23/07/2020 às 13h54min - Atualizada em 23/07/2020 às 13h46min

De olho no Brasileiro A2, América Feminino começa a reestruturação do elenco

Após a saída de Kethleen Azevedo, o América ainda segue em busca de um novo técnico

Guilherme Reis
Foto da equipe feminina do América antes da pandemia. Foto: Mourão Panda/América

Com as datas do reinício do Campeonato Brasileiro A-2 marcadas para o dia 18 de outubro, o América Feminino começa com a reestruturação do elenco após a saída da treinadora americana Kethleen Azevedo, que comanda atualmente o Ideal Futebol Clube, de Ipatinga, junto com Laysa Gisele, auxiliar técnica e ex-América.

 

Segundo a coordenadora Luiza Parreiras, a reestruturação faz parte do processo de construção de um caderno metodológico. Também há expectativa do clube contratar um coordenador técnico para ter uniformidade nas decisões tomadas na categoria.

 

“A mudança no comando técnico da equipe feminina parte de uma reestruturação maior da categoria e de uma nova fase do futebol feminino do América, seguindo com toda a tradição, respeito e profissionalismo que o clube tem com a categoria. A gente segue para uma nova fase focando na formação de novos atletas dentro dos critérios metodológicos e técnicos estabelecidos pelo clube, não esquecendo da importância fundamental desses aspectos para valorização do futebol feminino”, afirma Luiza ao site do Superesportes.

 

O América acertou as renovações contratuais de cinco atletas da equipe feminina. Os vínculos seriam encerrados no final deste mês e foram prorrogados até dezembro. 

 

As atletas que tiveram seus contratos renovados foram a goleira Deka, a zagueira Thais, a lateral-esquerda Giovanna e a volante Leka. O contrato da meia-campista Rafa está prestes a ser renovado, mas há algumas questões burocráticas para o contrato ser oficializado. Outros nomes ainda estão sendo acertados.

 

O clube confirmou, ainda, a saída de três atletas. São elas: a meia Aninha, a atacante Tábata e lateral-direita Tia. Os vínculos delas se encerram essa semana. Para a temporada, o América não conta com a volante Brenda, que rescindiu amigavelmente o seu contrato. A atleta recebeu uma proposta para jogar na Europa. Ela estava no time desde a temporada passada.

 

A equipe segue a rotina de treinamentos de forma remota e está ocorrendo sob supervisão da coordenação da comissão técnica fixa do clube.

 

"É uma coisa nova, mas é o que podemos fazer no momento. Vejo como algo importante para mantermos nosso condicionamento físico e, quando voltarmos aos treinos, a gente esteja bem e não precise começar do zero", afirma a goleira Deka para o Lab Dicas.

 

A atleta ainda afirmou que está muito focada para a competição. “Ainda não sabemos ao certo quando será possível a retomada dos treinos presenciais, mas trabalhando de casa já me deixa bastante motivada. Espero que a gente possa seguir e alcançar nossa meta de acesso, quando o Brasileiro voltar".

 

Enquanto isso,o América segue em busca de um novo treinador. Segundo a assessoria, o clube continua dando sequência no processo seletivo para a contratação do novo técnico. O Coelho está no Grupo D do Campeonato Brasileiro Feminino A-2. Na primeira rodada, antes da paralisação ocasionado pela pandemia da Covid-19, a equipe feminina venceu o primeiro jogo com uma goleada de 6 a 0 sobre o SERC-MS.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »