seu amor por cinema filmando várias pequenas produções em casa estrelados por seus brinquedos, com apenas sete anos, usando a Super-8 do pai e imagens do espaço adquiridas por um tio que trabalhava na NASA
 
Formou-se em literatura na Universidade de Londres, na mesma época em que começou a realizar filmes em 16mm. Seu curta "Larceny" foi exibido no Festival de Cinema de Cambridge em 1996. Foi quando o garoto apaixonado por cinema pôde começar a produzir seus primeiros curtas, usando os equipamentos e estrutura do cineclube da faculdade, do qual tornou-se presidente. 
 
Depois de ter produzido três curtas durante e assim que se formou na faculdade, Nolan filmou o seu primeiro longa, com investimento próprio e ajuda de amigos. Following (1998) foi o passaporte do diretor dos filmes independentes para os grandes orçamentos hollywoodianos. 
 
Foi em 2000 com o filme Amnésia, que o diretor começou a chamar muito a atenção do grande público, abrindo seu caminho para o sucesso.
 
Mas em 2005, dirigiu o filme que mudou para sempre sua história: Batman Begins. Ele investiu em um Homem-Morcego mais sombrio e realista, o que ficou ainda mais claro na continuação, Batman - O Cavaleiro das Trevas. O segundo longa rendeu um Oscar póstumo para Heath Ledger, que brilhou na pele do vilão Coringa. Com O Cavaleiro das Trevas Ressurge, fecha sua trilogia sobre o herói.

Em um período "entre-Batmans" realizou A Origem e chamou a atenção pela criatividade e complexidade narrativa do longa. O filme arrecadou mais de 800 milhões de dólares em todo mundo e conquistou estatuetas no Oscar.
 
Os filmes de Nolan são conhecidos por seu intelectualismo, profundidade psicológica e narração heterodoxa. 
 
Alguns dos Filmes do Diretor
  • Amnésia (2000)
  • Insônia (2002)
  • O Grande Truque (2006)
  • A trilogia Batman, O Cavaleiro das Trevas (2005, 2008 e 2012)
  • A Origem (2010)
  • Interestelar (2014)


REFERÊNCIAS: 

 
Os 30 diretores de cinema mais valiosos do mundo. EXAME. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/os-30-diretores-de-cinema-mais-valiosos-do-mundo/> Acesso em: 28 de março de 2020
55 dos melhores diretores do cinema e suas melhores obras. GEKNESS. Disponível em: <https://geekness.com.br/melhores-diretores-do-cinema/> Acesso em: 28 de março de 2020
10 Diretores De Cinema Que Você Precisa Conhecer! LEGIÃO DOS HEROÍS. Disponível em: <https://www.legiaodosherois.com.br/lista/10-diretores-de-cinema-que-voce-precisa-conhecer.html#list-item-1> Acesso em: 28 de março de 2020
Os primeiros passos dos 15 maiores diretores de cinema de todos os tempos. EBIOGRAFA. Disponível em: <https://www.ebiografia.com/primeiros_passos_maiores_diretores_cinema/> Acesso em: 28 de março de 2020
7 Diretores de cinema contemporâneos para você acompanhar. MANUAL DO HOMEM MODERNO. Disponível em: <https://manualdohomemmoderno.com.br/filmes-e-series/7-diretores-de-cinema-contemporaneos-para-voce-acompanhar> Acesso em: 28 de março de 2020
Alguns dos Melhores Diretores de Cinema da Atualidade. TEMPO PARA CRIAR. Disponível em: <https://www.tempoparacriar.com/alguns-dos-melhores-diretores-de-cinema-da-atualidade/> Acesso em: 28 de março de 2020

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »