29/04/2020 às 16h27min - Atualizada em 29/04/2020 às 16h27min

Doutor Quem? Todas as encarnações do Doctor Who

Quem são os "doutores" que homenagearam os profissionais da saúde em vídeo

Jonathan Rosa - Editado por Fernanda Simplicio
Fonte: BBC. Divulgação: AMAZON
Doctor Who é uma série de ficção científica britânica criada por, Sydney NewmanC. E. Webber Donald Wilson com produção e exibição pela BBC desde 1963. A trama acompanha as aventuras do Doutor. Ele é um homem de mais de 1200 anos que viaja pelo universo com seus companheiros a bordo de sua nave em formato de cabine policial chamada de TARDIS (Time and Relative Dimension in Space/Tempo e Dimensão Relativos no Espaço).

Ele também é de uma raça alienígena originária do antigo Planeta Gallifrey e seus habitantes têm a capacidade de se regenerar quando estão morrendo. Porém, a regeneração muda seu corpo e personalidade, fazendo com que o personagem do Doutor tenha sido interpretado por diversos atores ao longo dos anos. Com isso, ao longo do tempo, vemos a arrogância, que era uma característica típica do Doutor, diminuir e sua confiança e o gosto pelos humanos crescerem. Este gosto pela humanidade e seu planeta, torna-se uma marcante característica do personagem, desde então”.

O Doctor (Doutor), é um Senhor do Tempo (Time Lord) que adora explorar as maravilhas do Universo. Mas tem um enorme afeto pela Terra e seus habitantes, o que o leva a geralmente viajar com companheiros humanos, desbravando especialmente, os séculos XX e XXI.

Fonte: BBC. Divulgação: Corriere

 
O Doutor utiliza este nome falso desde sempre, e pouquíssimas pessoas conhecem seu verdadeiro identidade. Até hoje, já houveram 13 encarnações deste Time Lord, todos enfrentaram diversas ameaças à planetas, civilizações inteiras e até mesmo a existência do Universo. Ele é contra o uso de violência, contudo quando necessário, e a depender da encarnação, pode ser um exímio lutador.

A série teve 26 temporadas na era clássica, que foi de 1963 a 1989. Esse período contou sete encarnações do famoso doutor. Em 1996 houve um telefilme onde foi apresentado o oitavo corpo do Time Lord. Já em 2005, após um longo hiato, uma nova geração de doutores surgiu, e a série foi revitalizada ganhando uma nova temporada 1, onde foi introduzido o nono doutor. Essa nova fase é a que estamos hoje, já na 12ª temporada e com o decimo terceiro corpo do doutor.

A serie tem aprovação de 93% da crítica no Rotten Tomatoes e 74 % do público. No Brasil, suas doze temporadas da nova geração podem ser encontradas no catálogo do Globo Play.

E no dia 23 de abril, a BBC reuniu vários dos atores que já viveram o protagonista na série, para enviar uma mensagem de agradecimento a profissionais da saúde que lutam contra o COVID-19. Em meio a 
pandemia que o mundo está passando. No vídeo, Tom BakerPeter DavidsonColin BakerSilvester McCoyPaul McGannDavid TennantMatt SmithPeter CapaldiJodie Whittaker e Jo Martin, todos responsáveis por, em algum momento, viver o Senhor do Tempo, apareceram no vídeo. Assista o vídeo:


Dos dez atores vivos que protagonizaram a série, apenas Christopher Eccleston, que tem uma relação estremecida com a produção desde que deixou Doctor Who após apenas uma temporada, não apareceu no vídeo.

Conheça agora todos os Doutores que já existiram na trama.

TODAS AS ENCARNAÇÕES

1º DOUTOR: William Hartnell (1963-1996)

Fonte: BBC. Divulgação: Daily Express


O primeiro doutor foi inicialmente uma figura pedante, desconfiada e que possuía um tom de superioridade, esta encarnação foi “amolecendo” com o passar do tempo e sua convivência com humanos. No começo este Doutor arriscava a vida de seus companheiros para explorar o desconhecido.

Apesar de ser às vezes sarcástico perante a ignorância alheia, continha traços de certa forma infantis, ao mesmo tempo que o começava a ser alguém que busca a justiça a qualquer custo. Se tornou uma figura protetora quando acompanhado de jovens garotas, pois essas lhe recordavam sua neta e primeira companheira de viagens, Susan Foreman.  

2º DOUTOR: Patrick Troughton (1996-1969)

Fonte: BBC. Divulgação: Radio Times

 
Agora ouve uma total mudança de personalidade do doutor, da figura de um avô para a de seu tio favorito. Ele teve a difícil tarefa de introduzir o conceito de regeneração, e fez isso muito bem. 

Caloroso, palhaço e trapalhão, esta versão do viajante escondia sua imensa sagacidade, para que o subestimassem e assim, ele pudesse prosseguir com seus planos. Por trás desta aparência displicente, sempre havia um raciocínio meticuloso nas ações deste Doctor. Ele era impiedoso com seus inimigos. Sempre levava consigo uma flauta, que tocava ocasionalmente, e um diário de 500 anos no qual registrava suas aventuras. Durante quase toda esta encarnação, viajou com o escocês Jamie McCrimmon, fiel companheiro do século XIX.
 
3º DOUTOR: Jon Pertwee (1970-1974)

Fonte: BBC. Divulgação: Plano Critico


Diferentemente de seus predecessores, este Doctor é um homem de ação e quando necessário, utilizava de suas habilidades em Aikido Venusiano.

Foi o primeiro Doutor a ser exibido em cores e mostra o período em que ele foi exilado pelos Senhores do Tempo por interferir nos eventos. Essa parte da história foi um recurso para a BBC cortar custos, já que a maior parte de suas aventuras se passou na Terra do século 20. Tinha o hábito de empregar sua mente brilhante em invenções. Esta encarnação era mais “cavalheiresca” e, de certa forma, oposta ao segundo Doutor, o que acarreta desentendimentos entre eles quando as duas encarnações do personagem se encontram. Inicialmente, o Doutor teve Liz Shaw como assistente, depois passou a se aventurar com sua companheira mais querida, Jo Grant.

4º DOUTOR: Tom Baker (1974- 1981)
 
Fonte: BBC. Divulgação: The Avondhu


O quarto Doutor foi, por muito tempo, o mais popular entre o os fãs. Uma figura excêntrica, distinto de sua própria raça e nenhuma característica “humana” em si. Bem humorado, engraçado, este Doctor tinha uma personalidade mais jovem que a de seus antecessores. Em contraste com seu “ser” anterior, este não suportava trabalhar para a UNIT, e por isso, após ter o exílio encerado, manteve-se viajando quase que constantemente, ajudando a organização em poucas ocasiões.

Era um amante da paz, mas podia se tornar uma figura violenta e agressiva quando fosse necessário, sendo completamente oposto à ideia de figuras autoritárias em qualquer aspecto. É muito difícil vê-lo sem seu cachecol, em contrapartida, sempre está a oferecer “jelly babies” a todos. Foi acompanhado pelo não-tão-futurista-cachorro-robô K9. Tom Baker ficou conhecido por realmente viver o personagem, que era um pouco imprevisível e muito curioso sobre o tempo-espaço.
 
5º DOUTOR: Peter Davison (1981-1984)
 
Fonte: BBC. Divulgação: CONsole Room


Após uma regeneração difícil que por pouco não falhou, o quinto Doutor se revelou com a sua encarnação mais humana e vulnerável até então, abrindo-se mais com as suas companheiras e sendo extremamente contra violência desnecessária. Além disso ele foi o primeiro a trazer o conceito de um Doutor jovem e atraente.

Adorava cricket e usava um talo de aipo na lapela. Ao contrário de encarnações passadas, ele tratava todas suas companheiras como partes de um time, e não como meras ajudantes. Era menos pretensioso e egoísta, preferia resolver os problemas usando comunicação; e não gostava de usar sua vasta experiência como uma desculpa para liderar todas as situações. Viajou com três companheiros, sendo Nyssa, a mais importante durante esse período.
 
6º DOUTOR: Colin Baker (1984-1986)
 
Fonte: Divulgação: Plano Crítico


Colin Baker interpretou o Time Lord na época em que a série começava a declinar. O ator está relacionado a péssimos episódios.

Em contraste com sua última encarnação, o sexto Doutor era arrogante, dramático, teimoso e tinha um grande ego, acreditando ser superior a todos que encontrava. Apesar disso, também possuía um lado mais emotivo e preocupado, sempre determinado em salvar todos aqueles que podia. Ele adorava uma citação, sempre soltando alguma que achava apropriada para a aventura em que ele e suas companheiras estavam. Além disso era bem mais violento que seus antecessores, capaz até de matar. Passou a maior parte de suas viagens com apenas uma companheira.
 
7º DOUTOR: Sylvester McCoy (1987-1989,1996)
 
Fonte: BBC. Divulgação: Doctor Who TV


Quando Sylvester interpretou o Doutor, a série já estava chegando ao seu primeiro grande hiato e não havia muito o que fazer para parar esse declínio. 

Era um exímio estrategista e hábil manipulador, vendo a guerra entre o bem e o mal como um jogo de xadrez e aqueles ao seu redor como peões. Era originalmente excêntrico, alegre e despreocupado, porém assumiu uma personalidade mais séria e austera com o passar do tempo. Levava o seu papel como Time Lord extremamente a sério, e fazia tudo o que julgava necessário sem medir as consequências de suas ações. Apesar disso, ele se importava com aqueles com quem viajava, tendo uma relação paterna com Ace, sua companheira adolescente. Viajou também com Mel, que o acompanhou durante o início de sua encarnação.
 
8º DOUTOR: Paul McGann (1996)

Fonte: BBC. Divulgação: SciFiNow
 

Um tanto romântico e sensível, respeitava e amava todo o tipo de vida, admirando humanos como nenhum outro. Teve pouquíssimo tempo na série, aparecendo apenas em um episódio especial de 1996.

O oitavo Doutor tinha um senso de humor irreverente, similar ao de sua segunda encarnação. Teve alguns ataques de amnésia, primeiro após a sua regeneração e, mais tarde, após a primeira destruição de Gallifrey. Passou sua vida viajando entre universos paralelos e paradoxos, evitando a qualquer custo tomar parte na guerra temporal entre Daleks e Time Lords. Após tentar em vão salvar uma viajante espacial, acaba, com a ajuda da irmandade de Karn, escolhendo regenerar num Guerreiro.
 
WAR DOCTOR: John Hurt (2013)

Fonte: BBC. Divulgação: SciFiPulse.Net


War Doctor: É a encarnação que renega sua promessa como “Doctor”, que não se considera um curador, mas sim um guerreiro. Nascido para lutar na Última Grande Guerra Temporal, dedicou toda sua vida a isso, mas, já velho e exausto do fardo que leva consigo, decide encerrá-la usando o Momento, arma de destruição em massa de Gallifrey que possui consciência. Ele encerra a guerra, não da forma que esperava ou de como se lembrará, mas tais ações levam a um efeito devastador nas próximas três encarnações, que negam sua existência. Esteve presente na queda de Arcadia, segunda maior cidade de Gallifrey.
 
9º DOUTOR: Christopher Eccleston (2005)
 
Foto: BBC. Divulgação: Radio Times


O Nono Doutor foi o primeiro depois de um grande hiato, e foi responsável por trazer a nova geração de volta à televisão para acompanhar as aventuras da TARDIS. Alguns não gostaram dele no começo, mas ele realmente conquista a todos com sua excentricidade característica dos Doutores old school e com seu relacionamento com Rose, uma das companheiras do Doutor mais adoradas pelo público.

A última Time War deixou sequelas emocionais no Doutor, que se culpava por ter destruído a os Daleks e a sua própria raça. As feridas dessa guerra fizeram com que o Time Lord criasse uma admiração pelas maravilhas do universo e um desejo de mantê-lo seguro, demonstrando uma enorme compaixão por todas as espécies; além de uma certa curiosidade pela humanidade. A maioria de suas aventuras foram no Planeta Terra. Foi forçado a se regenerar após absorver toda a energia do vórtex do tempo para salvar sua companheira.
 
10º DOUTOR: David Tennant (2005-2010)
 
Fonte: BBC. Divulgação: Willamette Week


O Doutor de David Tennant foi o que consolidou o reboot da série entre o público. Com seu sobretudo e tênis converse, foi o responsável por fazer a série voltar a ser um fenômeno global.

Extremamente sagaz, carismático, charmoso e por certas vezes exagerado, era uma figura ainda abalada pela Time War. Quando impulsionado por raiva ou justiça, agia sem hesitação, fazendo tudo o que julgava necessário, de forma até inconsequente.  Como apontou uma de suas companheiras, Donna Noble, ele precisava de alguém ao seu lado para que não se deixasse levar por esses impulsos. Sua relação com suas companheiras chegou a ter ápices românticos, exemplo de Rose Tyler, cuja perda causou-lhe dor o bastante para ignorar a veneração de Martha Jones por ele. Regenerou também para salvar pessoas, logo após impedir os planos do Alto Conselho de Gallifrey de destruir o tempo.
 
11º DOUTOR: Matt Smith (2010-2013)

Fonte: BBC. Divulgação: Aficionados


Foi estranho no começo, mas ele logo conquistou o público com seu carisma e entusiasmo. Matt Smith foi o ator mais novo a interpretar o Doutor, mas foi a encarnação mais velha de toda a série. Ele conseguiu transmitir bem toda essa sabedoria adquirida pelo personagem.

Excêntrico, bem-humorado, otimista, entusiasmado e dono de um vestuário um tanto criativo e de muitas frases de efeito, o 11º Doctor exibe dois lados contrastantes de sua personalidade: muitas vezes, é bobo e engraçado, agindo como uma criança de quatro anos; e em outras, deixa transparecer toda a dor, raiva e sofrimento de seus 1200 anos de vida. É extremamente altruísta, e está sempre disposto a se sacrificar pelo bem do universo e de seus amigos, ficando enfurecido e desapontado quando falha em salvar alguém em perigo. Ele vive um intenso e confuso romance com a misteriosa River Song, com quem sempre se encontra fora de ordem. Teve 3 companheiros e passou os últimos 900 anos de sua vida lutando contra forças mortais para proteger o planeta Trenzalore, fazendo com que seu corpo envelhecesse e enfraquecesse.  À beira de morrer de velhice, sua companheira convence os Senhores do Tempo a conceder-lhe um novo ciclo de regeneração, restaurando sua juventude por alguns minutos, mas que resulta em mais uma regeneração.
 
12º DOUTOR: Peter Capaldi (2013-2017)

Fonte: BBC. Divulgação: Pop Cultural


Surgiu após a regeneração do 11º Doctor em Trenzalore, sendo a “décima terceira regeneração”.  É a primeira encarnação do segundo ciclo de regeneração, concedido pelos Senhores do Tempo. Clara Oswald continua sendo sua companheira. Com uma personalidade mais sombria e uma atitude retraída, é manos amável e continuamente questiona sua própria bondade.

Apesar de às vezes demonstrar bondade e humor, muitas vezes dispensa sutilezas em uma situação tensa, tornando-se frio e calculista em momentos críticos.  Por causa de seu distanciamento das emoções, às vezes é visto como desagradável, temível e impiedoso. Estas qualidades, muitas vezes assusta os que o conhecem, até mesmo sua companheira. Tornou-se mais difícil de confiar, e reconheceu sua mudança de personalidade, sentindo-se irritado e temendo o que está se tornando.

13º DOUTOR: Jodie Whittaker (2017- Atual)

Fonte: BBC. Divulgação: BBC


A 13° doutora é a primeira mulher nos 55 anos da série a encarnar o Time Lord
Esta é uma encarnação otimista e cheia de brilho, porém navega sem dificuldades entre a comédia e o drama quando necessário.
 Com uma personalidade enérgica, determinada, esperançosa e honesta. A nova doutora dividiu os fãs quando foi anunciada, mas provou seu valor e inseriu seu um novo modo de ver o senhor do tempo. Fazendo de sua versão do doutor uma mudança necessária.

 
REFERÊNCIAS: 
 

GARÓFALO, N. Doutores gravam vídeo agradecendo profissionais da saúde. OMELETE, 23 de abr. 2020. Disponível em: <https://www.omelete.com.br/doctor-who/doctor-who-video-agradecimento-medicos> Acesso em: 26 de abr. de 2020.

BOCK, B. ROLANDINHO. Doctor Who. PIPOCANDO, 04 de jul. 2014. YOUTUBE. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=1ckOc_Zal0k> Acesso em: 26 de abr. de 2020.

Junte-se aos médicos para uma grande noite. BBC, 23 de abr. 2020. Disponível em: <https://www.bbc.co.uk/blogs/doctorwho>. Acesso em: 26 de abr. de 2020.

Doctor. UNIVERSO WHO, 19 de fev. 2010. Disponível em: <https://www.universowho.com/doctor/> Acesso em: 26 de abr. de 2020.

Top 11: Os melhores Doutores de Doctor Who. SUPER INTERESSANTE, 04 de jul. 2018. Disponível em: <https://super.abril.com.br/blog/turma-do-fundao/semana-de-series-8211-top-11-os-melhores-doutores-de-doctor-who/> Acesso em: 26 de abr. de 2020.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »