25/06/2020 às 16h52min - Atualizada em 25/06/2020 às 16h49min

MLB define data para início da temporada

Após imbróglio entre a liga, donos de franquias e sindicatos de jogadores o campeonato irá começar no final de julho.

Lucas de Almeida Andrade - Editado por Paulo Octávio
Rob Manfred durante o Draft 2020 Foto: Alex Trautwig/MLB Photos via Getty Images
Dia 23 ou 24 de Julho são as datas marcadas pela Major Legue Baseball (MLB)  para o começo da temporada 2020. Após ter seu início adiado no mês de março devido à pandemia de Covid-19, a Liga fez valer o seu direito de impor um formato de competição mesmo sem acordo sobre como seria a temporada entre jogadores e donos de times.

 A medida da liga foi anunciada na última segunda-feira (22) e o sindicato de jogadores acatou a decisão nesta terça-feira (23), o que evita disputas judiciais que poderiam comprometer toda a temporada. A liga pediu que os jogadores se reapresentassem nas sedes de seus times até o dia 1 de julho quando será iniciado o período de treinamentos.

A temporada 2020 do beisebol terá grandes mudanças em relação ao formato original, novas regras além de um protocolo de segurança para Covid-19. A grande mudança está na diminuição de partidas na temporada. Sem tempo hábil para realizar as 162 partidas anuais, a liga optou por realizar apenas 60 jogos por equipe, estando previsto jogos apenas entre times da mesma divisão e jogos interligas com divisões geograficamente próximas, para evitar muitas viagens que coloquem em risco a saúde dos jogadores.

Em relação às mudanças de regras destacam-se: o aumento no número de jogadores no elenco no período inicial do campeonato (após determinadas datas os elencos devem ser diminuídos), entradas extras começarão com um jogador já na segunda base para diminuir tempo da prorrogação do jogo e os arremessadores que entrarem durante a partida deverão enfrentar pelo menos três rebatedores obrigatoriamente. O formato dos Playoffs foi mantido o mesmo dos anos anteriores.

O protocolo de segurança a fim de evitar transmissão do coronavírus incluem jogos sem torcida, alto número de testes de diagnóstico, jogadores do grupo risco podem optar por ficar de fora da temporada e receberem salário integral. E jogadores que forem diagnosticados com a doença durante o campeonato deverão ser afastados das atividades para cumprir quarentena e depois serem reintegrados ao elenco principal.

Entenda o imbróglio que quase comprometeu o início da temporada

A temporada de 2020 da MLB foi suspensa no mês de março durante a pré-temporada dos times e a pouco mais de três semanas do início da temporada regular, quando a Covid-19 começou a se alastrar por todo os Estados Unidos.

 Ainda no mês de março a liga representando os donos das franquias por meio do seu comissário Rob Manfred e o sindicato de jogadores assinaram um acordo que reduziria o número de jogos da temporada, mas com os salários sendo pagos de forma proporcional ao número de jogos realizados. Após este acordo, ambas as partes monitorariam o crescimento da doença para que fosse estabelecido o número total de partidas e os protocolos de segurança.

Acontece que com o crescimento de casos da doença o número de jogos começou a ficar comprometido, bem como a presença de torcedores no estádio, que é parte importante da renda das franquias. Então a liga propôs que os jogadores recebessem salários abaixo do previsto em contrato, o que desagradou o sindicato dos jogadores que não aceitou a diminuição dos salários.

 O fato de a MLB ter assinado um novo contrato de televisão para a transmissão dos jogos, fez também que o sindicato não aceitasse a diminuição dos salários dos jogadores, com alegação de que os maiores valores pagos pela transmissão compensaria, em parte, as perdas das bilheterias. No final das contas teremos uma temporada bastante reduzida e com jogadores ganhando o proporcional ao número de jogos.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »