06/08/2020 às 22h45min - Atualizada em 06/08/2020 às 22h31min

Ragnarok Online e seu declínio. O que aconteceu com um dos jogos mais populares no país

O jogo de MMORPG foi um dos pioneiros do gênero no Brasil

Lucas Lima - Editado por Bárbara Miranda
 

Ragnarok Online é um jogo de MMORPG, criado pela empresa sul-coreana Gravity Corp, que mistura gráficos bidimensionais com cenários tridimensionais. Ele chegou no Brasil em 2004, sendo administrado pela empresa Level Up Games, a qual já tinha uma certa instalação no mercado local e era responsável por ter trazido outros jogos do gênero ao país.

 

Ragnarok foi um dos pioneiros MMORPG a fazer sucesso no Brasil. É possível dizer que ele possibilitou a popularização desse estilo de jogo no país, dando a oportunidade de outros, posteriormente, se estabelecerem no mercado local.

 

O jogo viveu durante anos o seu auge. Com uma jogabilidade simples e acessível, logo se popularizou entre as pessoas. Entretanto, a má gestão de empresa brasileira Level Up em administrar-lo trouxe o seu declínio e hoje um esquecimento de sua era de sucesso.

 

Inicialmente, é preciso destacar o primeiro desande do servidor brasileiro: A implementação do sistema de rops. Quando anunciado, foi alvo de várias reclamações vindas dos jogadores. Com ele, seria possível adquirir itens dentro do jogo através do dinheiro real. A partir de então, diversos itens poderiam ser obtidos de forma mais fácil, com uma simples compra em dinheiro.

 

Neste cenário, insatisfações começaram a se tornar corriqueiras. O maior problema com o sistema era que os itens comercializados impactavam diretamente na jogabilidade. Pessoas que compravam rops teriam maior vantagem contra os demais, uma vez que, os itens vendidos não eram decorativos. Não estavam restritos a estética do jogo, mas possibilitam benefícios e consequentemente vantagens.

 

Tal situação é conhecida como pay to win. O indivíduo paga uma quantia para obter destaque. Nisso, a experiência do jogo passou a ser ‘burlada’, já que algumas conquistas eram facilmente atingidas. É preciso dizer também que os rops trouxeram uma maior hierarquia ao Ragnarok. Os jogadores mais ricos e dispostos a usarem dinheiro se destacariam e teriam melhor desempenho. Enquanto isso, os demais teriam que se esforçar, dentro de um sistema desigual, utilizando suas habilidades como jogador para conseguir destaque. A luta de classes no universo online tinha sido instalada.

 

Além disso, tinha-se o problema com bots. Esse com certeza foi o que levou à desistência de várias pessoas. Chegou em momentos que eles eram constantemente utilizados e sua presença massivas em mapas incomodava os jogadores. Apesar do servidor brasileiro tentar adotar algumas medidas para banir e restringir, suas ações foram ineficazes, trazendo resultados quase nulos. 

A Level Up negligenciou demais o problema, permitindo a expansão da prática a níveis absurdos. Essa foi a principal crítica à gestão da empresa.

 

Os bots possibilitavam que personagens conseguissem upar com mais agilidade, assim burlando os processos naturais. Mas apesar disso, eles também conseguiam obter itens com mais facilidade, pois tinham desempenho sobrenatural. Com isso, problemas na questão economia do jogo começaram a aparecer. Por causa da fácil obtenção de itens através dos bots, muitos conseguiam vendê-los e adquirir uma quantidade de dinheiro (Zeny) com rapidez. Assim, a inflação chegou ao Ragnarok. Objetos que tinham preços razoáveis e acessíveis foram ficando cada vez mais caros, pois as pessoas que burlavam o sistema conseguiam muito dinheiro com facilidade. Preços absurdos tomaram lugar, acirrando ainda mais a desigualdade no jogo.

 

Em meados de 2010 foi implementado a Renovação (Renewal). Essa atualização trouxe novas modalidade ao Ragnarok, sendo adicionado diversas novidades. Porém, isso foi visto como problema para os jogadores antigos, especialmente os conservadores. A sua jogabilidade foi modificada, sendo acusada de quebrar a essência do jogo. Muitos, a partir desse momento, resolveram desistir de jogar. A renovação não era vista como problema aos jogadores novos, mas os antigos, sentiram negativamente a mudança, pois ela foi muito gritante.

 

Enfim, chega-se a uma das principais reclamações ao servidor brasileiro: Sua negligência. A postura da empresa contra os hacks e bots era vista de forma negativa. A level Up não tomava medidas severas e quase não fazia esforço para tentar resolver os problemas. O sentimento que o jogo estava sendo deixado de lado e que a comunidade não era ouvida foi crescendo com o tempo. Ragnarok Online foi um jogo rentável por anos, trouxe muito lucro a empresa, a qual não soube fazer investimentos corretos na gestão do servidor. Algo que que acontecia de forma contrária com o demais jogos que estavam aparecendo. 

 

A verdade é que o gênero de MMORPG conquistou seu lugar no Brasil. Através disso, outros jogos surgiram no mercado, dispersando os jogadores do Ragnarok que já estavam descontentes com os problemas.

 

Recentemente, em 2018, a Level up parou de administrar o jogo no Brasil. A Warp Portal ficou responsável por continuar com as atividades da empresa anterior. Com a mudança, as contas antigas foram transferidas ao novo servidor instalado. A substituição de gestão é mais um reflexo da decadência do jogo no país. Apesar de ainda possuir um considerável número de jogadores, a presença do Ragnarok no mercado de games nunca mais foi a mesma.

 

A má administração foi a principal responsável por tornar o jogo menos atrativo com os anos. Isso, culminado com o aparecimento de outros RPGs, promoveu uma dispersão dos jogadores. O legado deixado pelo Ragnarok Online é inegável e hoje, ficam as lembranças e o saudosismo da sua época de ouro.

 

REFERÊNCIAS

 

ONINAWA, Bia. 10 motivos porque o server BRO de Ragnarok Online desandou. Disponível em: <https://www.legiaodosherois.com.br/lista/10-motivos-porque-o-server-bro-de-ragnarok-online-desandou-2.html#list-item-10>. Acessado em: 05/08/2020.

 

ROCKERZ. Level UP Games deixará de administrar Ragnarok Online. Disponível em: <http://www.farofeiros.com.br/level-up-games-deixara-de-administrar-ragnarok-online/> .Acessado em: 05/08/2020.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »