13/08/2020 às 10h33min - Atualizada em 13/08/2020 às 10h31min

YouTube Music substituirá Google Play Music

Plataforma ativa desde 2011 será descontinuada a partir de setembro

Thiago Oliveira - Edição: Manoel Paulo
Android Police
Canaltech
O Google finalmente chegou a uma versão polida do Youtube Music. O mais recente aplicativo de streaming musical da gigante será a nova casa dos migrantes do Google Play Music, que será descontinuado a partir de setembro.

A princípio a África do Sul e a Nova Zelândia serão os primeiros países a perder o suporte no Play Music e para facilitar essa transição a empresa desenvolveu uma ferramenta nativa para copiar todos os dados para o Youtube Music.
A Play Store também deixa de vender musicas a partir do fim de agosto, o que indica um abandono da empresa no mercado de venda de músicas, ficando apenas com o streaming no futuro.

Em 2019 os dois aplicativos somavam juntos cerca de 15 milhões de assinantes ao redor do mundo, colando no Apple Music, mas numa longa distância do Spotify, líder do mercado com mais de 100 milhões de assinantes.

Para atrair novos usuários a plataforma tem feito melhorias na interface, aprimorando a possibilidade das playlists colaborativas, dedicando uma aba “Explorar” e facilitando a integração com o Android TV e o Google Assistant. Além disso, agora é possível acompanhar as letras das músicas no player.

No Brasil a assinatura do serviço de streaming custa R$ 16,90 no plano individual e R$ 25,50 no familiar. Quem é assinante do Youtube Premium já tem a plataforma Music inclusa no plano que custa R$ 20,90 por mês.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »