09/08/2020 às 20h34min - Atualizada em 09/08/2020 às 20h34min

Em cima da hora, STJD adia Goiás e São Paulo

Problema no acondicionamento da coleta dos exames atrasou divulgação dos testes; nove jogadores do esmeraldino estão com Covid-19

Paulo Octavio
Jogadores do São Paulo aguardam confirmação do adiamento do jogo. Foto: Heber Gomes/AGIF
Campeonato brasileiro de 2020 estreou com um susto. O jogo entre Goiás e São Paulo foi adiado devido a confirmação de que nove titulares do time esmeraldino testaram positivo para coronavírus. A divulgação dos exames saiu na manhã de domingo (9). Minutos antes da partida, o STJD cedeu liminar que adiou o jogo. 
 
Como o período para recuperação da doença é de duas semanas, os atletas contaminados terão que desfalcar a equipe nos próximos quatro jogos contra Athletico (PR), Palmeiras, Fortaleza e Atlético (GO) . Não há certeza se novos jogos do Goiás serão adiados e se há outros jogadores contaminados, pois aqueles que testaram positivo não estavam isolados dos demais.
 
A confirmação do adiamento foi dada por volta das 16h após o São Paulo e a arbitragem terem feito todo procedimento para realização do jogo. O time goiano chegou até divulgar escalação com dois atletas com camisa dez: Daniel Bessa e Douglas Baggio.  
 
O Goiás alega que recebeu o laboratório do Albert Eistein, parceiro da CBF para realização dos testes, na quinta (6). Porém teve que repetir os exames na sexta (7) porque houve falha de acondicionamento do material coletado. Por isso, resultado só foi divulgado no domingo de manhã, o que fere o protocolo, que obriga divulgação dos exames 24 horas antes do jogo. A contraprova apontou positivo para nove jogadores e assim a realização da partida ficou inviável.  
 
Médico da CBF alega que esperou o resultado da contraprova dos exames:

 
“Tão logo  ficou esclarecido que o Goiás tinha dez jogadores com PCR positivo, nós começamos a entrar em contato com o departamento médico do clube. O Goiás solicitou, com o direito que tem, fazer a contraprova. Nós aguardamos os resultados. Para não haver prejuízo do jogo e para o próprio São Paulo, ficamos ao máximo no período de espera. Perto do horário de tomar a decisão chegou o resultado dos dez positivos. Nessa hora vale a saúde”, disse o presidente da comissão médica da CBF, Jorge Pagura, ao canal  SporTV.
 
Após a confirmação, São Paulo declarou ser a favor do adiamento. “O São Paulo manifesta apoio e informa que está de acordo com a decisão de adiamento do jogo deste domingo, em Goiânia. Não há nada mais importante, neste momento, do que preservar a saúde e refletir à sociedade a importância dos cuidados”, afirmou o clube no seu Twitter oficial.
 
Mas o presidente do Goiás , Marcelo Almeida, criticou a postura dos dirigentes do Tricolor. “São Paulo agiu de forma bastante fria. Veio aqui como o propósito de ir para o jogo. Mas, de repente, como eu sabia que nós tínhamos dado entrada no STJD e estávamos a pouco minutos de ter essa liminar referendada, eu cheguei, procurei o Raí, e posicionei. Simplesmente eu disse: vocês estão entrando em campo, mas pode acontecer de termos uma liminar e o jogo pode não acontecer. Ele falou: vamos esperar um comunicado da CBF. Foi uma coisa muito fria assim”, disse em entrevista para Rede Globo.
 
 
Nas séries B e C do Brasileirão também houve problemas com jogadores contaminados. CSA teve nove atletas diagnosticados com o vírus, mas CBF não adiou o jogo, e o Azulão bateu o Guarani com boa parte dos reservas. Já Treze e Imperatriz pela série C foi adiado depois que 12 dos 19 jogadores do time maranhense testaram positivo.
 
Outras partidas da primeira rodada da série A serão realizadas posteriormente devido as finais dos estaduais. Como Palmeiras, Corinthians e Bahia fizeram decisão dos campeonatos locais no sábado, seus jogos contra Vasco, Atlético (GO) e Botafogo, respectivamente, também foram adiados.
 
O adiamento de Goiás e São Paulo forçou emissoras de televisão e rádio a mudarem seus planos. Após a confirmação do adiamento, a Globo SP passou a retransmitir Flamengo x Atlético MG.  E exceto Energia 97 e Band News FM todas as rádios paulistas migraram para Santos x RB Bragantino. Rogério Assis, narrador da rádio Bandeirantes, chegou a pedir desculpas porque teve que anotar escalações de Peixe e Braga às pressas.
 
CINCO CIDADES-SEDE DOS TIMES DA SÉRIE A TEM CRESCIMENTO ACELERADO DOS CASOS DE COVID-19

Segundo dados da Folha de São Paulo, até domingo (9) cinco das cidades- sede dos times do Brasileirão da série A tem crescimento acelerado de covid-19. São elas Goiânia, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre e Bragança Paulista. Santos e Salvador estão com crescimento dos casos de forma estável; São Paulo, Recife e Fortaleza, reduzido; e Rio de Janeiro, desacelerado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »