12/06/2020 às 10h24min - Atualizada em 12/06/2020 às 10h24min

Após queda nas vendas, grupo dono da Zara deve fechar cerca de 1200 lojas

A decisão faz parte de uma tentativa de impulsionar as vendas online

Larissa Barros
Divulgação
Após ter registrado uma queda de 44% nas vendas, o equivalente a € 3,3 bilhões, o grupo espanhol Inditex, dono da marca Zara, afirmou que vai fechar cerca de 1.200  lojas pequenas até o final do próximo ano. Segundo o plano econômico da empresa, ela vai abrir outras 450 grandes lojas. A informação foi divulgada pelo empresa, nesta quarta-feira (10). 
 
Em nota, a Inditex explicou que o fechamento das lojas faz parte de uma tentativa de impulsionar as vendas online. Segundo a empresa, as vendas devem se concentrar neste perfil para reforçar a capacidade de comércio eletrônico.
 

“A Inditex espera que as vendas online representem mais de 25% do total até 2022, em comparação com 14% no EF19, sustentada por uma rede integrada de lojas online estruturalmente ágil, sustentável e inteligente”, diz o texto. 

De acordo com o grupo, as equipes de atendimento ao cliente on-line e as embalagens dedicadas, tanto nos armazéns específicos quanto nas lojas serão aumentadas durante o período de mudança. 
 

“Além disso, a implementação do sistema RFID, que permite o rastreamento de roupas e o gerenciamento integrado de inventário, será totalmente implantada em todas as marcas até o final de 2020”. 


Segundo a empresa, o número de funcionários vai permanecer estável, como está ocorrendo desde 2012. Para a Inditex, cada loja, seja online ou física, "vai se tornar um centro de sustentabilidade", pois usará menos energia renovável, eliminará o plástico de uso único, vai reciclar todos os materiais e promoverá a reutilização de todas as peças de vestuário.
 
Atualmente, o grupo espanhol possui 7.412 lojas. Além disso, a inditex também é proprietária da Zara Home, Pull & Bear, Bershka, Massimo Dutti e Stradivarius.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »