06/08/2020 às 13h51min - Atualizada em 06/08/2020 às 13h51min

Santos demite Jesualdo Ferreira e pode acertar com Cuca

O treinador deixa o comando do alvinegro paulista após eliminação diante da Ponte Preta

Claudio de Salles Jr
Jesualdo Ferreira. Foto: Luciano Claudino/Código 19/Estadão Conteúdo
O técnico Jesualdo Ferreira não resistiu aos resultados negativos e acabou sendo demitido pelo Santos. A eliminação precoce do estadual foi o estopim de um trabalho que desagradava aos cartolas santistas. A decisão foi comunicada ao português na ultima quarta, 5, quatro dias antes da estreia do Peixe no brasileirão de 2020.

Após dias de indefinições e incerteza, a cúpula santista se reuniu com Jesualdo e toda a sua comissão técnica no CT Rei Pelé e  efetivou a decisão de não contar mais com os serviços do treinador. Jesualdo não comandou treinamentos do time desde o comunicado da demissão. O clube, por meio de nota, anunciou oficialmente o fim do vínculo com o profissional.

 
"A direção do Santos Futebol Clube comunica que Jesualdo Ferreira não é mais treinador da equipe profissional. O clube agradece o extremo profissionalismo do técnico durante o tempo em que esteve no comando do Peixe e deseja sorte na continuidade de sua carreira. Os auxiliares Rui Águas, Antonio Oliveira, Daniel Gonçalves e Pedro Bouças e o preparador José Pedro Pinto também não seguem no Santos FC."

Logo após a eliminação no Paulistão, a comissão técnica começou a ser questionada pelo presidente do Peixe, José Carlos Peres, e todo o comitê de gestão do clube. O trabalho do português foi defendido pelo superintendente de futebol, William Thomas, o principal responsável pela contratação do treinador e defensor ferrenho da manutenção dele no cargo. Internamente existe o consenso de que o desempenho do time no campeonato paulista, principalmente na fase de grupos, foi muito abaixo do esperado no inicio da temporada apesar da liderança conquistada em seu grupo. 

Jesualdo foi contratado pelo clube paulista ainda no fim do ano passado no término do último Campeonato Brasileiro. Ele iniciou o trabalho em janeiro deste ano. O treinador comandou o clube em apenas 15 partidas e conseguiu 48,8% de aproveitamento com seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas. 

Com a demissão, o Santos adquire um novo débito em sua situação financeira que não é das melhores. O clube paulista agora precisa pagar  cinco milhões de reais entre multa, direitos de imagem atrasados e a parte reduzida dos salários sem acordo com Jesualdo. Além  do português, a gestão do atual presidente santista paga ainda  Jair Ventura, Cuca e Jorge Sampaoli.


O Santos vive grave crise financeira. Clube está impedido de registrar novos jogadores pela FIFA e acumula muitas dividas com vários clubes. Além disso, o time cortou 70% os salários dos jogadores sem acordo e tem atrasos em direitos de imagem com o elenco. O Alvinegro paulista viu recentemente o atacante Eduardo Sasha e o goleiro Éverson deram entrada  na justiça  e pediram a rescisão de seus contratos por falta de pagamentos.

Agora de volta ao mercado a procura de um novo treinador. O Peixe analisa opções e tem em Cuca como o seu favorito. O treinador trabalhou duas vezes no clube.  O Santos estreia no campeonato brasileiro no próximo domingo, dia 9 de agosto, contra o RB Bragantino, na Vila Belmiro.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »