12/04/2019 às 11h34min - Atualizada em 12/04/2019 às 11h34min

“O esporte tem o poder de mudar o mundo e o nosso futuro”

Tóquio será a próxima cidade a sediar as olimpíadas e já realiza diversas pesquisas voltadas para a sustentabilidade.

Daiana Pereira
livecoins.com.br
Faltam 468 dias para as olimpíadas e 500 para as paraolimpíadas de Tóquio. Informações divulgadas pela Organização Tokyo 2020, o ano de 2019 será o momento de transformar a fase de planos para a fase de ação. Entretanto, o presidente da organização das olimpíadas, Yoshiro Mori, já adianta que o próximo evento será focado na sustentabilidade e formas de impactar positivamente o Japão, os jogos e o mundo todo. Ele também enfatiza que, “O esporte tem o poder de mudar o mundo e o nosso futuro”.
Intensos estudos e pesquisas procuram encontrar alternativas sustentáveis para os jogos. Além disso, a população está em constante participa
ção nos preparos das limpíadas. Mais de 18 mil caixas foram distribuídas em todo o país para a coleta de materiais para a produção das medalhas. A “Operação BATON” foi criada para o empréstimo de madeira de autoridades locais para a construção das praças comunitárias do evento e a população recebe auxílio constantemente, em escolas e ruas, sobre como contribuir para a redução do CO2.  
  
Transporte

No transporte está sendo estudado usar carros com baixo consumo de combustível, como veículos de célula de combustível e veículos híbridos Plug-in. O uso de células de combustível é um projeto vantajoso para o meio ambiente, pois o abastecimento é feito por hidrogênio. Entretanto, seu custo podem ser um fator negativo. Segundo pesquisas feitas pelo DOE, Departamento de Energia dos EUA, o custo do sistema de um veículo de célula de combustível gira em torno de 50-57 doláres por Kilowatt. Embora os custos de um automóvel de célula sejam alto, a tendência é reduzir o preço com o passar dos anos. A estimativa é que em 2020 esteja em torno de 40 doláres por kilowatt. Já os carros híbridos Plug-in, veículos recarregáveis por uma tomada elétrica comum, ainda desafiam os pesquisadores a analisarem formas de adaptar para a sociedade o uso deles.

Energia renovável

Está sendo buscado pela organização da Olimpíada, o uso hidrogênio como fonte de energia. O hidrogênio é um elemento químico considerado perfeito para o combustível segundo pesquisadores. Ele não produz gases estufa, é mais abundante e fácil de ser produzido por fontes renováveis.

Biodiversidade

Outro ponto a ser colocado em prática nesse ano, será o transplante de árvores para os locais dos jogos. E não está sendo apenas levado em conta a paisagem, esse fato “irá afetar os competidores de uma forma positiva”, afirma uma engenheira civil e ambiental, 29 anos, que não quis se identificar. Ela também acrescenta que “a proximidade de áreas verdes traz inúmeros benefícios como psicológico e mentais a saúde”.

A engenheira civil explica a importância de transformarem o meio ambiente por causa das olimpíadas. “Muitas das instalações construídas de uma Arena Olímpica são utilizadas só no período dos jogos olímpicos e em seguida, são abandonadas. Como nós sabemos, durante uma construção civil é gerado vários impactos ambientais. Se devem construir legados duradouros e amplamente compartilhados pelos integrantes das sociedades que sediam as competições. Essas Competições podem deixar heranças positivas de infraestrutura e crescimento econômico, caso sejam bem planejadas.”

Mensagem do Presidente da Organização das Olimpíadas de Tóquio 2020

“Um legado importante dessas iniciativas será promover mudanças na conscientização e na conduta das pessoas. Com pessoas de todo o mundo visitando o Japão em 2020, vamos experimentar o que significa respeitar a diversidade, aceitar um ao outro e superar a diferença e tornar-se um com o mundo. Em particular, através desta experiência, a geração jovem, que será responsável pela direção futura da humanidade, não apenas se tornará administradores de uma sociedade futura baseada na inclusão, mas também ganhará uma perspectiva global e voltará sua atenção para os desafios de resolver um problema. Uma série de questões globais, como a mudança climática, o esgotamento de recursos naturais, a perda de biodiversidade, a pobreza, o déficit de riqueza e os direitos humanos.” – Yoshiro Mori.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »