11/05/2020 às 16h04min - Atualizada em 11/05/2020 às 16h04min

Conheça Dirty John - O Golpe do Amor

Um monstro nem sempre se parece com um

Clara de Andrade Lopes - Editado por Alinne Morais
Foto: reprodução / internet

Dirty John - O Golpe do Amor, é uma série de suspense e drama, baseada na história real do mentiroso compulsivo e stalker John Meehan. A série foi idealizada a partir de um podcast do Los Angeles Times, onde pela primeira vez o caso ganhou repercussão midiática. O seriado foi produzido pelo canal Bravo, e lançado em 25 de novembro de 2018, e chegou a Netflix em 14 de fevereiro de 2019, onde continua disponível até o momento e pode ser acessada através deste link: https://www.netflix.com/br/title/80241855

Dividida em oito episódios de aproximadamente 45 minutos cada, a produção é protagonizada por Connie Britton como Debra Newell, uma das vítimas de John e quem deu o primeiro parecer do caso perante a mídia e a sociedade. A atuação de Britton lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro como Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para a TV em 2018. Ao seu lado, o australiano Eric Bana é responsável por dar vida ao psicótico John. 


Meehan era um homem atraente e com muita facilidade em iludir e enganar principalmente as mulheres. John usava muito bem as palavras e seu charme para conseguir o que queria, além de viver cercado de mentiras. Parte dessa compulsão por fraudes foi causada por seu pai, que era administrador de um cassino em San Jose, e teria ensinado ao filho “como mentir” e “como enganar”, segundo um depoimento da irmã de John, Donna Meehan Stewart, ao The Los Angeles Times. Pai e filho aplicavam pequenos golpes pela cidade e viviam do dinheiro que recebiam por indenizações. Para isso, o pai agia sem nenhuma piedade com o filho, que já fora arremessado na frente de carros e obrigado até mesmo a mastigar cacos de vidro para que um restaurante os pagasse uma indenização. 

Na infância, assim como as irmãs, John desprezava as ações do pai, principalmente por ser ele o maior prejudicado. Entretanto, na adolescência o jovem já agia da mesma forma. John Meehan passou a frequentar posteriormente a Prospect High School em Saratoga, Califórnia, onde era conhecido por ser um rapaz atraente, gentil, atlético e que se destacava por suas boas notas. Lá ele percebeu que seu senso de humor e suas habilidades o dava vantagens com as garotas. 

O apelido “Dirty John” veio quando ele começou a cursar a faculdade de Direito na Universidade de Dayton, onde ele dormia com muitas mulheres. Seus amigos sempre declararam que ele era uma pessoa estranha, misteriosa e que não se podia confiar inteiramente para nada. 

Ao longo de sua vida, o homem aplicou diversos golpes em muitas mulheres diferentes que ele costumava conhecer pela internet. Ele stalkeava não somente elas, mas também outras nas quais ele pretendia aplicar outros golpes futuramente. Dessa forma ele conseguia traçar o perfil delas, e descobrir qual era a melhor forma de conquistá-las e manipulá-las. Debra Newell foi a mais famosa de suas vítimas. Ela o conheceu online em 2014, e caiu rapidamente na longa rede de mentiras de John. Depois de ficarem somente dois meses juntos, os dois se casaram e mudaram-se para uma casa em Newport Beach. 

 

 

As filhas de Debra nunca apoiaram o relacionamento, e diziam a mãe que o padrasto agia de forma muito diferente e suspeita quando longe dela. Debra era uma mulher muito elegante e muito rica, que trabalhava como design de interiores. Ignorando todos os alertas que recebia da família, a mulher continuava apaixonada e não hesitava em dar a John todo o dinheiro que ele a pedia. Cerca de dois anos depois, Newell descobriu ao encontrar processos antigos no nome do marido que ele havia seduzido, mentido e perseguido muitas mulheres, e depois dela tê-lo deixado ao saber da verdade, ele também passou a ameaçá-la. 

A série é carregada de dramatizações colocadas de forma elucidativa e que permitem compreender a complexidade do caso. Em sua maior parte, corresponde fielmente a forma como os eventos aconteceram na vida real, e mostra de forma peculiar como John era um stalker assustador. A série com certeza se assemelha a produção “You”, que tem duas temporadas disponíveis na Netflix e foi inspirada em um livro de mesmo nome. Em ambos os seriados, o público já sabe, ou pelo menos suspeita, de que o protagonista não é o que mostra a sua amada. Porém, diferente de “You”, “Dirty John” tem todos os pontos muito bem amarrados, além de fazer o espectador se prender desde o primeiro episódio. 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »