10/07/2020 às 09h20min - Atualizada em 10/07/2020 às 09h05min

Grifes lançam linha de máscaras em tempos de pandemia

Cada item pode chegar a custar acima de R$500

Marina Melo - Editado por Larissa Barros
Reprodução: Google
O distanciamento social, álcool em gel e principalmente o uso de máscara para proteção individual, são coisas indispensáveis no nosso dia a dia por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19). Diante desse cenário, grandes marcas viram a oportunidade de lucrar com o mercado desses produtos. Como é o caso da SKIMS, grife da empresária e socialite americana Kim Kardashian.

Apesar da sua marca ser voltada para a venda de modeladores para o corpo, como bodys, sutiãs, short. Em maio desse ano, Kim anunciou que iria produzir uma variedade de máscaras reutilizáveis. As peças são feitas de uma mistura de nylon e lycra, além disso, a socialite divulgou também que a coleção seria lançada com cinco cores neutras, com o objetivo de atender uma variedade de tons de pele. 
 
No entanto, o valor das máscaras chocou os internautas, pois cada peça custava cerca de U$ 8. A empresária ainda deu a opção de montar um kit com 4 máscaras, que foi vendido no Brasil por R$143. Apesar do alto preço, as máscaras se esgotaram em 30 minutos após o lançamento. Cada tonalidade recebeu um nome: areia, argila, siena, cacau e ônix. 




A SKIMS não foi a única marca a lançar máscaras com preços salgados. Algumas celebridades e influenciadores apostaram em máscaras de grifes que podem custar até 50 dólares, que sendo convertido para a moeda brasileira chega a aproximadamente R$ 260. 

A empresa sueca, Airinum, lançou a chamada “máscara de ar urbano” que apresenta cinco camadas de filtração e segundo a empresa, um acabamento que não agride a pele. O problema é que esse produto só é acessível a classe alta, uma vez que, cada unidade pode chegar até a R$528.


 


A pergunta que deve está passando pela sua cabeça deve ser:  Quanto será que as empresas gastam para produzir uma máscara dessa? Sendo assim, na tentativa de responder essa questão, a reportagem pesquisou com algumas costureiras que moram em Recife, o preço mínimo das máscaras reutilizáveis. No entanto, as fontes preferiram não se identificar.

De acordo com as costureiras, as máscaras são vendidas em torno de R$5. Já com relação ao custo de produção, todas afirmaram que gastam uma média de R$50 para produção de 20 itens, já incluindo tecido e elástico. Considerando a venda total desses produtos, o lucro da costureira pode chegar a 50%.

Vale ressaltar que o preço da máscara para proteção individual varia de acordo com o material utilizado e o tipo de proteção oferecido. No entanto, por serem máscaras reutilizáveis é necessário higienizar o produto corretamente, o que causará um desgaste no material. Então, é importante destacar que o objetivo da peça nesse momento de pandemia é priorizar a proteção para evitar o contágio e uma possível transmissão do novo coronavírus.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »